São Martinho do Porto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
 Portugal São Martinho do Porto  
—  Freguesia  —
Baía de São Martinho do Porto
Baía de São Martinho do Porto
São Martinho do Porto está localizado em: Portugal Continental
São Martinho do Porto
Localização de São Martinho do Porto em Portugal
39° 30' 47" N 9° 8' 8" O
País  Portugal
Concelho ACB1.png Alcobaça
 - Tipo Junta de freguesia
Área
 - Total 14,64 km²
População (2011[1] )
 - Total 2 868
    • Densidade 195,9/km2 
Orago São Martinho

São Martinho do Porto é uma freguesia portuguesa do concelho de Alcobaça, com 14,64 km² de área e 2 868 habitantes (2011). Densidade: 195,9 hab/km². Compreende, para além do lugar de São Martinho do Porto, o lugar de Serra dos Mangues e Vale do Paraíso.

História[editar | editar código-fonte]

A região constituída pela serra da Pescaria e pela serra do Bouro constituiu, em tempos geológicos, uma única ilha. Tendo se dividido, deu origem à baía de São Martinho do Porto.

Em tempos históricos, a povoação é mencionada pela primeira vez referida em uma Carta de Foral passada em 1257 por Frei Estevão Martins, 12o abade do Mosteiro de Alcobaça. A baía foi porto de mar dos coutos de Alcobaça, onde se desenvolviam atividades ligadas à pesca e à construção naval. Foi vila e sede de concelho até 1855. Era constituído inicialmente apenas pela freguesia da sede e tinha, em 1801, 932 habitantes. Em 1839 foram-lhe anexadas as freguesias de Alfeizerão, Salir do Porto e Serra do Bouro. Tinha, em 1849, 3 596 habitantes.

Dado o desenvolvimento local e a construção do cais, já por volta de 1885 o bairro da praia passou a lembrar uma segunda vila.

Constitui-se numa estância balnear frequentada pela nobreza e pela burguesia desde o final do século XIX.

Atualmente a vila é constituída por dois núcleos distintos:

  • A parte baixa, vizinha à praia, mais vocacionada para a atividade turística;
  • A parte alta, onde pontificam as moradias tradicionais e a Igreja Matriz.

Turismo[editar | editar código-fonte]

A freguesia conta com uma das mais belas praias do país, uma baía, em forma de vieira, de águas calmas e areias brancas e finas.

Apesar do tempo ter diminuído a importância comercial do porto, a sua actividade turística e a vida própria da praia conferem-lhe uma dinâmica especial, nomeadamente durante a época estival.

A baía está apenas ligada ao mar por uma abertura de poucos metros. Daí que as águas sejam tranquilas, óptimas para as crianças e melhores ainda para competições de vela, windsurf ou canoagem. A marginal, onde o estacionamento é difícil, dispõe de inúmeros cafés, restaurantes e esplanadas. Um estreito túnel pedonal dá acesso directo ao oceano, a partir da zona da doca.[2]

Património[editar | editar código-fonte]

  • Igreja Matriz - templo datado do século XVIII. No seu interior destaca-se, por detrás do altar, uma tela de grandes dimensões, pintada a óleo, com a imagem do milagre de São Martinho.
  • Capela de Santo António - próximo à praia de Santo António, constitui-se num pequeno templo no alto de um morro. O seu interior é simples, decorado com apenas duas imagens - a do padroeiro e a da Virgem. No exterior, painéis de azulejos azuis e brancos, representando a lenda do milagre da formação do "lago", a enseada que se forma antes da entrada da barra de acesso à baía de São Martinho do Porto.
São Martinho do Porto: vista panorâmica da praia e povoação.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano) (em português) Instituto Nacional de Estatística. Visitado em 1 de Março de 2014. Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2013. "Informação no separador "Q601_Centro""
  2. Guia Visão das Praias (2004), pág. 54.
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre São Martinho do Porto