Sérgio Assad

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sérgio Assad
Sérgio Assad.jpg
Sérgio Assad ao violão.
Informação geral
Nome completo Sérgio Assad
Nascimento 26 de dezembro de 1952 (61 anos)
Origem Mococa, SP
País  Brasil
Gênero(s) Música erudita
Instrumento(s) Violão
Período em atividade Anos 70 - atualmente
Gravadora(s) Nonesuch Records, GHA Records, Sony, Continental, Kuarup Discos
Página oficial Site Oficial

Sérgio Assad (Mococa, 26 de dezembro 1952) é um arranjador, compositor e violonista clássico brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Sua família é de origem libanesa. Com Odair, seu irmão mais jovem, deu vida ao Duo Assad,[1] chamado pela crítica de "um dos principais duos de violão clássico do mundo",[2] e tocam peças de Marlos Nobre, e também clássicos como Rameau, Scarlatti, Johann Sebastian Bach, François Couperin entre outros.

De Heitor Villa-Lobos, o Duo Assad, gravou a obra completa para violão. [3]

Compositores como Astor Piazzolla e Radamés Gnattali compuseram peças especialmente para o duo, que também se apresentou acompanhado por orquestras em vários países.[4]

É também irmão da cantora e violonista Badi Assad.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • 2010 - Recebeu duas indicações ao Grammy Latino na categoria Composição Clássica Contemporânea, por "Interchange (for guitar quartet and orchestra)" e "Maracaípe".[5]
  • 2008 - Uma de suas composições recentes para dois violões, "Tahhiyya Li Ossoulina", recebeu o Grammy latino como melhor composição contemporânea.[6]
  • 2002 - O álbum "Sérgio e Odair Assad tocam Piazzolla" recebeu o Grammy latino como melhor álbum de tango
  • 1979 - Venceram a Tribuna de Jovens Intérpretes da 'International Music Competition of Bratislava' (ex-Checoslováquia)
  • 1973 – Venceram a competição para jovens solistas – Orquestra Sinfônica Brasileira.

Lista de Obras[editar | editar código-fonte]

  • Uarekena (quatro guitarras)
  • Tres Cenas Brasileiras (duas guitarras)
  • Suíte Brasileira (duas guitarras)
  • Suite "Summer Garden" (duas guitarras)
  • Aquarelle (guitarra solo)
  • Sonata (guitarra solo)
  • Children's Cradle (guitarra solo)
  • Fantasia Carioca (dois violões e orquestra de câmara)
  • Inverno Impressões (flauta, viola e violão)
  • Círculo Mágico (flauta e guitarra)
  • Jobiniana # 1 (duas guitarras)
  • Jobiniana # 2 (flauta e guitarra)
  • Jobiniana # 3 (guitarra solo)
  • Jobiniana # 4 (violoncelo e violão)
  • Espantalho (Ballet) (orquestra de câmara)
  • O Chase (duas guitarras)
  • Andalucia (violino e dois violões)
  • Fantasia sobre Olhos Negros (violino e dois violões)
  • Istambul (violino e dois violões)
  • Tatras (violino e dois violões)
  • Menino (clarinete e violão)
  • Grumari (clarinete e violão)
  • Violetas Azuis (clarinete e violão)
  • Velho Retrato (clarinete e violão)
  • Amarelinha (clarinete e violão)
  • Mangabeira (clarinete e violão)
  • Angela (clarinete e violão)
  • Concerto Fantasia (violão e orquestra corda)
  • Campusca (duas guitarras)
  • Eterna (duas guitarras)
  • Sonata (guitarra solo)
  • Menino (violoncelo e duas guitarras)
  • Menino (flauta, viola e violão)
  • Três letras gregas (guitarra solo)


References[editar | editar código-fonte]

  1. [1] Dicionário Cravo Albin da Música Brasileira
  2. [2] O Globo
  3. [3] VILLA-LOBOS, Obra completa para violão solo, Karup (1978)
  4. [4] Clique Music - UOL
  5. [5] Globo
  6. Relación de primeros galardones en los premios Grammy Latino El confidencial (November 14, 2008). Visitado em November 16, 2009.

Referências

Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.