Sérgio Guedes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sérgio Guedes
Sérgio Guedes
Sérgio Guedes em Ação na Ponte Preta em 2010
Informações pessoais
Nome completo Ivanílton Sérgio Guedes
Data de nasc. 7 de novembro de 1962 (51 anos)
Local de nasc. Rio Claro (SP),  Brasil
Altura 1,90 m
Destro
Apelido Visconde de Sabugosa
Informações profissionais
Clube atual Brasil Santa Cruz
Posição Treinador
(ex-Goleiro)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1983
1984–1989
1989–1993
1993
1993
1994
1995
1996
1996
1997
1997
1998–2000
2002
2003
Brasil Araçatuba
Brasil Ponte Preta
Brasil Santos
Brasil Goiás
Brasil Cruzeiro
Brasil Internacional
Brasil Botafogo-SP
Brasil Lousano Paulista
Brasil Santos
Brasil São José-RS
Brasil Coritiba
Brasil América-SP
Brasil Sãocarlense
Brasil Portuguesa Santista

49 (0)
81 (0)

11 (0)
24 (0)
0 (0)

7 (0)
23 (0)
14 (0)

Seleção nacional
1990-1991 Brasil Brasil 4 (-3)
Times que treinou
2005–2006
2006
2007–2008
2009
2009
2010
2010
2010–2011
2011
2012
2012
2012
2013
2013
2013
2013
2014
2014–
Brasil Portuguesa Santista
Brasil São Carlos
Brasil Ponte Preta
Brasil Santo André
Brasil Bahia
Brasil Ponte Preta
Brasil São Caetano
Brasil Portuguesa
Brasil Americana
Brasil Red Bull Brasil
Brasil São Caetano
Brasil Sport
Brasil XV de Piracicaba
Brasil Sport
Brasil Ceará
Brasil São Caetano
Brasil Oeste
Brasil Santa Cruz





35

21 (8-6-7)
19 (8-3-8)
13 (7-2-4)[1]
18 (9-7-2)
10 (4-2-4)
11 (2-4-5)
14 (7-3-4)
11 (3-2-6)
12 (3-2-7)
6 (1-0-5)
1 (0-1-0)
Última atualização: 26 de abril de 2014

Ivanílton Sérgio Guedes (Rio Claro, 7 de novembro de 1962), é um ex-futebolista e atualmente treinador brasileiro, que atuou como goleiro. Atualmente está no Santa Cruz.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Sérgio Guedes foi goleiro, começando no time do Araçatuba, do interior de São Paulo. Teve passagens por grandes equipes como Santos, Cruzeiro e Internacional. Na sua passagem pelo América-SP de São José do Rio Preto, foi considerado o melhor goleiro da história do clube. Encerrou sua carreira como jogador em 2003, sendo o terceiro goleiro da Portuguesa Santista.

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Começou sua carreira como treinador na Portuguesa Santista em 2005, posteriormente foi para o São Carlos e, em seguida, para a Ponte Preta, Santo André e Bahia.

Em 2010, em sua segunda passagem pela Ponte Preta, foi demitido, em decorrência do desgaste provocado pela eliminação na Copa do Brasil, com a derrota por 2 a 1 para a Portuguesa, no Canindé. No Campeonato Paulista, a Macaca fez uma campanha apenas regular, ocupando a nona posição, com 24 pontos. Em 21 jogos comandando a equipe de Campinas nas duas competições, Guedes teve oito vitórias, seis empates e sete derrotas. Em 2008, ele comandou uma das melhores formações da Ponte em Paulistões, quando levou a equipe à decisão que acabou sendo derrotada diante do Palmeiras. Em agosto de 2011, foi anunciado como novo treinador do Americana[2] , de onde saiu meses depois, após divergências com a diretoria[3] . Em 11 de novembro de 2011, foi anunciado como o novo técnico do Red Bull Brasil.[4] . Em maio de 2012, acertou seu retorno ao comando do São Caetano.

Em outubro de 2012, acertou com o XV de Piracicaba[5] , mas no mesmo mês foi emprestado ao Sport até dezembro[6] , com a missão de salvar o Leão do descenso.

Em 04 de dezembro de 2012, dois dias depois de não conseguir salvar o Sport do rebaixamento, Guedes, impedido de estender seu contrato por causa das eleições presidenciais que os pernambucanos irão enfrentar, volta ao XV de Piracicaba ponderando, contudo, que sua história com o Leão não acabou.[7]

Em março de 2013 foi confirmada a volta de Sérgio Guedes ao Sport.[8] No entanto, acabou sendo demitido em maio, após a perda do título estadual para o Santa Cruz e a eliminação na Copa do Brasil para o ABC de Natal.[9]

Assumiu ainda esse ano, o Ceará e deixou o clube cearense, pra retornar mais uma vez, ao São Caetano[10] Foi demitido, após maus resultados.

Acertou, em 2014, com o Oeste.[11] Sérgio Guedes atuou durante 6 partidas pelo Oeste e foi demitido.[12]

No dia 22 de abril de 2014, acertou com o Santa Cruz.[13]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Ano Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas
2012 São Caetano 18 9 7 2
2012 Sport 10 4 2 4
2013 XV de Piracicaba 11 2 4 5
2013 Sport 14 7 3 4
2013 Ceará 11 3 2 6
2013 São Caetano 12 3 2 7
2014 Oeste 6 1 0 5
2014 Santa Cruz 12 4 8 0

Títulos[editar | editar código-fonte]

Jogador[editar | editar código-fonte]

Ponte Preta
Cruzeiro
Internacional

Referências

Precedido por
Márcio Araújo
Marcelo Veiga
São Paulo Técnico do São Caetano
2012
2013
Sucedido por
Emerson Leão
Pintado
Precedido por
Waldemar Lemos
Vadão
Pernambuco Técnico do Sport
2012
2013
Sucedido por
Vadão
Marcelo Martelotte
Precedido por
Dimas Filgueiras (interino)
Ceará Técnico do Ceará
2013
Sucedido por
Sérgio Soares
Precedido por
Ademir Fonseca
São Paulo Técnico do Oeste
2014
Sucedido por
José Macena
Precedido por
Vica
Pernambuco Técnico do Santa Cruz
2014
Sucedido por
''