Sérgio II de Constantinopla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sérgio II de Constantinopla (em grego: Σέργιος Β´), dito Estudita por causa do Mosteiro de Stoudios, onde ele foi monge, foi patriarca de Constantinopla de julho de 1001 até a sua morte, em julho de 1019. Vindo de uma família proeminente e relacionada ao patriarca Fócio, ele atingiu o status de abade.[1]

Foi durante o reinado de Sérgio I que o Papa Sérgio IV incluiu a cláusula filioque no Credo de fé, iniciando a controvérsia que terminaria no Grande Cisma do Oriente.

Referências

  1. Sergius II (em grego) Site do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla. Página visitada em 24/07/2011.
Sérgio II de Constantinopla
(1001 - 1019)
Precedido por: Cruz ortodoxa.png
Lista dos patriarcas ecumênicos de Constantinopla
Sucedido por:
Sisínio II 98.º Eustátio


Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.