Sérgio Lopes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sérgio Lopes
Informação geral
Nome completo Sérgio Ricardo Lopes
Nascimento 27 de outubro de 1964 (49 anos)
Origem Campina Grande, Paraíba
País  Brasil
Gênero(s) Gospel, MPB, música cristã contemporânea
Instrumento(s) violão, guitarra e baixo
Extensão vocal tenor
Período em atividade 1985 - 1989 (Altos Louvores); 1989 - atualmente (Carreira Solo)
Gravadora(s) Line Records 2011 - 2013
Art Gospel 2005 - 2010
Top Gospel 2001 - 2005
Zekap Gospel 2000 - 2001
Line Records 1996 - 2000
Som e Louvores 1989 - 1995
Afiliação(ões) Altos Louvores
Página oficial Site Oficial

Sérgio Lopes (Campina Grande, 27 de outubro de 1964) é um poeta, cantor e compositor de música gospel do Brasil.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi no ensino fundamental (antigo primário), que Sérgio Lopes envolveu-se com teatro no Colégio Estadual da Liberdade, em Campina Grande, quando conheceu um colega chamado Alfrânio, com o qual compartilhava poemas próprios ou achados dos poetas Augusto dos Anjos e Gonçalves Dias. Filho do radialista Magidiel Lopes de Souza e de Maria das Mercês Lima de Souza, era o mais velho de cinco irmãos. Seu pai escrevia poemas românticos e os lia nos programas de rádio noturnos que locucionava nas rádios AM Caturité e Cariri. Na adolescência iniciou curso de teatro no Teatro Municipal de Campina Grande e sua primeira participação como ator foi na peça "Vestido de Noiva", dirigido pela dramaturga Maria de Lourdes Capozolli.

Sérgio Lopes compõe desde sua adolescência, quando também cantava no coral jovem da Igreja Evangélica Congregacional de Campina Grande[1] , onde permaneceu até 1979. Sérgio Lopes perdeu seus pais precocemente, pois sua mãe morreu de câncer aos trinta e cinco anos e seu pai faleceu em 1988, aos quarenta e seis anos, o que o levou anos mais tarde a alistar-se na Marinha do Brasil para garantir sua sobrevivência e a continuação de seus estudos.[2]

Em 1978, inscreve uma peça teatral de sua autoria no I FENAE (1º Festival de Artes Evangélicas, realizado em João Pessoa-PB). A peça, intitulada Ananias e Safira recebeu o troféu de 1º lugar. Nesse período, cria o GTE - Grupo Teatral Evangélico, sediado em Campina Grande.

Em 1980 ingressou no Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha em Natal, Rio Grande do Norte[3] .

Em 1982 foi transferido para o Rio de Janeiro, onde fixou residência definitiva.[4] No Rio, inicia seus estudos teóricos de música, estudando baixo elétrico com o Prof. Ronaldo Diamante (Copacabana) e se converte ao protestantismo batista.

Em 1983 criou o Grupo Teatral Evangélico do RJ e dirigiu uma peça intitulada O Intruso dos Nossos Natais, apresentada no Teatro Cacilda Becker (Botafogo) para um público predominantemente evangélico.

Em 1984 iniciou curso de Direito da Universidade Santa Úrsula, no Rio, o qual durou dois anos.

Em 1986, estimulado pelo prêmio recebido no I Festival Nacional de Música Sacra com a apresentação da música "Agora posso Crer", ingressa no grupo Altos Louvores[5] liderado por Edvaldo Novaes e grava com eles o long-play intitulado Anseios, pela gravadora Desperta Brasil, do Rio de Janeiro. O grupo começa a dar certo e Sérgio Lopes interrompe a faculdade para se dedicar às atividades e viagens do grupo.

Em 1988 grava o terceiro Long-Play com o grupo (Altos Louvores - Vol III), que continha a música "Para onde vão as aves". Nesse mesmo ano, Sérgio Lopes recebe da Rádio Melodia o Troféu de Melhor Música, pela canção "Para onde vão as aves" composta ao violão.[carece de fontes?]

Em 1989, grava com o grupo mais um disco (Altos Louvores - Vol IV), que continha a música "Entre nós outra vez". Nesse mesmo ano, resolve retornar à faculdade e deixa definitivamente o grupo Altos Louvores, após uma participação de quatro anos.

Ao final desse mesmo ano, recebe o convite das gravadoras Desperta Brasil e Som & Louvores para voltar a gravar, desta vez em carreira solo. Decide então fechar seu primeiro contrato profissional com a Som & Louvores.

Em 1990 grava seu primeiro trabalho solo, intitulado Nossos Dias, produzido por Pedro Braconnot (banda Rebanhão), e lançado em circuito nacional com eventos realizados simultaneamente no Rio (teatro SUAM), Porto Alegre (estádio Gigantinho), Recife (Clube Português), Brasília (Clube Primavera, Taguatinga), Vitória (Espírito Santo) (Ginásio Pedro Álvares Cabral), Salvador (Teatro do ICEA), Belém-PA (Ginásio do SESI), Manaus (Louvor-Norte) e outras cidades, em uma turnê que se estendeu durante o primeiro semestre de 1990, que coincidiu com o surgimento das primeiras rádios FM evangélicas no Brasil[6] , ajudando a tornar conhecidas as suas composições.

Em 1991 grava seu segundo trabalho, intitulado Libertação produzido por ele mesmo em parceria com o peruano Papi.[7]

Em 1992 grava seu terceiro trabalho, intitulado O Amigo, produzido por Pedro Braconnot.

Em 1993 grava seu quarto trabalho, intitulado Canaan. A produção do CD foi feita pela sua própria banda, composta pelos músicos Cizinho Felix (saxofone); Eli Miranda (guitarra); Davi Mendes (teclados); Cristian (bateria) e pelo próprio Sérgio Lopes, que na época era o baixista da banda.

Em 1994 grava seu quinto trabalho, intitulado Sonhos produzido por Melk Carvalhedo (SP).

Em 1995, deixa a Marinha para dedicar-se integralmente à música. Este ano foi especialmente marcado por muitas viagens pelo Brasil e participação nas programações de televisão nas Redes CNT e Record.

Em 1996 recebe o seu primeiro convite internacional, para participar em Miami, Estados Unidos na primeira quinzena de agosto, de um Congresso Anual das Igrejas Batistas Brasileiras, e em igrejas de várias cidades americanas, entre elas Boston, Dallas e Nova Iorque entre outras. .[carece de fontes?]

Em 1996 lança seu sexto trabalho, intitulado Vidas e Futuros, produzido por Ronald Fonseca, em um lançamento independente do seu selo próprio: Eklesia. Ainda no mesmo ano, lança sua primeira coletânea, intitulada Seleção de Ouro, pela Line Records.

Em 1997 Sérgio Lopes assina contrato para produção de dois trabalhos pela Line Records e lança seu sétimo CD, intitulado O Sétimo, produzido por Pedro Braconnot. Durante este ano, também realiza sua primeira viagem internacional para a Itália e Israel, neste último permanecendo em excursão durante dez dias, onde produziu dois videoclipes musicais para a Rede Record de Televisão.

Em 1998 recebe o Troféu Talento de "Música do Ano", pela canção "O Lamento de Israel", na cidade de Belo Horizonte-MG[8] . Ainda no mesmo ano, recebe um convite formal da Embaixada Internacional Cristã de Jerusalém para representar o Brasil na II Festa dos Tabernáculos - que comemorava também 50 anos de Israel - realizada em junho do mesmo ano no Canecão, Rio de Janeiro.

Ainda em 1998, recebe o primeiro disco de ouro de sua carreira, concedido pela Sonopress pela vendagem de 100.000 cópias do CD O Sétimo[9] . A entrega do prêmio foi divulgada nacionalmente pela televisão nos programas Gospel Line, apresentado por Nill e no programa de auditório do Raul Gil, Rede Record de Televisão.[carece de fontes?]

No segundo semestre daquele ano, Sérgio Lopes lança seu oitavo CD Noites e Momentos, pela Line Records, produzido por Tadeu Chuff.

Em 1999 lança pela Line Records o seu nono CD - A Fé, com produção de Tadeu Chuff e participação especial de Fernanda Brum na faixa "A Samaritana".

Em 2000 lança pela Line Records o seu primeiro CD em língua estrangeira, intitulado Cánticos para El Alma. Este é o décimo CD em sua carreira solo e o quarto e último de seu contrato com a Line Records.[10] Em agosto daquele ano, a Zekap Gospel lança em todo o Brasil o álbum Sérgio Lopes Ao Vivo. Este CD rendeu ao cantor segundo disco de ouro de sua carreira.[carece de fontes?]

Em maio de 2001 realiza sua primeira viagem como cantor aos Estados Unidos, para ministrar na Igreja Batista do Calvário, em Summerville, Boston, e também em Framingham. Apresentado por um amigo baterista (Sidnei Amaro), Sérgio Lopes se apresenta no dia 3 de junho, um domingo, na Roxbury Presbyterian Church (Pr. Remington).

Ainda em 2001, assina com a gravadora Top Gospel, e grava o CD Yeshua: O Nome Hebraico de Jesus[11] , recebendo disco de ouro três meses depois.[carece de fontes?] No mesmo ano, lança uma nova versão do seu site na internet e também assina um contrato de dois anos com cláusula condicional de mais dois com a Gravadora Top Gospel.

Em 2003 lança pela gravadora Top Gospel o CD Gálatas, produzido mais uma vez por Tadeu Chuff e contando com a brilhante participação do Pr. Paulo César do Grupo Logos.

Em 2004 lança o CD Apocalipse: Cartas às 7 Igrejas, seu terceiro trabalho pela gravadora Top Gospel, produzido por Vagner Santos. Em Setembro desse mesmo ano, sofre um acidente gravíssimo na Rodovia Rio-Teresópolis, fraturando várias costelas e sendo submetido a uma delicada cirurgia para retirada do baço, ficando durante 14 dias hospitalizad.o[12] [13] Teve uma recuperação rápida e em dezembro do mesmo ano retoma sua agenda.

Em julho de 2005 Sérgio Lopes recebe dois discos de ouro da gravadora Top Gospel, pelos CDs Apocalipse (Abr/2004) e pelo até então recém lançado Lentilhas[14] (Maio de 2005), este último, tendo o mérito de ter sido o mais rápido disco de ouro de toda sua carreira, certificado em menos de três meses após o lançamento.[carece de fontes?] Nesse mesmo ano, Sérgio Lopes assina novo contrato com a gravadora Art Gospel, para a gravação de dois CDs e dois DVDs. O contrato duraria aproximadamente 4 anos.

No dia 15 de setembro de 2005, exatamente um ano após o acidente de 2004, Sérgio Lopes lança pela gravadora Art Gospel seu segundo CD/DVD ao vivo intitulado O Amor de Deus[15] , gravado no Teatro Guararapes em Recife, Pernambuco, com a casa completamente lotada.[carece de fontes?] A produção musical ficou por conta de Vagner Santos com participação do saxofonista Marcos Bonfim, responsável pelos arranjos de metais.

Em 2007 lança o CD Getsêmani[16] No CD, participam os seu três filhos, Serginho (guitarra), Arthur (baixo) e Gabriel (bateria), que tocam na faixa "Dose Over", uma regravação do cantor da época em que estava no grupo Altos Louvores.

Em 2008 é o grande homenageado do ano no Troféu Talento em um evento realizado em São Paulo no Credicard Hall.[17] No mesmo ano, lança pela Art Gospel o CD Bethesda com produção de Alcimar Rangel.

Em 2009 lança seu terceiro trabalho ao vivo, intitulado Sérgio Lopes Acústico.[18] [19]

Em 2011, 11 anos depois de ter saído da Line Records, Sérgio Lopes retoma a parceria com a gravadora e lança o CD A Melhor Escolha, com produção musical de Marco Santos[20] durante a ExpoCristã, maior feira de produtos e serviços cristãos da América Latina.[21]

Para 2014, Sérgio Lopes planeja o lançamento de seu mais novo trabalho inédito intitulado Coração Discípulo, previsto para o mês de julho.[22]

Discografia com o grupo Altos Louvores[editar | editar código-fonte]

  • 1986 - Vol. 2 - Anseios
  • 1988 - Vol. 3 - Para Onde Vão As Aves
  • 1989 - Vol. 4 - Brilhante

Discografia Solo[editar | editar código-fonte]

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Videografia[editar | editar código-fonte]

Participações em outros projetos[editar | editar código-fonte]

Parcerias e Composições cedidas a outros artistas[editar | editar código-fonte]

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • Cantores Evangélicos - O Sucesso e o Altar - Editora AlfalitBrasil/1997
  • O Observador da Vida - Poemas e Crônicas - Meira Lopes Editora/2005

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Notas e Referências

  1. Rádio Novo Tempo. Sérgio Lopes, o poeta da música cristã, fala sobre sua história e estilo musical Novo Tempo. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  2. Andréa Santos. Biografia do cantor Sérgio Lopes Jornal Livre. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  3. Biografia Sérgio Lopes Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Página visitada em 8 de janeiro de 2013.
  4. Elvis Tavares. Sérgio Lopes volta às origens nordestinas Efrata Music. Página visitada em 28 de abril de 2014.
  5. Programa Frequência Jovem. Programa "Frequência Jovem" entrevista Sergio Lopes Frequência Jovem. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  6. Mix Gospel. Entrevista com Sérgio Lopes Portal Mix Gospel. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  7. Gospel no Divã. Sérgio Lopes: Libertação Gospel no Divã. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  8. Gospel no Divã. Sérgio Lopes - O Lamento de Israel Gospel no Divã. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  9. Associação Brasileira de Produtores de Discos. Certificação ABPD ABPD. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  10. Dados artísticos - Sérgio Lopes Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Página visitada em 8 de janeiro de 2013.
  11. Georgeton Leal. Análise do cd "Yeshua" Portal Super Gospel. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  12. Gospel 10. Artigo Sérgio Lopes Redação Gospel 10. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  13. Gospel no Divã. Entrevista com Sérgio Lopes Gospel no Divã. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  14. Georgeton Leal. Análise do cd "Lentilhas" Portal Super Gospel. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  15. Georgeton Leal. Análise do cd "O Amor de Deus" Portal Super Gospel. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  16. Gospel +. Lançamento do cd "Getsêmani" de Sérgio Lopes Portal Gospel Mais. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  17. Folha Gospel. Sérgio Lopes será o grande homenageado do Troféu Talento Portal Folha Gospel. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  18. Gospel +. Gravação do cd/dvd "Sérgio Lopes Acústico" Portal Gospel Mais. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  19. Rafael Ramos. Análise do cd "Sérgio Lopes Acústico" Portal Super Gospel. Página visitada em 03 de abril de 2013.
  20. Marco Santos Produtor - Discografia Site Oficial Produtor Marco Santos. Página visitada em 24 de fevereiro de 2014.
  21. Assessoria Line Records. Line Records define atrações para cada dia de EXPOCRISTÃ Portal Guia-me. Página visitada em 24 de fevereiro de 2014.
  22. Gospel Mares/Fábio Sobreira (Assessoria Sergio Lopes). Sérgio Lopes divulga capa do novo CD "Coração Discípulo" Rondo Gospel. Página visitada em 24 de fevereiro de 2014.
  23. Supergospel. Lenilton regrava sucessos que fez pro Novo Som ao lado de grandes nomes do Gospel nacional Supergospel. Página visitada em 15 de janeiro de 2013.
  24. Salvador de Sousa. Contato Vital - A Marca Arquivo Gospel. Página visitada em 13 de junho de 2012.
  25. Letras do cd "O Encontro" de Val Martins oocities.org. Página visitada em 06 de abril de 2013.