Sérvio Sulpício Galba (pretor 54 a.C.)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Março de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Sérvio Sulpício Galba (em latim Servius Sulpicius Galba; 95-43 a.C.) foi um general e político romano.

Ele era neto de Sérvio Sulpício Galba, que foi cônsul e era um orador eloquente, mas foi a causa da guerra contra Viriato, pois, quando governava a Espanha como propretor, massacrou, à traição, trinta mil lusitanos.[1]

Ele foi legado de Júlio César, na conquista da Gália.[1]

Ele tentou se tornar cônsul, mas ficou irritado com César porque este causou a sua derrota, e se uniu à conspiração de Bruto e Cássio, sendo executado pela Lei Pédia.[1]

Possivelmente [Nota 1] seu filho foi Galba, o avô do futuro imperador Galba.[2]

Notas e referências

Notas

  1. Suetônio diz que o avô de Galba era descendente deste Galba, conspirador contra César.

Referências

  1. a b c Suetônio, Vida dos Doze Césares, Vida de Galba, 3.2 [em linha]
  2. Suetônio, Vida dos Doze Césares, Vida de Galba, 3.3

Bibliografia[editar | editar código-fonte]