Símbolos oficiais da Bahia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os Símbolos oficiais da Bahia são símbolos oficiais que representam o Estado da Bahia. Esses símbolos são a Bandeira, o Brasão de Armas e o Hino.

Bandeira[editar | editar código-fonte]

Bandeira da Bahia

Nenhuma lei existe criando ou disciplinando a Bandeira do Estado. Foi criada pelo médico baiano, Dr. Diocleciano Ramos que, numa reunião do Partido Republicano, propôs este símbolo como representativo da agremiação política, em 25 de maio de 1889.

Com forte inspiração na bandeira dos Estados Unidos, mesclada com um triângulo evocativo ao símbolo maçônico já adotados nas conjurações mineira e baiana - muito embora as cores azul, vermelho e branco já tivessem figurado como símbolos das revoltas de 1798, conhecida como Revolta dos Alfaiates

O uso, entretanto, consagrado pelo povo, veio a ser obrigatório por decreto do Governador Juracy Magalhães, em 11 de junho de 1960 (Decreto nº 17628).

Brasão de Armas[editar | editar código-fonte]

Brasão da Bahia

Constitui-se o Brasão de Armas do Estado da Bahia dos seguintes elementos:

  • Timbre com uma estrela, que simboliza o Estado.
  • Escudo com uma embarcação com a vela içada, onde um marinheiro acena com um lenço branco e, ao fundo, vê-se o Monte Pascoal, local do primeiro registo visual de terra pela esquadra de Cabral.
  • Insígnia com dois tenentes sobre listel com o lema:
Per ardua surgo - que significa, numa tradução literal: "Pela dificuldade venço" ou, no sentido real: vencer apesar das dificuldades.
  • Tenentes: à esquerda, um homem semi-nu, com uma marreta, uma bigorna e uma roda, representando a indústria local; à direita, uma mulher com chapéu frígio (símbolo da República), carregando a Bandeira da Bahia que jaz atrás do triângulo maçônico.

Encimando o Brasão, o nome do Estado e, abaixo deste, o nome do "Brasil".

Hino[editar | editar código-fonte]

Dois de Julho
Letra: Ladislau dos Santos Titara / Música: José dos Santos Barreto
Nasce o sol a 2 de julho
Brilha mais que no primeiro
É sinal que neste dia
Até o sol é brasileiro
Nunca mais o despotismo
Referá nossas ações
Com tiranos não combinam
Brasileiros corações
Salve, oh! Rei das campinas
De Cabrito e Pirajá
Nossa pátria hoje livre
Dos tiranos não será
Cresce, oh! Filho de minha alma
Para a pátria defender,
O Brasil já tem jurado
Independência ou morrer.