Síndrome Pibloktoq

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Síndrome Pibloktoq ou histeria ártica é uma síndrome cultural que ocorre exclusivamente em comunidades esquimós do Ártico.[1] Os sintomas incluem histeria, coprofagia, depressão, agitação e atos de obscenidades, acometendo mais as mulheres do que os homens. O ser afetado parece estar possuído por um espírito.[1]

Estudos sugerem que esta síndrome pode estar ligada ao tipo de alimentação de tais povos, pois possuem deficiência de cálcio e excesso de vitamina A.[1]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c LIMA, Eduardo Campos. Existem doenças mentais que só atacam determinados povos? Abril. Página visitada em 12/08/2011.