S.F. Sorrow

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

S.F. Sorrow é o quarto álbum de estúdio lançado em 1968 banda britânica The Pretty Things.

Um dos primeiros álbuns conceituais do rock, S.F. Sorrow foi baseado em um conto do vocalista-guitarrista Phil May. O álbum é estruturado como um ciclo musical, contando a história do protagonista, Sebastian F. Sorrow, e suas experiências de amor, guerra, tragédia, loucura e a desilusão da velhice.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Lado A

  1. "S.F. Sorrow Is Born" – 3:12
  2. "Bracelets of Fingers" – 3:41
  3. "She Says Good Morning" – 3:23
  4. "Private Sorrow" – 3:51
  5. "Balloon Burning" – 3:51
  6. "Death" – 3:05

Lado B

  1. "Baron Saturday" – 4:01
  2. "The Journey" – 2:46
  3. "I See You" – 3:56
  4. "Well of Destiny" – 1:46
  5. "Trust" – 2:49
  6. "Old Man Going" – 3:09
  7. "Loneliest Person" – 1:29

Formação da banda[editar | editar código-fonte]

  • Phil May (vocais)
  • Dick Taylor (guitarra base, vocais)
  • John Povey (órgão, sítara, percussão, vocais)
  • Wally Allen (vulgo Waller) (baixo, guitarra, vocais, instrumentos de sopro, piano)
  • Skip Alan (bateria)
  • Twink (bateria)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.