SCSI

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

i, apagaram as bananas! :)


Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde outubro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disco rígido com tecnologia SCSI Ultra2 multi-mode LVD
Dois conectores SCSI

SCSI (pronuncia-se "scãzi"), sigla de Small Computer System Interface, é uma tecnologia que permite ao usuário conectar uma larga gama de periféricos, tais como discos rígidos, unidades CD-ROM, impressoras e scanners. Características físicas e elétricas de uma interface de entrada e(E/S) projetadas para se conectarem e se comunicarem com dispositivos periféricos são definidas pelo SCSI.

Padrões SCSI[editar | editar código-fonte]

Existe uma grande variedade de padrões de dispositivos SCSI, sendo que estes inicialmente usavam interfaces paralelas. Alguns exemplos: SCSI-1 (barramento de 8 bits, clock de 5 MHz e taxa de transferência de 5 MB/s), Fast SCSI (barramento de 8 bits, clock de 10 MHz e taxa de transferência de 10 MB/s), Ultra SCSI (barramento de 8 bits, clock de 20 MHz e taxa de transferência de 20 MB/s), Ultra2 Wide SCSI (barramento de 16 bits, clock de 40 MHz e taxa de transferência de 80 MB/s) e Ultra-320 SCSI (barramento de 16 bits, clock de 80 MHz DDR e taxa de transferência de 320 MB/s).

SCSI é mais comumente usado em discos rígidos e unidades de fita, mas também pode ser conectado em uma grande gama de dispositivos, incluindo scanners e drivers de CD.

Posteriormente foram também criadas interfaces seriais, como a SSA (Serial Storage Architecture), com taxa de transferência de 40 MB/s e SAS (Serial Attached SCSI) de 300 MB/s, também chamado de SASCSI.

História[editar | editar código-fonte]

A sigla SCSI tem origem em "SASI" ("Shugart Associates System Interface"). Um controlador SASI providenciava uma ponte entre a interface do driver do disco rígido e o computador hospedeiro, porem era necessário ler blocos de data. Os controladores SASI tinham geralmente o tamanho de um driver de disco rígido e eram fisicamente posicionadas no chassis do mesmo.

Larry Boucher é considerado o "pai" do SCSI e SASI graças ao seu pioneiro trabalho primeiramente em Shugart Associates e então em Adaptec.

Desde sua padronização em 1986, SCSI foi comumente usado em computadores com sistema operacional como Amiga, Apple Macintosh e Sun Microsystems. Apple Macintosh decidiu abandonar a versão on-board do SCSI completamente com o Power Mac G3 em 1993. Sun Microsystems mudou vários de seus modelos para a tecnologia de transferência de dados Serial ATA. SCSI nunca foi popular no mundo dos PCs de baixo custo IBM, perdendo para o baixo custo e performance adequada dos modelos ATA de disco rígido. SCSI se tornou comum em produções de vídeo e áudio.

Recente versões de SCSI fogem do padrão antigo e usam comunicação por transferência serial. Mesmo que muito da documentação do SCSI fala sobre interface paralela, a maior parte do desenvolvimento atual se concentra em interfaces do tipo serial. A versão serial do SCSI tem muitas vantagens sobre a versão paralela como: transferência de dados com mais agilidade, Hot swapping e isolação de erros melhorada.

SCSI desbalanceado e diferencial[editar | editar código-fonte]

O SCSI desbalanceado e o diferencial são eletricamente diferentes: você não pode conectar dispositivos e terminadores em ambos. Infelizmente, não é possível diferenciar um do outro só olhando. Você terá que consultar o manual do usuário ou poderá tentar achar na página Web do fabricante. SCSI desbalanceado, a forma mais comum do SCSI, conduz suas transmissões em um único fio. A maior desvantagem do SCSI desbalanceado é o ruído, sinais elétricos aleatórios gerados por componentes de circuito ou por distúrbios naturais que causam corrupção e erro nos dados. O SCSI diferencial conduz sinais em dois fios.

O SCSI diferencial detecta sinais medindo a diferença de tensão entre dois fios. A grande vantagem do SCSI diferencial sobre os SCSI desbalanceados é a distância maior e a alta imunidade ao ruído. O comprimento de um barramento diferencial é de 25 metros, comparado com os 6 metros do SCSI desbalanceado. Se você descobrir que tem dispositivos que não se conectam, os Conversores Diferenciais SCSI podem resolver o problema de modo rápido e fácil. O cabo SCSI não pode ter mais de 6 metros de comprimento do periférico interno até o último periférico externo. O cabo pode ser de 50, 68 ou de 80 vias.

Funcionamento[editar | editar código-fonte]

Para que um dispositivo SCSI funcione em seu computador é necessário ter uma equipamento que realize a interface entre a máquina e o hardware SCSI. Essa interface é chamada de “Host Adapter”.

O máximo de conexões permitidas no padrão SCSI é de 15 dispositivos que são identificados por um código binário, chamado ID SCSI. Só é permitida a transmissão entre dois dispositivos de cada vez.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.