SES Americom

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

SES Americom foi um grande operador de satélite de comunicação comercial entre 2001 e 2009, com base nos Estados Unidos. A empresa foi criada pela RCA Astro Electronics em 1975 sob o nome RCA Americom, em 1986 a General Electric adquiriu a mesma e renomeou-a para GE Americom, a empresa tornou-se em 2001, uma das principais partes da SES S.A.. Em janeiro de 2010, a SES Americom foi transformada na SES World Skies juntamente com a SES New Skies.[1]

Satélites[editar | editar código-fonte]

Satélite Fabricante Data do lançamento Veiculo de lançamento Estado Nota
AMC-1 Lockheed Martin 08 de setembro de 1996 Atlas 2A Ativo Anteriormente conhecido por GE-1
AMC-2 Lockheed Martin 31 de janeiro de 1997 Ariane 44L Ativo Anteriormente conhecido por GE-2
AMC-3 Lockheed Martin 04 de setembro de 1997 Atlas 2AS Ativo Anteriormente conhecido por GE-3
AMC-4 Lockheed Martin 13 de novembro de 1999 Ariane 44L Ativo Anteriormente conhecido por GE-4
AMC-5 Dornier Satellitensysteme (prime)
Aerospatiale (bus)
28 de outubro de 1998 Ariane 44L Ativo Anteriormente conhecido por GE-5
AMC-5R Orbital Sciences Corporation 21 de setembro de 2011 Ariane 5 ECA Ativo Atual SES-2
AMC-5RR Orbital Sciences Corporation 24 de abril de 2010 Proton-M/Briz-M Ativo Anteriormente conhecido por AMC-4R e AMC-1R. Atual SES-1
AMC-6 Lockheed Martin 21 de outubro de 2000 Proton-K/Blok-DM-3 Ativo Também conhecido por GE-6 e Rainbow 2
AMC-7 Lockheed Martin 14 de setembro de 2000 Ariane 5G Ativo Anteriormente conhecido por GE-7
AMC-8 Lockheed Martin 19 de dezembro de 2000 Ariane 5G Também conhecido por GE-8 e Aurora 3
AMC-9 Alcatel Space 06 de junho de 2003 Proton-K/Briz-M Ativo Anteriormente conhecido por GE-12
AMC-10 Lockheed Martin 05 de fevereiro de 2004 Atlas 2AS Ativo Anteriormente conhecido por GE-10
AMC-11 Lockheed Martin 19 de maio de 2004 Atlas 2AS Ativo Anteriormente conhecido por GE-11
AMC-12 Alcatel Space 03 de fevereiro de 2005 Proton-M/Briz-M Ativo Anteriormente denominado de GE-1i e Worldsat 2. Também conhecido por Astra 4A, Star One C12 e NSS-10
AMC-14 Lockheed Martin 14 de março de 2008 Proton-M/Briz-M Vendido Falhou parcialmente. O satélite foi adquirido pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos e está ativo em uma órbita altamente inclinada. Também conhecido por GE-14 e USAT-S1
AMC-15 Lockheed Martin 14 de outubro de 2004 Proton-M/Briz-M Ativo
AMC-16 Lockheed Martin 17 de dezembro de 2004 Atlas-5 Ativo
AMC-18 Lockheed Martin 08 de dezembro de 2006 Ariane 5 ECA Ativo Anteriormente conhecido por GE-11
AMC-21 Alcatel Alenia Space (prime)
Orbital Sciences Corporation
14 de agosto de 2008 Ariane 5 ECA Ativo
AMC-22 Alcatel Space Não foi lançado Cancelado
AMC-23 Alcatel Alenia Space 29 de dezembro de 2005 Proton-M/Briz-M Ativo O satélite foi originalmente encomendado como GE-2i. No início de 2004, o AMC-13 foi transferido para a Worldsat LLC, uma nova subsidiária da SES Americom como Worldsat 3. O original AMC-13 tinha 60 transponders em banda C, mas quando foi transferido para a Worldsat, ele foi alterado para o payload híbrido nas bandas C e Ku com 18 transponders em banda C e 20 em banda Ku. No início de 2005 quando ele era denominado de GE-4i foi renomeado para AMC-23. Em 2007, o satélite ficou com a SAT-GE após ser desmembrada da SES Americom, quando a divisão da General Electric ficou fora da SES. Após esta operação, o satélite foi renomeado para GE-23. A Eutelsat anunciou em junho de 2012, a aquisição do satélite GE-23 da GE-Satellite. O satélite foi então renomeado para Eutelsat 172A[2]
AMC ground spare Orbital Sciences Corporation 15 de julho de 2011 Proton-M/Briz-M Ativo Atual SES-3
Satcom C1 GE AstroSpace 20 de novembro de 1990 Ariane 42P Inativo desde abril de 2005
Satcom C3 GE AstroSpace 10 de setembro de 1992 Ariane 44LP Inativo desde outubro de 2010
Satcom C4 GE AstroSpace 31 de agosto de 1992 Delta-7925 Inativo desde fevereiro de 2007
Satcom K1 RCA Astro Electronics 27 de novembro de 1985 Atlantis Inativo desde fevereiro de 2002

História[editar | editar código-fonte]

A RCA American Communications (RCA Americom) foi fundada em 1975 como um operador de satélites construídos pela RCA Astro Electronics. O primeiro satélite da empresa, o Satcom 1, foi lançado em 12 de dezembro de 1975. O Satcom 1 foi um dos primeiros satélites geoestacionários.

O Satcom 1 foi fundamental para ajudar os canais de TV a cabo no início (como a Superstation TBS e CBN) para tornar-se inicialmente bem sucedida, porque estes canais pode distribuir sua programação para todos os locais através de TV a cabo usando o satélite. Além disso, ele foi o primeiro satélite usado por redes de televisão para transmissão nos Estados Unidos, como ABC, NBC e CBS, para distribuir sua programação para todas as suas estações afiliadas locais. A razão que o Satcom 1 foi tão amplamente utilizado é que ele teve o dobro da capacidade de comunicação do seu concorrente, o Westar 1, (24 transponders em oposição ao Westar 1 que tinha 12), o que resultou numa redução dos custos de utilização de transponder.

Mais 14 satélites Satcom (cada vez mais sofisticados) iria entrar em serviço de 1976 a 1992. Em 1986, a General Electric adquiriu a RCA Americom e rebatizou a unidade para GE American Communications (GE Americom). Em 1996 novos satélites foram nomeados com o prefixo GE, ou seja, GE-1 em 1996, a GE-2, em 1997, etc.

Aquisição da empresa pela SES[editar | editar código-fonte]

Em 2001, a SES Global foi formado pela SES para a aquisição da GE Americom por 4.300 milhões de dólares americanos, que foi concluído em novembro do mesmo ano. A SES Global foi estabelecida como a empresa de gestão do grupo. Com as renomeadas SES Americom e SES Astra como subsidiárias.

Após a aquisição da GE Americom pela SES, todos os satélites anteriormente nomeados com o prefixo GE foram renomeados para AMC (ou seja, o GE-1 foi renomeado para AMC-1, e assim por diante).

O Presidente da nova SES Americom foi Dean Olmstead.[3] Ele deixou a empresa em 2004 e foi sucedido por Edward Horowitz. A SES Americom foi posteriormente colocada sob Robert Bednarek, o presidente da SES New Skies.[4]

Em setembro de 2009, a SES Americom e SES New Skies foram transformada na SES World Skies.[5]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. SES WORLD SKIES Announces Fleet Rebrand (em inglês) SES World Skies. Página visitada em 10 de fevereiro de 2014.
  2. AMC 23 → 23 → GE Eutelsat 172A (em inglês) Gunter's Space Page. Página visitada em 10 de fevereiro de 2014.
  3. Dean Olmstead appointed President and CEO of SES AMERICOM (em inglês) SES WORLD SKIES. Página visitada em 10 de fevereiro de 2014.
  4. SES To Create New Segment Encompassing Two Of Its Satellite Operating Entities (em inglês) SES S.A.. Página visitada em 10 de fevereiro de 2014.
  5. SES AMERICOM-NEW SKIES Satellite Division Re-brands As SES WORLD SKIES (em inglês) SES WORLD SKIES. Página visitada em 10 de fevereiro de 2014.