Sociedade Independente de Comunicação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de SIC (Portugal))
Ir para: navegação, pesquisa
SIC
Sociedade Independente de Comunicação
Tipo Canal de televisão Generalista Privado, em Sinal Aberto (Free-to-Air)
País  Portugal
Fundação 6 de outubro de 1992 (21 anos)
por Francisco Pinto Balsemão
Roberto Marinho
Pertence a Grupo Impresa
Proprietário Grupo Impresa
Presidente Pedro Norton de Matos
Slogan Estamos Juntos!
Audiência 28.1%
Afiliações SIC Notícias
SIC Radical
SIC Mulher
SIC K
SIC Internacional
SIC Caras
Cobertura  Portugal
Países abrangidos pela SIC Internacional
Cobertura internacional Satélite
Países abrangidos pela SIC Internacional
Página oficial http://sic.sapo.pt/
Disponibilidade por satélite
NOS
3
MEO (Satélite)
3
NOS
3
Disponibilidade por cabo
NOS
3
Meo
3
Cabovisão
3
Disponibilidade via ADSL
Meo (ADSL)
3
NOS
3
Vodafone Casa
3

A Sociedade Independente de Comunicação (mas conhecida como SIC) é a primeira estação de televisão portuguesa de carácter privado. As suas emissões iniciaram-se a 6 de Outubro de 1992, tornando-se no terceiro canal generalista.

História[editar | editar código-fonte]

A SIC - Sociedade Independente de Comunicação é uma estação de televisão portuguesa, criada na primavera de 1992, nasceu pouco antes das 16h30 do dia 6 de Outubro desse ano, pondo fim a um serviço exclusivo de 35 anos de televisão estatal, sendo a primeira estação televisiva independente e comercial de Portugal.

O capital da SIC é detido, na sua totalidade, pela Impresa - SGPS, SA, o maior grupo privado de média em Portugal liderado por Francisco Pinto Balsemão, através das suas participadas SOINCOM - SGPS, SA, SOLO - Invest. em Comunicação, SGPS, SA e Media Zoom - Serv. Técnicos e Prod. Multimédia, Lda.

Os sócios fundadores da SIC foram a Jornalgeste, dona do Jornal de Notícias, O Jogo e da Rádio Press; o grupo Lusomundo; a Somicom - detentora de 25% do capital social da SIC, uma associação de empresas compostas pelo grupo Adriano Lucas (detentor dos Diários de Aveiro, de Coimbra e de Leiria), grupo Projornal (O Jornal, Se7e, Jornal de Letras, TSF e Rádio Energia), grupo Impresa de Francisco Pinto Balsemão (Expresso, A Capital, Exame), grupo Impala (Revista Maria, Nova Gente, TV7 Dias), a produtora de vídeo Costa do Castelo, empresa cinematográfica Castello Lopes, e as editoras Porto Editora e Europa-América. Outros fundadores - a TV Globo com 15% do capital; a Interpress; várias sociedades financeiras como o Grupo Mello, Império Seguradora; ainda a Inapa e Universidade Nova de Lisboa.[1]

Logo no ano seguinte, a Pingo Doce, associada à La Pernía e à Castello Lopes Cinemas, passa a deter a gestão da televisão depois de conseguir uma posição de relevo em várias assembleias-gerais.

A gestão da sociedade compete a um Conselho de Administração, que é o seu mais elevado órgão de gestão e a quem compete aprovar as orientações estratégicas da empresa e a uma Comissão Executiva que é responsável pela gestão corrente da sociedade.

Cronologia:

  • 1992 - Início de emissões experimentais na primavera. A 6 de Outubro, nasce a 1ª estação de televisão privada em Portugal.
  • 1995 - A SIC ultrapassou, pela primeira vez, a RTP nas audiências, foi em Maio.
  • 1997 - Início das emissões da SIC Internacional, a 15 de Setembro, com o objectivo de chegar à vasta Comunidade Portuguesa espalhada por todo o mundo, assim como, aos Países de Língua Oficial Portuguesa.
  • 1998 - Criação da SIC Filmes.
  • 2000 - Início das transmissões da SIC Gold.
  • 2001 - Nasceram os canais temáticos: SIC Notícias, que substitui o CNL, SIC Radical e aparece na Internet com a SIC Online.
  • 2003 - A 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, nasceu o canal temático SIC Mulher.
  • 2003 - A 6 de Maio tiveram início as transmissões da SIC Indoor. A 6 de Outubro nasceu o projeto de solidariedade da SIC, a SIC Esperança.
  • 2004 - A 18 de Outubro nasceu a SIC Comédia, em substituição da SIC Gold. Este canal temático assumiu-se como fornecedor de conteúdos de âmbito humorístico para toda a família. A transmissão deste canal terminou a 31 de Dezembro de 2006.
  • 2006 – A GMTS (Global Media Technology Systems) substituiu a SIC Serviços como prestadora de serviços técnicos. No final de 2006, a SIC também entrou no capital da AdTech (Advertising Technologies Comunicação, Multimédia SA).
  • 2007 – Implementação da Bloom Graphics na SIC, com o objectivo de optimizar a resposta à produção de motion graphics dentro da estação.
  • 2007 - A 12 de Julho, em conjunto com Teresa Guilherme Produções, a SIC constituiu a produtora TDN, S.A. – Terra do Nunca Produções. Em Março de 2009, a SIC alienou a totalidade do capital da TDN.
  • 2007 – A 19 de Dezembro, a SIC adquiriu 90% da Dialectus, empresa que presta serviços de tradução, dobragem e legendagem. Em Março de 2009, a SIC alienou a sua participação na Dialectus.
  • 2009 - A 27 de Fevereiro, a SIC assumiu a totalidade do capital da SIC Notícias.
  • 2009 - A 18 de Dezembro, a SIC lança um canal novo, o SIC K. Este é o primeiro canal criado a pensar nos mais novos.
  • 2010 - A SIC estabelece uma parceria com a Rede Globo, para a co-produção de novelas em português. Este é um marco importante para a vida da estação e para a ficção nacional.
  • 2011 - A SIC estabelece uma importante parceria com a Meo, para a criação do canal SIC Especial-Peso Pesado e também para a criação da aplicação interativa Peso Pesado. Qualquer cliente Meo pode assistir a este canal e a esta aplicação no canal 11 da grelha de programas.
  • 2011 - A 6 de Outubro, o 19º aniversário da SIC foi assinalado com a inauguração dos novos estúdios e instalações da Impresa Norte em Matosinhos.
  • 2011 - Laços de Sangue, a primeira produção ao abrigo da parceria estabelecida entre a SIC e a TV Globo, vence prémio internacional para melhor telenovela de 2011 no 39th International Emmy Awards.
  • 2013 - Nasceu dia 6 de Dezembro o canal temático a SIC Caras em Exclusivo o ZON

Na liderança da Direção Geral da SIC estiveram:

  • Emídio Rangel (1992-2001)
  • José Bastos e Silva (2002-2008)
  • Luís Marques (2009-presente)

Na liderança da Direção de Programas da SIC estiveram:

  • Emídio Rangel (acumulação do cargo de Diretor-Geral com o de Programas; 1992-2001)
  • Manuel Fonseca (2001-2005)
  • Francisco Penim (2005-2007)
  • Nuno Santos (2008-2011)
  • Luís Marques (acumulação do cargo de Diretor-Geral com o de Programas; 2011-2013)
  • Luís Proença (2013-presente).

O seu Conselho de Administração é liderado por Pedro Norton, desde 2012 presidente do Grupo Impresa.

Direção da SIC[editar | editar código-fonte]

Programas[editar | editar código-fonte]

Informação[editar | editar código-fonte]

Equipa[editar | editar código-fonte]

Apresentadores[editar | editar código-fonte]

Jornalistas[editar | editar código-fonte]

Produção/ficção nacional[editar | editar código-fonte]

A SIC sempre apostou na ficção nacional, durante a primeira década do canal a aposta recaía principalmente em série nacionais como Médico de Família, Fura-Vidas, entre outras. No ano de 2001 a SIC estreou a sua primeira telenovela portuguesa, Ganância, e depois seguiram-se mais três telenovelas portuguesas pela mão do então director de programas do canal, Manuel Fonseca, mas sem sucesso a nível de audiências. No ano de 2006 Francisco Penim torna-se diretor de programas e volta a apostar na ficção nacional estreando entre outras produções Floribella, que foi até ao momento a telenovela com mais audiências da SIC. Em 2008 Nuno Santos, torna-se diretor de programas e aposta em telenovelas originais para conquistar audiências e aos poucos as telenovelas originais da SIC têm conquistado cada vez mais espectadores. Para além de série e novelas a SIC no ano de 1998 fundou a SIC Filmes que produziu vários tele-filmes, entre os quais destaque para Amo-te Teresa, Querida Mãe, Facas e Anjos ou A Noiva, entre muitos outros. No ano de 2010 estabelece uma parceria com a brasileira Rede Globo, para a co-produção de novelas em Portugal.

Telenovelas nacionais[editar | editar código-fonte]

  • 2001Ganância, autoria de Marilúcia Abreu e Francisco Nicholson (150 episódios)
  • 2002Fúria de Viver, adaptada pela Endemol de um original italiano (172 episódios)
  • 2002-2003O Olhar da Serpente, autoria de Felícia Cabrita e Francisco Nicholson com colaboração de Lúcia Feitosa, Vera Sacramento e Sara Rodrigues (150 episódios)
  • 2004-2006O Jogo, autoria de Helena Amaral e Isabel Frausto (150 episódios)
  • 2006-2008Floribella, adaptação do original argentino Floricienta (409 episódios) -
  • 2006-2007Jura, adaptação do original chileno (107 episódios)
  • 2007Vingança, adaptação do original argentino Montecristo (234 episódios) - (em exibição)
  • 2007-2008Chiquititas, adaptação do original argentino (217 episódios)
  • 2007-2008Resistirei, adaptação do original argentino Resistiré (197 episódios)
  • 2008-2009Podia Acabar o Mundo, autoria de Manuel Arouca (181 episódios)
  • 2008-2009Rebelde Way, adaptação do original argentino (221 episódios)
  • 2009-2010Perfeito Coração, autoria de Pedro Lopes (167 episódios)
  • 2010-2012Lua Vermelha, autoria da SP Televisão (312 episódios)
  • 2010-2011Laços de Sangue, Pedro Lopes com supervisão de Aguinaldo Silva, uma co-produção TV Globo (322 episódios)
  • 2011-2012 - Rosa Fogo, autoria de Patrícia Muller para a SP Televisão (225 episódios)
  • 2012-2013 - Dancin' Days, autoria de Pedro Lopes produzida e executada por SP Televisão, uma co-produção TV Globo - (330 episódios)
  • 2013-2014 - Sol de Inverno, autoria de Pedro Lopes - (280 episódios)
  • 2014-2015 - Mar Salgado, autoria de Inês Gomes

Séries nacionais[editar | editar código-fonte]

Sitcoms[editar | editar código-fonte]

Minisséries nacionais[editar | editar código-fonte]

Produção/ficção estrangeira[editar | editar código-fonte]

Telenovelas brasileiras[editar | editar código-fonte]

Telenovela venezuelana[editar | editar código-fonte]

Telenovela argentina[editar | editar código-fonte]

Telenovela uruguaia[editar | editar código-fonte]

Séries internacionais[editar | editar código-fonte]

Talk-shows diários[editar | editar código-fonte]

Em 1998 a SIC estreou Fátima Lopes um programa diário que passava há tarde e ainda durante algum tempo de manhã e que era apresentado por a apresentadora com o mesmo nome do programa. O programa tinha um tema por dia e vários convidados em estúdio. O programa Fátima Lopes terminou a 2 de Fevereiro de 2001. SIC 10 Horas foi o primeiro talk show das manhãs da SIC e estreou a 22 de Fevereiro de 1999. Foi primeiro apresentado por Júlia Pinheiro e depois por Fátima Lopes e terminou em 2005 dando lugar ao Fátima com Fátima Lopes. Em 2001 a SIC estreou Noites Marcianas um talk show adaptado de um formato espanhol e que era transmitido diariamente á noite apresentado por Carlos Cruz e depois por Júlia Pinheiro e que terminou no final desse ano. A 7 de Janeiro de 2002 a SIC estreou Às Duas por Três que teve como primeiros apresentadores Júlia Pinheiro, Henrique Mendes e Fernanda Freitas sendo substituídos depois por outros apresentadores ou por motivos de doença ou porque aceitaram outros desafios profissionais. O Às Duas por Três terminou no final de 2005 e em Janeiro de 2006 estreou Contacto que foi apresentado quase todo o seu tempo de exibição por a dupla Rita Ferro Rodrigues e Nuno Graciano. Em Junho de 2009 o Fátima e o Contacto chegam ao fim e durante o Verão desse ano ano a SIC emitiu SIC ao Vivo apresentado por vários apresentadores da SIC e que percorreu todo o país. Em Setembro desse ano a SIC estreou os novos programas das manhãs e tardes Companhia das Manhãs apresentado por a dupla Rita Ferro Rodrigues e Francisco Menezes e o Vida Nova com Fátima Lopes. Em Julho de 2010 Fátima Lopes sai da SIC para a TVI e José Figueiras substitui a apresentadora até Setembro desse ano altura em que estreia Boa Tarde com Conceição Lino e que ainda está em exibição. Em Março de 2011 o Companhia das Manhãs foi substituído por o Querida Júlia que marcava o regresso de Júlia Pinheiro à SIC. A 31 Janeiro de 2014 o Querida Júlia teve a sua ultima emissão, sendo substituído pelo Queridas Manhãs, que estreou a 3 de Fevereiro de 2014 com a dupla Júlia Pinheiro e João Paulo Rodrigues.

Outros talk shows[editar | editar código-fonte]

Concursos[editar | editar código-fonte]

Reality shows/Talent shows[editar | editar código-fonte]

1993-2000
2001
2002
2003
2004
2005
2006
2007
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014

Informação[editar | editar código-fonte]

Desportivos[editar | editar código-fonte]

Infanto-juvenil[editar | editar código-fonte]

  • 1994-2002 - Buéréré (Ana Marques/Ana Malhoa)
  • 1996-1998 - Super Buéréré (Ana Malhoa)
  • 1999-2005 - Dá-lhe Gás
  • 1999-2001 - Zip Zap
  • 2001-2002 - SIC a Abrir
  • 2001-2002 - SIC Altamente
  • 2001- presente - Disney Kids
  • 2002-2004 - Totil Total
  • 2002-2004 - Fun Totil
  • 2002-2006 - Iô-Iô (Marisa Cruz)
  • 2006-2011 - SIC Kids
  • 2008-2009 - Lucy
  • 2009-2010 - Mar Azul
  • 2009-2011 - H2O
  • 2009-2011 - O Mundo de Patty
  • 2012 - As Surfistas do Outro o Mundo
  • 2012 - Tower Prep
  • 2012-2013 - Dance!
  • 2013 - Os Protegidos (Substituiu Dance)
  • 2013 - A Casa de Anubis (apenas a 1ª Temporada, substituiu Os Protegidos)
  • 2013-2014 - H2O: A Ilha de Mako (Substituiu A Casa de Anubis)
  • 2013-2014 - Os Aliados
  • 2013-2014 - Os Dragões: O Esquadrão de Berk

Outros[editar | editar código-fonte]

  • 1993 - Encontros Imediatos - (Maria Vieira)
  • 1993 - Segredos (Helena Sacadura Cabral)
  • 1994-1995 - Na Cama Com... - (Alexandra Lencastre)
  • 1994-2000 – Muita Lôco – (José Figueiras)
  • 2002 – O Maravilhoso destino de Diácono Remédios – (Herman José)
  • 2003 – Campeões Nacionais – (João Baião, Silvia Alberto, Marisa Cruz, Liliana Campos e Jorge Gomes)
  • 2003-2007 - Êxtase - (Silvia Alberto)
  • 2004-2006 - K7 Pirata - (Nilton)
  • 2005-presente – Cartaz Cultural
  • 2005 – Juras de Amor
  • 2003-2006 – Levanta-te e Ri (Marco Horácio)
  • 2006-presente – Etnias - Sábados por volta das 05:55
  • 2008-presente – Episódio EspecialSábados (Ricardo Pereira e Sofia Cerveira)
  • 2008-presente – Fama ShowSábados (Liliana Campos, Cláudia Borges, Rita Andrade, Andreia Rodrigues, Iva Lamarão, Laura Figueiredo, Vanessa Oliveira e Orsi Fehér)
  • 2008-2010 – Não Há Crise! – (Nuno Graciano)
  • 2009 – Zé Carlos
  • 2009-presente – Alta DefiniçãoSábados (Daniel Oliveira)
  • 2009 – Tá a Gravar – (Carolina Patrocínio e Pedro Miguel Ramos)
  • 2009 – Gato Fedorento Esmiúça os Sufrágios
  • 2010 – O Regresso dos Incríveis - Especial sobre a Seleção
  • 2010-presente – Os Segredos da Magia
  • 2011 – O Encantador de Cães
  • 2011-2012 – Cuidado com elas
  • 2011-presente – Totoloto
  • 2011-2014 – Gosto Disto - (Andreia Rodrigues e César Mourão)
  • 2012-presente – Minutos Mágicos - (em pausa)
  • 2013 – Sábado à Luta
  • 2013 – Não Há Crise! – (João Ricardo e Rita Andrade)
  • 2014 – Os Vídeos Mais Loucos do Guiness World Records (João Ricardo e Rita Andrade)

Documentários[editar | editar código-fonte]

  • 1995-presente - BBC Vida Selvagem
  • 1995-2013 - O Nosso Mundo
  • 2013 - Mundo de Selvagem
  • 2013-2014 - SOS Animal

Eventos SIC[editar | editar código-fonte]

  • 1995-presente - Globos de Ouro
  • 1997 - A SIC no País do Natal
  • 1997 - As Mais Belas Canções de Natal
  • 2001 - 2010 - Circo de Natal SIC
  • 2002 - Corrida de Touros SIC
  • 2003 - Querida Mãe
  • 2004 - Gala: “Anos 60 Numa Noite de Verão”
  • 2004 - Cerimónia do Casamento de Felipe de Espanha
  • 2005 - Casamento Real de Carlos e Camila de Inglaterra
  • 2005 - 2008/2013 - Natal das Prisões
  • 2008 - Grande Corrida Caras
  • 2008 - O Melhor do Mundo
  • 2008 - 2010 - Natal de Esperança
  • 2010 - Gala Uma Flor Para a Madeira
  • 2010 - Gala de Natal SIC
  • 2011 - Querida Júlia - Especial Casamento Real do príncipe William e Kate Middleton de Inglaterra (Júlia Pinheiro)
  • 2012/2013/2014 - SEVEN Vila Moura - Festa de Verão
  • 2013 - Olé! (Bárbara Guimarães e José Figueiras)

Especiais aniversário SIC[editar | editar código-fonte]

  • 1993 - SIC 1 Ano
  • 1994 - As Nossas Estrelas
  • 1995 - SIC 3 Anos
  • 1996 - SIC 4 Anos
  • 1997 - 5.º Aniversário SIC
  • 1998 - SIC 6 Anos
  • 1999 - SIC 7 Anos
  • 2000 - SIC 8 Anos
  • 2001 - Mundo VIP - Especial Aniversário
  • 2001 - Noite Especial de Aniversário
  • 2002 - SIC Contra SIC
  • 2002 - Herman SIC (Como convidado Francisco Pinto Balsemão)
  • 2003 - SIC Onze Anos
  • 2004 - Gala do Aniversário dos 12 Anos SIC
  • 2005 - SIC 10 Horas: Especial 13º Aniversário
  • 2005 - Gala 13, o Número do Futuro
  • 2006 - Parada SIC 14 Anos
  • 2007 - Parada SIC 15 Anos
  • 2007 - SIC 15 Anos
  • 2008 - Apanhados na SIC
  • 2009 - Estamos Juntos!
  • 2010 - Parabéns a Você
  • 2011 - SIC 19 Anos
  • 2012 - SIC 20 Anos
  • 2012 - Gala SIC 20 anos
  • 2013 - SIC em Festa

Filmes SIC[editar | editar código-fonte]

Programas de êxito[editar | editar código-fonte]

Durante os anos 90 a SIC exibiu vários programas, como o Big Show SIC que estreou em 1995 apresentado por o João Baião e Roda dos Milhões que estreou em 1998 e foi apresentado por Jorge Gabriel ou a serie Médico de Família estreada em 1997. Em 2000 e 2001 vários programas do canal chegaram ao fim como Médico de Família, Ponto de Encontro, Fátima Lopes, Roda dos Milhões ou Big Show SIC. Em 2004, começa a ser transmitido o programa Levanta-te e Ri que teve um enorme sucesso no panorama português e foi líder de audiências depois do horário nobre. A 31 de Julho de 2006, o programa despede-se da televisão portuguesa depois de Francisco Penim, diretor de programas da altura o ter cancelado. Penim foi + tarde despedido mas o programa não voltou à antena.

Slogans[editar | editar código-fonte]

  • 1992-1996 - Mais Televisão!
  • 1997-2001 - A Televisão para todos os Portugueses!
  • 2002-2006 - Veja Com os Seus Próprios Olhos!
  • 2007-2008 - Mais do Que Uma Televisão!
  • 2008- A SIC mais perto de si!
  • 2008 - ATUAL - Estamos Juntos!
  • 2012 - ESPECIAL: SIC 20 anos - Crescemos Juntos!

Canais SIC[editar | editar código-fonte]

Descrição
SIC Notícias: A SIC Notícias é o canal de televisão por cabo da SIC dedicado exclusivamente à informação.

Com três grandes blocos de informação diários moderados pelos jornalistas mais conhecidos da estação, a SIC Notícias pretende responder ao público exigente que procura estar sempre informado. Para quem pretende aprofundar os seus conhecimentos em temáticas específicas, a SIC Notícias oferece também edições especiais, programas temáticos ou entrevistas sobre Economia, Saúde, Espetáculo, Moda ou Desporto. E ao fim-de-semana pode ver um noticiário de média e longa duração para digerir, ao ritmo de Sábado e Domingo, a informação. O diretor da SIC NOTÍCIAS é : António José Teixeira (atual subdiretor de informação da SIC)

SIC Mulher: É um canal temático destinado ao público feminino com magazines, talk-shows, ficção e reality-shows nacionais e internacionais. Apesar de o público alvo deste canal ser o público feminino tem programas que agradam tanto a mulheres como a homens. A diretora da SIC MULHER é :Sofia de Carvalho
SIC Radical: Neste canal pode ver as melhores séries, programas de humor nacionais e internacionais, desenhos animados de referência ou programas de crítica social. O público alvo deste canal é o dos 15-34 anos. O diretor da SIC RADICAL é : Pedro Boucherie Mendes
SIC K: É o canal infantil/juvenil da SIC. O canal foi pensado exclusivamente para crianças e jovens entre os sete e os quatorze anos. O canal tem uma grelha variada com desenhos animados, magazines nacionais e internacionais, ficção nacional e séries de live action. O diretor da SIC K é : Pedro Boucherie Mendes
SIC Caras: É o canal temático centra-se no entretenimento e celebridades com grande aposta nos magazines nacionais e internacionais da atualidade, cinema, música e nos conteúdos relacionados com o mundo do espetáculo e a vidas dos famosos. A sua programação conta com talk shows, reportagens, análises, notícias de entretenimento, entrevistas, debates, talent shows, séries, filmes, eventos especiais, etc. O diretor da SIC Caras é : Daniel Oliveira
SIC Internacional: Um canal dedicado aos portugueses espalhados pelo mundo e aos Países de Língua Oficial Portuguesa.

Em qualquer parte da Europa, América, África, Ásia e Oceania pode ver os programas de informação, desporto, entretenimento que passam na SIC generalista. A SIC Internacional, com uma emissão de 24 horas por dia, consegue levar a atualidade portuguesa àqueles que estão longe, quebrando assim a distância que os separa. O diretor da SIC Internacional é[3] Luís Marques (diretor-geral da SIC)

Logótipo[editar | editar código-fonte]

O logótipo da SIC, foi inicialmente desenvolvido por Hans Donner. Com o passar dos anos, o logótipo tem vindo a evoluir até chegar à sua forma presente, com a argola menos inclinada, as cores mais escurecidas, mais brilhantes e com animação, tal como os logótipos da RTP1 e da TVI.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sociedade Independente de Comunicação