SM-70

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
SM-70 exposto no museu do Posto de Observação Alpha, na antiga fronteira interna alemã.

SM-70 (Splittermine Modell 1970) era o nome de um dispositivo da Alemanha Oriental colocado nas vedações da fronteira interna alemã e que consistia numa mina antipessoal desenvolvida especificamente para combater a "Republikflucht" (deserção) pela fronteira interna alemã (Grenze).[1] [2] [3]

Foi colocada pela primeira vez em 1970 e existem rumores de que terá sido moldada a partir de um desenho da SS destinado a campos de concentração[1] . As minas tinham forma de cone, e eram armadilhadas e colocadas ao longo da parede de malha de metal. Em alguns casos eram montadas diretamente na própria vedação, com a intenção de matar quem ilegalmente tentasse escalá-la.

Referências

  1. a b Rottman, Gordon L. In: Gordon L. The Berlin Wall and the Intra-German Border, 1961-89. OxfordOsprey, 2008. p. 21. OCLC 176832534 ISBN 9781846031939 Página visitada em 2009-05-21.
  2. Honecker, Erich (1974-05-06). Protokoll der 45. Sitzung des Nationalen Verteidungsrates der DDR am 03.05.1974 (PDF) (em german). Chronik der Mauer. Zentrum für Zeithistorische Forschung e.V., Bundeszentrale für politische Bildung, Deutschlandradio. Página visitada em 2009-06-28.
  3. Stacy, William E. US Army border operations in Germany, 1945-1983. Heidelberg: Headquarters, US Army, Europe and 7th Army, Military History Office, 1984. 184–189 p. GSM 5-1-84
    OCLC 53275935 Página visitada em 2009-06-28.