SMD

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Semi Metalic Disc
Tipo de mídia
Disco óptico

SMD.jpg
Foto de um SMD
Uso em Armazenamento de áudio e vídeo
Capacidade ~650 MB / 64 min. e 00 seg. de áudio
Mecanismo de leitura 780 nm de onda laser semicondutora
Dimensões 12 cm de diâmetro (tamanho comum universal)


O SMD, iniciais de Semi Metalic Disc, é um formato de áudio que pode armazenar até 64 minutos de música com a mesma qualidade de um CD convencional. Embora seja produzido com tecnologia diferente, o SMD pode ser reproduzido em qualquer tocador de CDs convencional.[1] .

A tecnologia, desenvolvida no Brasil, inventada por Ralf da dupla Chrystian & Ralf, está sendo usada para combater a pirataria fonográfica, já que o SMD tem um custo 30% menor que o do CD comum.[2]

Em 2007, a empresa Microservice firmou um acordo com a Ralf Produções. Assim, até 2027, a Microservice será a única empresa do mundo com direito a fabricar este tipo de mídia[3] .

Referências

  1. Redação Portal SMD. SMD - Semi Metalic Disc Portal SMD. Página visitada em 17 de abril de 2013.
  2. Fredson Wander. SMD – Uma boa alternativa para o lugar do CD, criado por um brasileiro Amigo Informática.com. Página visitada em 17 de abril de 2013.
  3. portalsmd.com.br/ Microservice e Ralf fecham acordo para produção de SMDs no Brasil

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Tecnologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.