STS-51-D

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
STS-51-D
Insígnia da missão
Estatísticas da missão
Espaçonave Discovery
Lançamento 12 de Abril de 1985, 8:59:05 a.m. EST
39-A
Aterrissagem 19 de Abril de 1985, 8:54:28 a.m. EST
-
Órbitas 110
Duração 6 dias, 23 horas, 55 minutos, 23 segundos
Altitude orbital 285 milhas náuticas (528 km)
Inclinação orbital 28,5 graus
Distância percorrida 2 889 785 milhas (4 650 658 km)
Imagem da tripulação
Atrás E-D: Griggs, Walker, Garn Na frente E-D: Bobko, Williams, Seddon, Hoffman
Atrás E-D: Griggs, Walker, Garn
Na frente E-D: Bobko, Williams, Seddon, Hoffman
Navegação
Último
Último
STS-51-C
STS-51-B
Próximo
Próximo

A STS 51-D foi a décima-sexta missão do programa do ônibus espacial e a quarta missão da Discovery. Ela levou pela primeira vez ao espaço, como integrante da tripulação e especialista de carga, um representante do Congresso dos Estados Unidos.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Parâmetros da missão[editar | editar código-fonte]

Caminhada no espaço[editar | editar código-fonte]

Principais fatos[editar | editar código-fonte]

O satélite de comunicações TELESAT-l (Anik C1) foi lançado, acoplato no motor Payload Assist Module (PAM-D). o SYNCOM IV-3 (também conhecido como LEASAT-3) foi lançado, porém o sequenciador da nave falhou em iniciar o lançamento da antena, o giro e ignição do motor de perigeu. A missão estendeu-se por dois dias para fazer o sequenciador iniciar o nivelamento na posição correta.

Griggs e Hoffman realizaram uma caminhada no espaço para prender os dispositivos Flyswatter no sistema de manipulação remota. Seddon iniciou o nivelamento do LEASAT usando o sistema de manipulação remota porém a sequência de lançamento a seguir não começou. Outras carga incluíam: Sistema de Fluxo de Eletroforese Contínuo (CFES) III, voando pela sexta vez; dois experimentos de estudantes; American Flight Echocardiograph (AFE); dois Getaway Specials; Experimentos de Particionamento de Fase (PPE); teste de verificação de fotografia astronômica; experimentos médicos e "brinquedos no espaço," um estudo informal do comportamento de simples brinquedos em ambientes de microgravidade, cujos resultados se tornaram disponíveis para os estudantes. Um extensivo dano nos freios e pneus queimados deixados na pista durante a aterrissagem fizeram com que as futuras aterrissagens fossem feitas na Edwards Air Force Base until até a implementação de direção nas rodas da frente.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre STS-51-D
Precedido por
STS-51-C
Programa de Ônibus espaciais
Sucedido por
STS-51-B