STS-51-I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
STS-51-I
Insígnia da missão
Estatísticas da missão
Espaçonave Discovery
Lançamento 27 de Agosto de 1985, 6:58:01 a.m. EDT.
39-A
Aterrissagem 3 de Setembro de 1985, 6:15:43 a.m. PDT,
-
Órbitas 111
Duração 7 dias, 2 horas, 17 minutos, 42 segundos
Altitude orbital 242 milhas náuticas (448 km)
Inclinação orbital 28,45 graus
Distância percorrida 2 919 576 milhas (4 698 602 km)
Imagem da tripulação
Na frente E-D: Engle, Covey, Atrás E-D: van Hoften, Lounge, Fisher
Na frente E-D: Engle, Covey, Atrás E-D: van Hoften, Lounge, Fisher
Último
Último
Próximo
Próximo

STS-51-I foi uma missão do ônibus espacial Discovery, lançada em 27 de agosto de 1985, que colocou três satélites de comunicações em órbita.

Tripulação[editar | editar código-fonte]

Parâmetros da missão[editar | editar código-fonte]

Caminhadas no espaço[editar | editar código-fonte]

Principais fatos[editar | editar código-fonte]

O Discovery voou na vigésima missão de um ônibus espacial com seu lançamento às 6:58 a.m. EDT de 27 de Agosto de 1985. Duas tentativas de lançamento mais recentes, uma em 24 de Agosto e outra em 25 de Agosto foram canceladas devido ao mal tempo e também o computador de órbita de backup apresentou uma falha e teve que ser substituído. O lançamento bem-sucedido em 27 de Agosto ocorreu pouco antes de uma tempestade ter atingido a área de lançamento.

O grupo de cinco astronautas incluía Joe Engle como comandante; Richard Covey como piloto e os três especialistas da missão, James van Hoften, John Lounge e William Fisher. A sua missão primária era lançar três satélites de comunicação e reparar o IV-3 que havia sido lançado durante a missão STS-51-D em Abril de 1985 e entrou em mal-funcionamento. Em adição, um experimento com processamento de materiais foi realizado.

Os três satélites de comunicação incluíam o Aussat A1, um satélite de multiplo-propósito da Austrália; o ASC-1, posse e operado pela American Satellite Co. ; e o IV-4 (também conhecido por Leasat 4) alugado ao Departamento de Defesa dos Estados Unidos pelo seu construtor, a Hughes Co. Ambos Aussat A1 e ASC-1 foram lançados no dia do lançamento, 27 de Agosto. O IV-4, foi lançado dois dias depois. Todos os três atingiram suas órbitas geossíncronas próprias e se tornaram operacionais.

No quinto dia da missão, os astronautas Fisher e van Hoften começaram os serviços de reparo do IV-3 seguindo uma manobra de acoplamento bem sucedida com o Discovery. O trabalho se tornou mais demorado devido a um problema com a junta do cotovelo do RMS. Após uma segunda EVA por Fisher e van Hoften, a alavanca foi consertada, permitindo comandos do controle em terra para ativar os sistemas da nave espacial e eventualmente envia-la para sua órbita geossíncrona correta. O EVA durou 11 horas e 27 minutos.

A aterrissagem ocorreu na Runway 23 no Edwards AFB às 6:16 a.m. PDT em 3 de Setembro. O voo durou 7 dias, 2 horas, 18 minutos e 42 segundos, completando 111 órbitas ao redor da Terra.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre STS-51-I
Precedido por
STS-51-F
Programa de Ônibus espaciais
Sucedido por
STS-51-J