S longo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um s longo em itálico utilizado na palavra 'Congress' na Declaração dos Direitos dos Estados Unidos da América.

O s longo (ſ) é uma forma do "s" minúsculo, originalmente utilizado onde o "s" ocorria no meio ou no começo de uma palavra como, por exemplo, ſonoroſos ("sonorosos"). A representação em letra de forma do "s" como conhecida atualmente era chamada de "s curto".

História[editar | editar código-fonte]

S longo em serif e em sans serif

O "s" longo é derivado da antiga letra cursiva medieval romana que era muito semelhante a um "sinal de visto" (✓) alongado. Quando a distinção entre maiúsculas e minúsculas foi estabelecida no final do século VIII, ele desenvolveu uma forma mais vertical[1] . Nesse período, o s longo era ocasionalmente utilizado no final de palavras, uma prática logo abandonada, mas ocasionalmente reavivada nas publicações italianas entre 1465 e 1480 (aproximadamente). O s curto também era normalmente utilizado na combinação "sf", por exemplo, em "ſatisfacção". Na escrita alemã em Fraktur, as regras são mais complicadas: o s curto aparece também no final de elementos distintos dentro de uma palavra.

Uso moderno[editar | editar código-fonte]

S longo em Berlim, 2002. Na placa está escrito "Cycle Design".
\int_a^b

O "s" longo permanece ainda hoje, em sua forma alongada, como o símbolo integral utilizada no Cálculo; Gottfried Wilhelm von Leibniz baseou esse símbolo na palavra latina summa (soma), que era escrita como ſumma. Tal uso aparece pela primeira vez no artigo De Geometria, publicado no Acta Eruditorum de julho de 1686,[2] embora tenha sido utilizado em manuscritos particulares desde, pelo menos, 1675.[3]

Em linguística um glifo similar (ʃ) (chamado "esh") é utilizado no Alfabeto Fonético Internacional.

O s longo é representado em Unicode pelo sinal U+017F, e pode ser represetnado em HTML como ſ ou ſ.

Referências

  1. Lyn Davies. A Is for Ox, London: 2006. Folio Society.
  2. Mathematics and its History, John Stillwell, Springer 1989, p. 110
  3. Early Mathematical Manuscripts of Leibniz, J. M. Child, Open Court Publishing Co., 1920, pp. 73–74, 80.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre S longo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]