Sabá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sabá (português brasileiro) ou sabat (português europeu) é o dia semanal de descanso e/ou tempo de adoração que é observado em diversas crenças. O termo deriva do hebraico shabat (שבת), "cessar", que foi pela primeira vez usado no relato bíblico do sétimo dia da Criação.1 A observância e lembrança do sabá é um dos Dez Mandamentos (o quarto na tradição original judaica, a cristã ortodoxa e maioria das tradições protestantes, o terceiro nas tradições luterana).2 Muitos pontos de vista e definições cresceram ao longo do tempo: o termo foi usado para descrever uma observância semanal similar em qualquer das várias outras crenças; a nova lua; qualquer dos sete festivais anuais no judaísmo e algumas tradições cristãs; qualquer um dos oito festivais anuais em Wicca (geralmente "sabá"); e um ano de descanso em uso religioso ou secular, originalmente a cada sétimo ano.3

Referências

  1. Ex 16,23; 31,15; 35,2; Lev 16,21; 23,3.24.32.39; dazu Erich Spier: Der Sabbat, Berlin 1989, S. 12
  2. Gerhard F. Hasel: Artikel Sabbath, in: David Noel Freedman (Hrsg.): The Anchor Bible Dictionary, Band 5, New York 1992, S. 849f.
  3. David S. Katz: Sabbath and Sectarianism in Seventeenth-Century England, Brill Academic Publications, Leiden 1988, ISBN 90-04-08754-0

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.