Associação Social e Esportiva Sada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Sada Cruzeiro Vôlei)
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Sada Cruzeiro Vôlei
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
Sada cruzeiro.png
Nome fantasia Sada Cruzeiro
Alcunhas Cruzeiro
Guerreiros das Quadras
Celeste
Cores Azul e Branco
Mascote Raposa
Informações da equipe
Cidade Minas Gerais Belo Horizonte
País  Brasil
Liga Gold medal world centered-2.svg Mundial de Clubes
Flags of the Union of South American Nations.gif Sul-Americano
Brasil Superliga - Série A
Brasil Copa Brasil
Minas Gerais Mineiro
Fundação 2006
Ginásio Poliesportivo do Riacho
(Capacidade: 2.100)
Poliesportivo Divino Braga
(Capacidade: 6.000)
Presidente Itália Vittorio Medioli
Técnico Argentina Marcelo Mendez
Material esportivo Brasil Olympikus
Patrocinadores Brasil Sada
Brasil Amil
Brasil Deva Iveco
Itália OMR
Resultados
Mundial de Clubes 2015
Sul-Americano de Clubes 2015
Superliga - Série A 2014-15
Copa Brasil de Voleibol 2015
Campeonato Mineiro 2014
A disputar.
A disputar.
A disputar.
A disputar.
A disputar.
Títulos conquistados Mundial de Clubes (2013)
Sul-Americano de Clubes (2012 e 2014)
Torneio de Irvine (2010 e 2011)
Superliga - Série A (2011-12 e 2013-14)
Copa Brasil de Voleibol (2014)
Copa Santa Catarina (2010)
Taça Cidade Vitória (2007)
Copa Bento (2008 e 2009)
Campeonato Mineiro (5 vezes)
Uniformes
Kit left arm.png Kit body.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Mandante
Kit left arm.png Kit body.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Visitante
Kit left arm.png Kit body unknown.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Líbero
[SadaCruzeiro.com.br Página oficial da equipe]

O Sada Cruzeiro Vôlei é um time de voleibol masculino brasileiro, com sede em Belo Horizonte, que realiza suas partidas como mandante no Ginásio Poliesportivo do Riacho, localizado na cidade de Contagem, no estado de Minas Gerais. É o atual campeão do Sul-Americano de Clubes (2013-14), da Copa Brasil de Voleibol (2013-14), do Campeonato Mineiro (2013-14) e da Superliga - Série A (2013-14), a liga nacional do voleibol brasileiro.

Também foi campeão da Superliga - Série A (2011-12) e do Sul-Americano de Clubes (2011-12). Em 2013, foi vice-campeão da Superliga - Série A (2012-13) e o primeiro clube não italiano a conquistar o título do Mundial de Clubes de Voleibol.[1] Conquistando, assim, os títulos honorários de Tríplice Coroa (na temporada 2011-12) e de Quíntupla Coroa (na temporada 2013-14). Se tornando o maior vencedor dos clubes brasileiros de voleibol.

Outras conquitas do Sada Cruzeiro Vôlei foram: o Torneio Internacional de Voleibol de Irvine/EUA (2009-10 e 2010-11), a Taça Cidade Vitória (2006-07), a Copa Bento (2007-08 e 2008-09), a Copa Santa Catarina (2009-10) e Campeonato Mineiro de Voleibol (2008-09, 2010-11, 2011-12, 2012-13 e 2013-14). Além de diversos títulos conquistados nas categorias de base (juvenil e infanto-juvenil).

Em 2013, o Sada Cruzeiro Vôlei criou o seu time B: o "Sada Funec Contagem", composto pelos melhores atletas das categorias de base (juvenil e infanto), garotos selecionados entre os quase 800 alunos que atuam nas escolinhas de vôlei e projetos sociais do clube. A missão do Sada Funec Contagem era disputar a Superliga - Série B (2013-14), a segunda divisão da liga nacional, para agregar experiência. Mas mesmo competindo contra clubes de atletas adultos, os garotos surpreenderam e após realizarem a melhor campanha da primeira fase, chegaram a final da competição! Mas foram impedidos de jogar em razão de decisão do STJD.

A temporada 2013-14 foi a mais vitoriosa da equipe, que elevou a média de conquistas a um patamar surpreendente: foram 12 títulos em 16 campeonatos disputados nos últimos quatro anos. Sendo vice-campeão em três dos outros quatro (Mundial de Clubes de 2012, Superliga - Série A nas temporadas 2012-13 e 2010-11), ou seja, foram 15 finais consecutivas em 16 campeonatos disputados! Mas, além das estatísticas, tal temporada foi marcada por conquistas inigualáveis, seja pelo grau de dificuldade das competições ou pela genialidade com a qual o escrete celeste vez da temporada 2013-14 a sua Temporada Suprema, ao acumular todos os títulos possíveis em uma temporada, sendo campeão de tudo!

História[editar | editar código-fonte]

Fundação e Primeiras Conquistas[editar | editar código-fonte]

A Associação Esportiva Sada Vôlei foi fundada no ano de 2006, por meio da parceria entre a Prefeitura de Betim e o Grupo Sada, o patrocinador master do clube. Sua primeira conquista foi a Taça Cidade Vitória (2006). Após ser vice-campeão do Campeonato Mineiro, ainda em 2006, foi terceiro colocado na Liga Nacional, se credenciando para disputar sua primeira Superliga - Série A na temporada 2006-07.[2]

Sendo a equipe com a maior média de público nos jogos desta Superliga, chegando a 4.500 torcedores. Apesar da recente fundação, a equipe terminou o campeonato na sexta colocação, no total de quinze equipes, em 2007. No mesmo ano foi campeão da Copa Bento, terceiro na Copa Brasil e quarto na Copa Mercosul.

Em 2008, o Grupo Sada passou a investir também nas categorias de base da equipe e hoje é responsável por toda a gerência, através da Associação Esportiva Sada Vôlei. As equipes Juvenil e Infanto-juvenil conquistaram vários títulos desde então. Na Superliga - Série A, temporada 2007-08, terminou na quinta colocação. Ainda em 2008, conquistou o Campeonato Mineiro pela primeira vez e foi bicampeão da Copa Bento, também disputou o Mundial Interclubes ficando na quarta colocação.

A Parceria Cruzeiro e o Elenco de Elite[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2009, a equipe passou a se chamar Sada Cruzeiro Vôlei, em uma parceria com o Cruzeiro Esporte Clube, fato inédito no cenário brasileiro. Por meio da parceria, a sede e o centro de treinamento da equipe foram transferidos para o Parque Esportivo do Cruzeiro, localizado no bairro Barro Preto, na capital Belo Horizonte. A equipe iniciou 2009 com uma série de torneios, conquistando o título da Copa Santa Catarina, em setembro, depois ficou em segundo lugar no Desafio Globo Minas, ainda conquistou o bronze no Campeonato Sul-Americano de Clubes e obteve a mesma colocação no Campeonato Mineiro. Evoluindo em sua posição na Superliga - Série A, terminou em terceiro, na temporada 2008-09.

Além da parceria Cruzeiro, outro fato relevante, em 2009, foi a chegada do renomado técnico argentino Marcelo Mendez, ex-jogador e técnico do River Plate, também foi técnico de diversos times europeus e da seleção espanhola, levando a fúria ao quinto lugar na Copa do Mundo de 2007. Chegou ao Brasil em 2009, como técnico do Montes Claros, onde conquistou o Campeonato Mineiro de 2009, antes de receber o convite para assumir e reformular a equipe do Sada Cruzeiro.

Para a Superliga - Série A 2009-10, em qual ficou em quarto, o Sada Cruzeiro manteve a base da temporada anterior, como o levantador Sandro e o oposto Leandrão, jogadores que se destacavam na atual Seleção Brasileira, além do experiente central Douglas Cordeiro e o líbero Polaco. Mas reforços de peso também chegaram para fortalecer o time mineiro, em razão da reformulação iniciada pelo técnico Marcelo Mendez, entre eles os principais foram o jovem e promissor oposto Wallace de Souza, maior pontuador da última Superliga - Série A e que viria a se tornar um dos maiores heróis da equipe (sendo MVP em diversas conquistas) e o levantador William Arjona, que após cinco anos na Argentina recebeu a alcunha de "El Mago", William aos poucos se consolidou como o capitão e o cerébro da equipe, articulando as principais jogadas do escrete (sendo decisivo nas principais conquistas). Outros reforços foram: o meio-de-rede Renato Felizardo, um dos melhores atacantes do campeonato italiano nos últimos cinco anos; o ponta Bruno Zanuto, que estava na Polônia; o atacante Samuel Fuchs, medalha de prata em Pequim e tricampeão da Liga Mundial; e o ponteiro Bob. Com este elenco, ainda em 2010, o Sada Cruzeiro foi novamente campeão Mineiro e campeão do Torneio Internacional de Voleibol de Irvine/EUA.

Em 2011, o elenco se fortaleceu com novos reforços (como o elogiado líbero Sérgio Luiz Seixas, o Serginho) e dispensa de alguns jogadores, sendo bicampeão do Torneio Internacional de Voleibol de Irvine/EUA e novamente campeão Mineiro. Na Superliga - Série A 2010-11, após excelente primeira fase, chegou a final pela primeira vez, mas foi derrotado pelo Sesi (SP).

2012 - Tríplice Coroa e Vice-Mundial[editar | editar código-fonte]

No ano de 2012, o maior reforço para a temporada foi o ponteiro cubano Yoandy Leal Hidalgo, dono de um poderoso saque e o principal atacante da seleção cubana nos últimos anos (sendo vice-campeão mundial por seu país). Leal chegou ao clube após cumprir a pena de dois anos parado, sem praticar atividade esportiva profissional, tempo que a federação cubana exige para seus atletas fixarem residência no exterior. Motivo que dificultou sua adaptação a equipe, pois além da falta de ritmo de jogo, o atleta estava com 118kg, 18kg a mais que o ideal para seu jogo. Após treinamento especial, Leal encontrou sua melhor forma e foi decisivo para as grandes conquistas do Sada Cruzeiro.

No mesmo ano, o clube conquistou a Tríplice Coroa, assim como a equipe de futebol, conquistando os títulos do Campeonato Mineiro, da Superliga - Série A[3] e do Sul-Americano de Clubes.[4] Na superliga, o Sada Cruzeiro venceu o Volêi Futuro (SP) na grande final em São Bernardo do Campo (SP), por 3x1 (24/26, 25/18, 25/13 e 25/19), conquistando a sua primeira Superliga - Série A, a liga nacional do voleibol brasileiro. Com o título, a equipe se credenciou para disputar o Mundial de Clubes, representando o Brasil. No mundial sediado em Doha, após excelente campeonato o Sada Cruzeiro foi derrotado pelo Trentino (ITA) na final, sendo este o quarto título mundial da equipe italiana.

2013 - Campeão Mundial e Vice-campeão da Superliga[editar | editar código-fonte]

Sada Cruzeiro (de azul) disputando a final do mundial em Betim contra o Lokomotiv Novosibirsk.

Em 2013, o Sada Cruzeiro foi novamente campeão Mineiro e após fazer a melhor campanha da Superliga - Série A acabou derrotado na grande final pelo RJX (RJ), no ginásio do Maracanãzinho, casa do adversário. Dessa maneira, não se classificou para o campeonato Sul Americano 2012-13 como no ano anterior, porém o clube se moveu politicamente junto a FIVB, conjuntamente com a Prefeitura de Betim, conseguindo o direito de sediar o Mundial de Clubes de Voleibol, financiando e promovendo internacionalmente a competição, participando, assim, da mais importante competição mundial de clubes como a equipe sede.

Sediado em Betim, de 15 a 20 de outubro, o Mundial de Clubes de 2013 contou com as participações dos clubes: Trentino Volley/ITA campeão do (Mundial de Clubes de 2012), Lokomotiv Novosibirsk/RUS campeão da (Liga dos Campeões da Europa, temporada 2012/2013), UPCN Voley Club/ARG campeão do (Sul-Americano de Clubes de 2013), La Romana VB Club/DOM (representante da NORCECA), Kaleh Mazandaran VC/IRN campeão do (Asiático de Clubes de 2013), Club Sportif Sfaxien/TUN campeão do (Africano de Clubes de 2013), Panasonic Panthers/JAP (clube convidado, campeão da Copa do Imperador de 2013) e Sada Cruzeiro Vôlei/BRA (representante da cidade-sede).

O Sada Cruzeiro, após excelente primeira fase, venceu na semifinal o UPCN Voley Club/ARG por 3x0 (22/25, 18/25 e 20/25) e na final venceu o Lokomotiv Novosibirsk/RUS por 3x0 (20/25, 19/25 e 20/25), no Ginásio Divino Braga lotado. Se tornando o primeiro clube não italiano a conquistar o título do Mundial de Clubes de Voleibol.[1]

No mesmo ano, seguindo a boa fase do time adulto, o time juvenil foi campeão do maior campeonato de base do país: a Taça Paraná de Voleibol. A final foi contra o time juvenil do Sesi/SP, que foi superado por 3 sets a 0 (parciais de 25/21, 25/23 e 25/17).[5]

2013-14 - A Temporada Suprema (Campeão de Tudo)[editar | editar código-fonte]

Na temporada 2013-14 (calendário FIVB, início em agosto/2013 e término em maio/2014), o Sada Cruzeiro concretizou o inverossímil sonho de conquistar todos os campeonatos da temporada (apesar de serem cinco conquistas em seis campeonatos disputados, pois a equipe foi campeã de um dos dois Campeonatos Mundial de Clubes disputados na mesma temporada, as edições de 2013 e de 2014 integraram o calendário da temporada 2013-14 em razão da readequação do calendário oficial pela FIVB). Tal realização da equipe foi algo inédito no esporte brasileiro, no voleibol mundial e raramente visto em demais desportos no cenário internacional.

A primeira das conquistas foi o Mundial de Clubes (2013), sediado em Betim (MG), a final ocorreu em 20 de outubro de 2013. O Sada Cruzeiro, após excelente primeira fase, venceu na semifinal o UPCN (clube argentino, campeão do Sul-Americano de Clubes 2012-13) por 3x0 (22/25, 18/25 e 20/25) e na final venceu o Lokomotiv Novosibirsk (clube russo, campeão da Liga dos Campeões da Europa 2012-13) por 3x0 (20/25, 19/25 e 20/25), no Ginásio Divino Braga lotado. Assim se tornou o primeiro clube não italiano a se sagrar campeão mundial de voleibol.[1]

Em 22 de dezembro de 2013, o Sada Cruzeiro não decepcionou a torcida celeste que, que lotou o Ginásio Poliesportivo de Contagem (MG) para empurrar o time rumo a mais um título. Ao vencer o Minas Tênis Clube (Vivo/Minas) por 3x1 (17/21, 21/16, 21/17 e 21/17) garantiu o quarto título consecutivo do Campeonato Mineiro, o quinto de sua história.

O terceiro título, a Copa Brasil de Voleibol (2014), foi conquistado em 25 de janeiro de 2014. Competição que reuniu as oito maiores equipes do voleibol nacional. Após vencer o São Bernardo Vôlei (SP) na primeira fase e o Brasil Kirin (SP) na fase semifinal, o Sada Cruzeiro venceu na final o Sesi (SP) por 3x2 (21/17, 15/21, 16/21, 21/15 e 23/21). Foi um grande espetáculo e uma das mais difíceis vitórias da história do clube. A partida foi no ginásio Chico Neto, em Maringá (PR), com cerca de cinco mil presentes. Com esta conquista o Sada Cruzeiro se classificou para o seu segundo Campeonato Sul-Americano de Clubes, representando o Brasil.

E o Sul-Americano de Clubes (2013-14), realizado na Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG), foi a quarta conquista, concretizada em 23 de fevereiro de 2014, na final em outro duelo contra o UPCN (clube argentino, participante no campeonato por ter vencido o Sul-Americano de Clubes 2012-13). Na primeira fase o Sada Cruzeiro venceu o Nacional (URU) por 3x0, o Club ADO (CHI) por 3x0 e o grande rival Vivo/Minas (BRA) por 3x1. A semifinal foi vencida por 3x0, contra o campeão argentino, o Boca Juniors (ARG). A grande final, contra o UPCN (ARG), foi uma partida extremamente disputada, a equipe celeste conseguiu uma grande virada e venceu por 3x2 (23/25, 23/25, 25/20, 25/19 e 18/16) se tornando bicampeão da competição. As duas equipes finalistas garantiram vagas no Mundial de clubes que será disputado em Maio, no Brasil.

A quinta conquista, é o campeonato mais importante no cenário do voleibol brasileiro, a Superliga - Série A (2013-14), a liga nacional brasileira. Após excelente primeira fase (com 22 jogos ao longo de sete meses), o Sada Cruzeiro ganhou pelo menos uma partida de cada adversário e se classificou em primeiro para os playoffs (disputados em melhor de três partidas), a equipe enfrentou nas quartas de final o Moda Maringá (PR), na semifinal o seu grande rival o Vivo/Minas (MG) e na finalíssima, disputada em jogo único, venceu o Sesi (SP) por arrasadores 3x0 (21/19, 21/17 e 21/18). A grande final foi disputada em 13 de abril de 2014, no templo do voleibol brasileiro: o Mineirinho, localizado em Belo Horizonte (MG). O mega ginásio foi tomado pela torcida mineira (com 14.300 presentes), a qual além de prestigiar a grande vitória do escrete celeste, testemunhou o ápice da atuação de seus jogadores (William e Leal foram escolhidos como os melhores do campeonato em suas posições, com destaque para o oposto Wallace que foi o maior pontuador do campeonato com 374 pontos) e a consolidação do trabalho sonhado por toda a delegação (fato simbolizado pela escolha da CBV em eleger o técnico Marcelo Mendez como o melhor da competição).

A única derrota da equipe na temporada 2013-14 foi o Campeonato Mundial de Clubes 2014, que em razão da readequação do calendário oficial pela FIVB, foi deslocado do início para o fim da temporada (assim os campeonatos mundiais de 2013 e de 2014 foram realizados na mesma temporada). Com isso, o Campeonato Mundial de Clubes 2014 foi a última disputa da temporada e apesar da forte preparação do Sada Cruzeiro (que chegou a vencer a Seleção Brasileira de Vôlei)[6] a equipe ficou apenas na quarta colocação, seja pelo desgaste da temporada ou pela força de seus adversários. Sediado no Mineirinho, em Belo Horizonte, de 05 a 10 de maio, o campeonato foi conquistado pelo Belogorie Belgorod/RUS (campeão da Liga dos Campeões da Europa) e a primeira equipe russa campeã do mundo.

Além das conquistas, em 2013, o Sada Cruzeiro criou o seu time B: o "Sada Funec Contagem", composto pelos melhores atletas das categorias de base (juvenil e infanto), garotos selecionados entre os quase 800 alunos que atuam nas escolinhas de vôlei e projetos sociais do clube. A missão do Sada Funec Contagem era disputar a Superliga - Série B (2013-14), a segunda divisão da liga nacional, para agregar experiência. Mas mesmo competindo contra clubes de atletas adultos, os garotos surpreenderam e após realizarem a melhor campanha da primeira fase, chegaram a final da competição! Mas foram impedidos de jogar em razão de decisão do STJD.

A temporada 2013-14 foi a mais vitoriosa da equipe, que elevou a média de conquistas a um patamar surpreendente: foram 12 títulos em 16 campeonatos disputados nos últimos quatro anos. Sendo vice-campeão em três dos outros quatro (Mundial de Clubes de 2012, Superliga - Série A nas temporadas 2012-13 e 2010-11), ou seja, foram 15 finais consecutivas em 16 campeonatos disputados! Mas, além das estatísticas, tal temporada foi marcada por conquistas inigualáveis, seja pelo grau de dificuldade das competições ou pela genialidade com a qual o escrete celeste vez da temporada 2013-14 a sua Temporada Suprema, ao acumular todos os títulos possíveis em uma temporada, sendo campeão de tudo!

Títulos[editar | editar código-fonte]

Time Principal[editar | editar código-fonte]

Honorários
Competição Títulos Temporadas
Heraldic Royal Crown (Common).svg Tríplice Coroa

Quíntupla Coroa

1

1

2011-12

2013-14

Internacionais
Competição Títulos Temporadas
Gold medal world centered-2.svg Campeonato Mundial de Clubes de Voleibol 1 2013
Flags of the Union of South American Nations.gif Campeonato Sul-Americano de Voleibol 2 2011-12 e 2013-14
Estados Unidos Torneio Internacional de Voleibol de Irvine 2 2009-10 e 2010-11
Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Brasil Superliga - Série A 2 2011-12 e 2013-14
Brasil Copa Brasil de Voleibol 1 2014
Regionais
Competição Títulos Temporadas
Santa Catarina Copa Santa Catarina 1 2009-10
Rio Grande do Sul Copa Bento 2 2007-08 e 2008-09
Espírito Santo (estado) Taça Cidade Vitória 1 2006-07
Estaduais
Competição Títulos Temporadas
Minas Gerais Campeonato Mineiro de Voleibol 5 2008-09, 2010-11, 2011-12, 2012-13 e 2013-14

Categorias de Base[editar | editar código-fonte]

Juvenil[editar | editar código-fonte]

Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Paraná Taça Paraná 1 2013[5]
Regionais
Competição Títulos Temporadas
Minas Gerais Campeonato Metropolitano 2 2012[7] e 2013[8]

Infanto-Juvenil[editar | editar código-fonte]

Interestaduais
Competição Títulos Temporadas
Brazil Region Sul.svg Brazil Region Sudeste.svg Copa Sul-Minas de Voleibol 1 2012[9]
Regionais
Competição Títulos Temporadas
Minas Gerais Copa Olympico Club 1 2013[10]
Minas Gerais Copa Adolfo Guilherme 1 2013[10]
Minas Gerais Campeonato Metropolitano 1 2012[11]
Minas Gerais Copa Sesc de Voleibol 1 2012[12]

Plantel[editar | editar código-fonte]

Formação Titular - Sada Cruzeiro
Wallace
#8
Éder
#16
Filipe
#18
Leal
#9
Isac
#12
William
#7
Serginho
#17
# Nome Apelido Nascimento Altura (cm) Peso (kg) Nacionalidade Posição
1 Alan Ferreira de Souza Alan 21/03/1994 198 82  Brasil Oposto
2 Raphael Florêncio Margarido Vinhedo 28/04/1983 186 81  Brasil Levantador
3 Éder Levi Kock Éder 04/07/1993 205 90  Brasil Meio de rede
4 Douglas David Alves Cordeiro Douglas 15/01/1979 197 87  Brasil Meio de Rede
5 Paulo Victor Costa da Silva PV 12/05/1986 197 92  Brasil Ponteiro
6 Lucas Lemanski Salim Lucas 17/09/1994 180 76  Brasil Levantador
7 William Peixoto Arjona William 31/07/1989 185 76  Brasil Levantador
8 Wallace Leandro de Souza Wallace 26/06/1987 198 85  Brasil Oposto
9 Yoandy Leal Hidalgo Leal 31/08/1988 201 101  Cuba Ponteiro
10 Guilherme Fiori Kachel Kachel 20/05/1991 190 77  Brasil Líbero
11 Fernando Gil Kreling Fernando 13/01/1996 185 85  Brasil Levantador
12 Isac Viana Santos Isac 13/12/1990 207 89  Brasil Meio de rede
13 Pedro Luiz da Silva Santos Pedrão 25/02/1994 205 91  Brasil Meio de rede
14 Luiz Augusto Diaz Mayorca Luiz Diaz 20/08/1983 205 110  Venezuela Ponteiro
15 Jonatas Weslei Santos Cardoso Jonatas 20/05/1993 195 88  Brasil Ponteiro
16 Éder Francis Carbonera Eder 19/10/1983 205 110  Brasil Meio de rede
17 Sérgio Luiz Seixas Francia Nogueira Serginho 25/08/1978 184 81  Brasil Líbero
18 Filipe Augusto Faccion Ferraz Filipe 01/03/1980 194 90  Brasil Ponteiro
19 Edy Ney Petry Edy 12/01/1993 195 92  Brasil Ponteiro
20 Carlos Eduardo Barreto Silva Kadu 08/08/1994 199 81  Brasil Ponteiro

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Sada Cruzeiro escreve seu nome na história do voleibol mundial (em português brasileiro). SadaCruzeiro.com.br (21 de outubro de 2013). Página visitada em 6 de novembro de 2013.
  2. Sada Cruzeiro > Histórico (em português brasileiro). Sada Cruzeiro Vôlei. Página visitada em 22 de abril de 2013.
  3. Superliga Masculina 11/12: Sada Cruzeiro é o novo campeão (em português brasileiro). CBV (21 de abril de 2012). Página visitada em 22 de abril de 2013.
  4. Direto do Chile: time do Cruzeiro é campeão sul-americano de vôlei (em português brasileiro). GloboEsporte.com (9 de setembro de 2012). Página visitada em 22 de abril de 2013.
  5. a b Juvenil do Sada Cruzeiro é campeão da Taça Paraná 2013 (em português brasileiro). SadaCruzeiro.com.br (4 de novembro de 2013). Página visitada em 6 de novembro de 2013.
  6. Em preparação para o Mundial, Cruzeiro derrota a Seleção Brasileira no Mineirinho (em português brasileiro). SuperEsportes.com.br (30 de abril de 2014). Página visitada em 10 de maio de 2014.
  7. Juvenil do Sada Cruzeiro é o campeão Metropolitano de 2012. 27 de novembro de 2011. Página visitada em 27 de dezembro de 2013.
  8. Juvenil do Sada Cruzeiro comemora o bicampeonato Metropolitano. 18 de novembro de 2013. Página visitada em 27 de dezembro de 2013.
  9. Equipe infanto juvenil é campeã da Copa Sul Minas (em português brasileiro). SadaCruzeiro.com.br (9 de julho de 2012). Página visitada em 6 de novembro de 2013.
  10. a b Sada Cruzeiro é campeão da 1ª Copa Olympico Club de Vôlei Masculino (em português brasileiro). SadaCruzeiro.com.br (15 de julho de 2013). Página visitada em 6 de novembro de 2013.
  11. Infanto juvenil do Sada Cruzeiro conquista título metropolitano (em português brasileiro). SadaCruzeiro.com.br (17 de dezembro de 2012). Página visitada em 6 de novembro de 2013.
  12. Infanto juvenil do Sada Cruzeiro é o campeão da Copa Sesc 2012 (em português brasileiro). SadaCruzeiro.com.br (26 de junho de 2012). Página visitada em 6 de novembro de 2013.