Sadako Sasaki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sadako Sasaki (佐木禎子?), foi uma garota japonesa que morou na prefeitura de Hiroshima, quando a bomba atômica foi lançada. Ela tinha somente 2 anos de idade quando se tornou uma hibakusha, vítima da bomba atômica.1

Em 3 de agosto de 1955, Chizuko Hamamoto, amiga de Sadako, visitou-a no hospital e fez para ela um origami de um tsuru. Sua amiga lhe contou a lenda popular japonesa onde quem faz 1000 tsurus de origami tem direito a um desejo, desde então, todo dia Sadako passou a fazer seus Tsuru sempre com o mesmo pedido, se curar e voltar a viver normalmente. Sadako conseguiu fazer 646 garças de papel e após sua morte, seus amigos fizeram mais 354, para que ela fosse enterrada com mil garças. Sadako morreu no dia 15 de outubro de 1955, seus amigos pediram dinheiro para várias pessoas para erguer um monumento em sua memória, no Parque da Paz, e lá gravaram as seguintes palavras, "Este é o nosso grito, esta é a nossa oração, Paz na terra".

Memorial[editar | editar código-fonte]

O Monumento das Crianças à Paz, também conhecido como Torre dos Tsurus, foi erguido em 1958, em Hiroshima, no Parque da Paz. No topo do pedestal de granito, que simboliza a montanha lendária de Paraíso Mt. Horai, está uma menina com os braços estendidos segurando um tsuru. Dentro do pedestal há um espaço para os milhares de tsurus feitos de papel colorido, enviado por pessoas de todas as partes do Japão e do mundo.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.