Sagat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-important-red.svg
A informação constante neste verbete é de qualidade duvidosa.
Os problemas encontrados nele estão assinalados na página de discussão.
Sagat
Sagat of Street Fighter.jpg
Sagat
Nome no Japão Sagatto (サガット)
Série de jogos Street Fighter
Primeiro jogo Street Fighter
Informações pessoais
Aniversário 2 de julho
Terra natal  Tailândia
Estilo(s) de luta Muay Thai
Portal Games

Sagat (サガット, Sagatto?), também pode ser pronunciado Sagá, é um personagem da série de jogos Street Fighter. Ele é conhecido pelo seu tamanho, por usar um tapa-olho e uma cicatriz enorme em seu peito.

História[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Sagat era um garoto (embora grande) alvo de provocações de outros garotos por ser de família miserável. Em uma briga contra um de seus provocadores, Sagat teve seu olho direito machucado, a partir de então, Sagat decidiu que iria lutar Muay Thai e aproveitar seu grande corpo para se tornar o melhor de todos os lutadores[carece de fontes?].

Quando jovem, Sagat desafiou e venceu o lutador Nuah Kahn e se tornou o Imperador do Muay Thai, conseguindo se tornar um herói nacional. Alguns anos depois, ele defendeu seu título de um lutador de Muay Thai chamado Go Hibiki, na qual um golpe de Go atingiu o olho danificado de Sagat, inutilizando-o permanentemente. Sagat, então, ficou furioso e aplicou uma série de golpes contra Go, inclusive o seu Tiger Genocide, vencendo Go, que terminou sendo levado ao hospital e morrendo meses após, devido a gravidade dos ferimentos.

Meses depois, Sagat encontrou um menino que tentava desafiá-lo e parecia estar destinado a uma vida de crimes. Para evitar isso, ele o tomou para si como discípulo e lhe ensinou o mais sobre o Muay Thai. Este garoto era conhecido como Adon, e apesar de se tornar um grande lutador, as pessoas o consideravam um clone mais fraco de Sagat, o que acabou criando um certo ressentimento por parte de Adon.

Street Fighter[editar | editar código-fonte]

Anos após defender seu título de Imperador do Muay Thai, Sagat queria mais. Ele queria ser o maior de todos os lutadores. Ele decidiu que iria criar um torneio onde qualquer lutador, de qualquer estilo, de qualquer parte do mundo poderia participar. Sagat utilizou seus recursos obtidos em anos como Imperador e contatou empresários para que transmitissem o torneio mundialmente, assim, a glória de Sagat seria vista pelo mundo todo. Assim fora criado o torneio Street Fighter , no qual o premio seria o título de maior lutador do mundo. Ao contrário do que muitos esperavam, Sagat decidiu competir normalmente no torneio até chegar na final, onde ele encontrou o lutador de Karatê, Ryu, discípulo de Gouken, um jovem que derrotou seu discípulo Adon com muita facilidade.

A Final[editar | editar código-fonte]

A batalha final foi emocionante, apesar de Sagat ter dominado a luta inteira, Ryu demonstrou-se um grande adversário; mas sua falta de experiência diante de um grande guerreiro como Sagat mostrou-se evidente, e Ryu fora derrotado por Sagat, caindo ao chão. Sagat estava feliz: era finalmente o maior guerreiro de todos. Certo de sua vitória, Sagat mostrou espírito esportivo indo até ajudar Ryu a se levantar. Mas, quando este estendia a mão, Ryu, de certa forma dominado e consumido pela violenta energia conhecida como Satsui No Hadou (lit. "Hadou da Intenção Assassina") levantou-se com um violento Shoryuken, muito diferente daqueles que Ryu usara em suas batalhas. Sagat sentiu seu peito e espírito serem rasgados por aquele golpe violento, que o fez cair desmaiado. Ryu lhe tomara o título...

Queda[editar | editar código-fonte]

Sagat estava derrotado. Não somente na luta, mas também em sua vida pessoal. Ele somente conseguia sentir ódio por Ryu. Queria matá-lo por aquela humilhação. Foi quando um homem surgiu e ofereceu a chance de vingar-se de Ryu. Seu nome era Vega e ele era chefe da organização criminosa Shadaloo. Com seus recursos, Sagat poderia encontrar Ryu e obter sua revanche. Em troca, Sagat deveria se aliar a Vega. Sagat aceita e logo se torna um dos quatro deuses da Shadaloo (junto a Vega, M. Bison e Balrog). Sagat termina por fim como guarda pessoal de Vega e desaparece da Tailândia. Só a vingança lhe era importante agora.

Adon também estava furioso pela vitória de Ryu. Mas não estava bravo com Ryu, mas com Sagat, por ele não ter conseguido defender seu título. Adon procurou por Sagat, pois ele não era digno de ser o Imperador do Muay Thai. Após meses de busca, Adon encontrou Sagat treinando e o desafiou pelo título. Sagat lutou, mas em sua mente ele apenas pensava em Ryu. Apesar de Sagat ser um guerreiro melhor que Adon, este também conseguiu derrotá-lo e tomar o título. Entretanto, Adon passou meses no hospital mas sobreviveu. Sagat agora não era mais o Imperador.

Redenção[editar | editar código-fonte]

Sagat pediu um tempo a Vega, para treinar e se tornar mais forte. Vega aceitou, mas Sagat deveria voltar para conhecer o Psycho Drive. Sagat prometeu que voltaria, e foi treinar. Durante seus treinos, um jovem chamado Dan Hibiki, filho de Go Hibiki, desafiou Sagat para vingar seu pai. Sagat prontamente aceitou o desafio, apenas para ver o lutador medíocre com quem lutava. Apesar de estar perdendo, Dan continuava a atacar Sagat e seu ódio se tornava cada vez mais evidente. Sagat estava vencendo-o facilmente, quando olhou nos olhos de Dan, viu a fúria em seus olhos e olhou para si próprio. Se o ódio fazia isto com Dan, que tenta vencer alguém que ele nunca vencerá, o que não estava fazendo com ele? Conforme a luta seguia, Sagat viu que o ódio só leva à própria destruição. Sagat, então, perde de propósito para Dan. Feliz por ter vingado seu pai, Dan seguiu com sua vida. Sagat, então, viu o verdadeiro sentido da honra, e no fim, não importa a vitória ou os títulos, mas a luta em si, e o prazer que ela lhe proporcionava[carece de fontes?].

Sagat retorna a ver Vega, como prometido. Mas, chegando ao ponto de encontro, Vega mostra a Sagat o seu mais novo membro, Ryu. Vega explica que graças ao Psycho Power, pode dominar a mente de Ryu, que se encontrava perdida através do poder Satsui no Hadou, e agora era Satsui no Hadou ni Mezameta Ryu. Agora que Ryu estava sob seu controle, Sagat poderia ter a revanche que ele sempre quis. Nisso, surge Ken, amigo de Ryu, e Sakura, fã numero 1 de Ryu. Os três ficam revoltados com os atos de Vega. Sagat diz a Vega que ele nunca deveria descer até tão baixo, e que uma vitória sobre Ryu nestas condições não significaria nada para ele. Vega, furioso, manda Ryu enfrentar a todos, mas Sagat cuida de Ryu e pede para que Ken e Sakura cuidem de Vega[carece de fontes?].

Sagat tenta trazer Ryu de volta ao normal, mas o Psycho Power de Vega é muito forte. Sagat enfim, derrota Ryu, e novamente tenta tirá-lo do controle de Vega. Sagat explica como se sente agora sobre as lutas, sobre a honra, e sobre ser um verdadeiro lutador. Ryu, enfim, vence o Satsui no Hadou e juntos atacam Vega. Em desvantagem, o ditador foge.

Sagat diz a Ryu que espera por sua grande luta, mas Ryu diz que não está pronto, pois não foi capaz de vencer o Psycho Power de Vega sozinho. Sagat, então, aceita esperar o dia em que ele e Ryu se enfrentarão realmente.

Street Fighter 2[editar | editar código-fonte]

Quando Vega retornou à vida, ele criou o torneio Street Fighter 2 para vingar-se daqueles que causaram sua primeira morte. Sagat foi convidado também, mas por já não fazer parte da Shadaloo, não se importava com Vega. Ele esperava por sua luta com Ryu. Entretanto, Ryu foi vencido durante o torneio, o que fez Sagat desistir do torneio e esperar novamente o dia em que enfrentará Ryu.

Street Fighter 4[editar | editar código-fonte]

Sagat, treinando num floresta da Tailândia, acaba matando um urso com um Tiger Uppercut. Vendo que nada mais importava a ele, ele decide procurar por algo que possa reavivar seu espírito e procura seu ex-aprendiz Adon, atual imperador do Muay Thai. Adon, apesar de mais experiente, é derrotado com apenas um golpe, o Tiger Destruction, novo Ultra Combo de Sagat. Vendo que nem mesmo readquirir seu título de Rei do Muay Thai de volta o animava, Sagat parte em busca de Ryu e luta com ele. Não se sabe quem ganhou, mas logo após, ao enfrentar um dos 26 ciborgues da S.I.N., conhecido como Seth, Sagat reflete:

Onde ele está atualmente?[editar | editar código-fonte]

Sagat ainda espera por sua luta com Ryu. Enquanto isso, Sagat treina para melhorar suas habilidades de luta. Vendo a idade avançar, Sagat começa a treinar uma nova geração de lutadores de Muay Thai, tentando não cometer os mesmos erros cometidos com Adon[carece de fontes?].

Histórias alternativas[editar | editar código-fonte]

Na série de anime Street Fighter II V, Sagat é um honrado e destemido lutador, campeão nacional de Muay Thai da Tailândia, mas um cartel de drogas conhecido como Ashura, comandado pelo sindicato criminoso Shadaloo de Vega, tentou forçá-lo a perder uma luta de propósito, mas ele se negou. Como represália, a Ashura plantou drogas em sua casa e ele foi preso, acusado de tráfico e consumo de ópio. Na prisão, ele conhece Ryu - que também estava preso por conta das armações da Ashura -, com quem forma uma amizade. Mais tarde, Ryu (sob liberdade condicional) e Ken, usando os recursos das empresas Masters, não só capturam os verdadeiros criminosos como também conseguem limpar os nomes dos dois lutadores. Ao contrário do que é mostrado nos jogos, Sagat não possui cicatriz nem tapa-olho, muito menos ódio por Ryu[carece de fontes?].

Em Street Fighter, o filme, Sagat é um traficante de drogas, que tinha Balrog como guarda-costas, que possuía ligações com Vega e um ringue ilegal de luta. Ryu e Ken tentam enganá-lo e terminam por ajudar Guile. Sagat descobre a traição dos dois, e quando a base de Vega é atacada, Sagat enfrenta Ken,melhor amigo de Ryu e termina derrotado. Após a derrota, ele foge junto a Dee Jay com a fortuna de Vega, apenas para descobrir que todo o dinheiro que Vega possuía era o dinheiro que ele iria impor ao mundo caso vencesse o combate. Além da grande diferença física e de personalidade, Sagat não possuía sua eterna rivalidade com Ryu,rivalidade do qual este último parecia ter com Balrog.

Aparência[editar | editar código-fonte]

Sagat é notavelmente alto, traço que ele utiliza em suas lutas com ataques de longo alcance. Seu grande tamanho fez com que ele se tornasse um poderoso guerreiro. Sua mão é grande o suficiente para segurar totalmente a cabeça de muitos de seus adversários. Ele é careca, exceto em uma arte oficial onde ele aparece com uma longa cabeleira. Em Street Fighter 2, o sprite de Sagat não exibe a mesma musculatura impressionante que Sagat tem na série Street Fighter Zero, embora ele seja exibido assim desde o final de Super Street Fighter 2 Turbo, e em artes oficiais.

Sagat usa um tapa-olho em seu danificado olho direito e apesar de sua perda de percepção de profundidade, e de sua visão periférica que este defeito acarreta, isso não atrapalha sua grande habilidade de luta. Devido a limitações gráficas dos jogos da série Street Fighter, o tapa-olho de Sagat tem sua posição trocada quando este muda a direção, uma vez que o sprite dele virado a esquerda seja mesmo um reflexo da imagem virada à direita. A série 3D Street Fighter EX não apresenta essa limitação.

Ele possui uma imensa cicatriz atravessando o peito, causada por Ryu. Sagat não faz nada para escondê-la, e de fato, ele tira força dela. Em Capcom vs SNK 2, a cicatriz de Sagat brilha quando ele carrega a barra de especial no S-Groove.

Sagat não costuma usar vestimentas que o identifiquem como lutador de Muay Thai, o que é incomun para alguém de nível de luta tão alto como ele. Entretanto, qualquer um que conheça o mínimo de Muay Thai pode olhar para ele e dizer o que ele é.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Sagat é similar a Ryu e Ken, com algumas notáveis diferenças. Principalmente o alcance de seus golpes: seus golpes baixos e chutes horizontais têm um impressionante alcance. Em Street Fighter II, alternar os projéteis altos e baixos confundem o inimigo e podem causar grande dano. Em outros jogos, sua eficácia diminui um pouco devido à diminuição de dano, mas podem impedir a aproximação do adversário. Em Capcom vs SNK 2, diversos golpes de Sagat possuem uma alta prioridade, o que faz dele um dos personagens mais fáceis de se jogar.