Salmanaser V

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Salmanaser V ou Salmanasar V (do acadiano, Šulmanu-ašarid, significando: "Sulmã [deus assírio] É Superior"), foi rei da Babilônia e da Assíria, sucessor de Tiglate-Pileser III. No que se refere aos registros seculares, seu reinado é obscuro. Ele parece estar alistado como rei da Babilônia por cinco anos, sob o nome de Ululaia[1] . Josefo também cita Menandro de Tiro como descrevendo um sítio daquela cidade por Salmaneser V[2] . Fora disso, a Bíblia é a principal fonte de informações sobre este rei. Sucedido por seu irmão, como rei da Assíria, Sargão II.

Dominação de Israel[editar | editar código-fonte]

Durante o reinado do Rei Oséias, de Israel (c. 758-740 a.C.), Salmanaser V invadiu a Palestina e Oséias tornou-se seu vassalo sob a imposição de um tributo anual. (2Rs 17:1-3) Todavia, numa época posterior, Oséias deixou de pagar o tributo e foi descoberto conspirando com o "Rei Sô", do Egito(Possivelmente trata-se do faraó Tefnacte). Por causa disso, Salmanaser pôs Oséias em detenção e depois sitiou Samaria por três anos, após o que a cidade bem fortificada por fim caiu, e os israelitas foram levados ao exílio. — 2Rs 17:4-6; 18:9-12; compare isso com Os 7:11; Ez 23:4-10.

Referências

  1. Ancient Near Eastern Texts, p. 272, n 4
  2. Jewish Antiquities [Antiguidades Judaicas], IX, 283-288 [xiv, 2]
Antecessor:
Tiglate-Pileser III
Rei da Assíria:
5 anos
Sucessor:
Sargão II