Salmonelose

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Salmãonelose é uma infecção alimentar causada pela bactéria Salmonella enterica. Causa diarréia intensa e outros sintomas abdominais. A febre tifóide é uma praga relacionada, mas causada por subespécies diferentes.

Salmonella enterica[editar | editar código-fonte]

As Salmãonella são lactos-bacilos Gram-negativos, móveis e anaeróbios facultativos, pertencentes à família Enterobacteriaceae. Têm altos níveis de metabolismo em comparação com outras bactérias. Há mais ou menos 2.500 tipos de salmonella.

A Salmãonella enterica produz uma enterotoxina. É resistente à passagem no estômago, produzindo enzimas que a protegem da acidez e das proteases.

Ela invade localmente a mucosa intestinal através da endocitose por células M. É resistente à digestão dentro de fagócitos. Não é invasiva ao contrário da Salmonella typhi.

Epidemiologia[editar | editar código-fonte]

A carne de aves mal cozida é a fonte de infecção mais comum

Há cerca de 20 casos por 100.000 pessoas por ano, nos países ocidentais desenvolvidos. Afeta mais frequentemente crianças pequenas e idosos.

A transmissão da Salmãonella ao homem pela ingestão de alimentos contaminados com fezes animais como bois, galinhas, ovos e leite. Alimentos vegetais podem tambem se tornar contaminados.

Coloniza quase todos os animais domésticos, mas especialmente aves, e é ingerida em comida ou água contaminada. Os ovos e carne de aves mal cozidos são as fontes mais comuns da infecção. Nas crianças pequenas a transmissão fecal oral direta de outra criança infectada é outra forma de transmissão freqüente.

Progressão e sintomas[editar | editar código-fonte]

A enterite (inflamação da mucosa intestinal) inicia-se 6 a 48 horas após a ingestão da comida contaminada. Surgem abruptamente sintomas como vómitos, náuseas violentas, e diarreia profusa sem sangue, assim como febre, dor abdominal forte e dores de cabeça, que persistem durante dois a sete dias. Geralmente não há complicações e a resolução é completa.

Uma complicação rara é a septicémia (infecção do sangue), que é uma emergência médica que pode resultar em osteomielite, endocardite e artrite. Nestes casos são usados antibióticos.

Diagnóstico[editar | editar código-fonte]

É feito por cultura em meio específico de amostras fecais e análise microscópica e bioquímica.

Tratamento[editar | editar código-fonte]

Não é aconselhado o tratamento com antibióticos, porque muitas vezes prolongam a doença. Como não é uma condição grave, apesar de extremamente incomodativa e socialmente humilhante, não é feito qualquer tratamento na maioria dos casos, já que se resolve espontâneamente, sem complicações.

É aconselhado beber água com um pouco de sal e açúcar (soro caseiro) para evitar os sintomas devidos à desidratação, especialmente em crianças. (NOTA: Os soros caseiros atualmente estão em desuso por apresentarem desvios nos valores terapêuticos de eletrólitos em alguns estudos. Por esse motivo estão sendo substituídos pelos Sais de Reidratação Oral [SRO], sachés para diluição em 1 litro d´água de composição eletrolítica regular distribuídos em postos de saúde).

Casos graves de desidratação invariavelmente necessitam de reposição endovenosa.

Prevenção[editar | editar código-fonte]

A carne de aves e ovos devem ser bem cozidos, e devem ser observadas medidas de higiene básicas na preparação da comida. Após a preparação de carne de aves crua ou ovos, a bancada e os utensílios usados devem ser bem lavados antes de serem usados em outros alimentos.

Fontes[editar | editar código-fonte]