Salvator Rosa (ópera)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Salvator Rosa
Salvator Rosa
Idioma original Italiano
Compositor Antônio Carlos Gomes
Libretista Antonio Ghislanzoni
Número de atos 4
Ano de estreia 14 de março de 1874 (140 anos)
Local de estreia Teatro Carlo Felice, Genova, Itália

Salvator Rosa (também conhecida como Salvador Rosa) é a quinta ópera do compositor brasileiro, Antônio Carlos Gomes (1836 - 1896). O libretto, de Antonio Ghislanzoni, é inspirado na novela Masaniello (1851), do escritor francês Charles Jean-Baptiste Jacquot (1812 – 1880), que, por sua vez, inspirou-se livremente nas vidas do pintor e poeta italiano Salvator Rosa e de Masaniello[1] , um vendedor de peixes napolitano que liderou uma revolta popular em Nápoles, entre 7 e 16 de julho de 1647, contra a opressão fiscal do governo espanhol dos Habsburg.

Referências

  1. AMALFI, Tommaso Aniello d', detto Masaniello Dizionario Biografico degli Italiani - Volume 2 (1960).

Fontes[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre ópera é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.