Salvatore Ottolenghi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Salvatore Ottolenghi

Salvatore Ottolenghi (Asti, 1861 - Roma, 1934) foi um médico e cientista italiano, com uma produção científica de notável importância para a Medicina Legal moderna, com acentuada influência na legislação penal e social.

Formou-se em medicina em 1884, com 23 anos, especializando-se em oftalmologia.

Apreciado pelo seu profissionalismo e seriedade no desenvolvimento da investigação científica, foi convidado por César Lombroso para dedicar-se à antropologia e a psiquiatria, tornando-se professor, seu assistente na Universidade de Turim, em 1885.

Discípulo de Lombroso, criador da criminologia científica, Ottolenghi foi o primeiro estudioso da técnica da investigação científica. Fundou em Roma, em 1902, a Escola Superior de Polícia Científica, da qual tornou-se o primeiro diretor.

Ainda no século XIX, exerceu mandato de senador no Senado da Itália.[1]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um cientista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.