Salve a ti, Nicaragua

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Salve a ti, Nicaragua (Nós te saudamos, Nicarágua) é o hino nacional da Nicarágua. Foi aprovado a 20 de Outubro de 1939 e adoptado oficialmente a 25 de Agosto de 1971. A letra é de Salomon Ibarra Mayorga, e o arranjo musical de Luis A. Delgadillo.

A música data do século XVIII, época em que era usada como hino litúrgico por um monge espanhol, Frei Castinove. Era a Nicarágua, então, colónia de Espanha. Durante os primeiros anos de independência, foi usado para saudar as decisões do Tribunal Supremo do estado da Nicarágua, então membro dos Estados Unidos da América Central.

O hino foi por várias vezes substituído por outras canções durante os vários períodos de sublevação e revoluções. Foi restaurado a 23 de Abril de 1918 no final da última revolução liberal. A nova letra do hino foi posta, então, em concurso, sendo pedido aos autores que apenas mencionassem paz e trabalho, já que o país acabava de sair de uma guerra civil. De facto, é o único hino da América Latina que fala de paz em vez de guerra.

O governo conservador, pró-espanhol, então em funções, decidiu prontamente galardoar com o primeiro lugar o professor e poeta Salomon Ibarra Mayorga. O hino substituiu, assim, o mais bélico Hermosa Soberana (Formosa Soberana) - uma marcha militar anti-hispânica que na altura passou a ser considerada embaraçosa, num país com profundas origens espanholas.

Salve a ti, Nicaragua (letra original)[editar | editar código-fonte]

¡Salve a ti, Nicaragua! En tu suelo

ya no ruge la voz del cañón,

ni se tiñe con sangre de hermanos

tu glorioso pendón bicolor.

Brille hermosa la paz en tu cielo,

nada empañe tu gloria inmortal,

¡que el trabajo es tu digno laurel

y el honor es tu enseña triunfal!

Nós te saudamos (tradução)[editar | editar código-fonte]

Nós te saudamos, Nicarágua! Em teu solo

Já não ruge a voz do canhão,

nem se tinge com o sangue de irmãos

o teu glorioso pendão bicolor.

Que brilhe formosa a paz no teu céu,

e que nada obscureça a tua glória imortal,

pois, o trabalho é o teu digno laurel

e a honra a tua insígnia triunfal!!

Ligações externas[editar | editar código-fonte]