Samba-exaltação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Samba-Exaltação)
Ir para: navegação, pesquisa

Samba-exaltação é o nome de um gênero de samba surgido em 1939.[1]

O momento de inauguração deste estilo de samba menos rústico e mais sofisticado, exaltando as qualidades e a grandiosidade do país, foi a composição Aquarela do Brasil, do mineiro Ary Barroso. A primeira audição é a da diva Aracy Cortes, a quem Ary também deve a consagração de seu nome para o público e no meio artístico.[2]

Um segundo momento de relevância para a consolidação do samba-exaltação foi a inclusão da canção Aquarela do Brasil no filme de Walt Disney, Alô Amigos (Saludos Amigos, 1942), divulgando, pela primeira vez, ritmos nacionais em escala internacional. O sucesso fez os olhos do mundo voltarem-se para a música brasileira.[3]

Caracterizado por composições "meta-regionais", o ufanismo observado nas composições exalta, por assim dizer, a cultura do país como um todo e não um folclore específico, constituindo o primeiro momento de exportação da música popular, apresentando as cores, a aquarela do país e ao resto do mundo.

Referências

  1. Doris Fagundes Haussen. In: EDIPUCRS. ádio e política: tempos de Vargas e Perón. [S.l.: s.n.]. 67 pp. ISBN 8574301973, 9788574301976.
  2. Ricardo Cravo Albin. In: Ediouro Publicações. O livro de ouro da MPB: a história de nossa música popular de sua origem até hoje. [S.l.: s.n.]. ISBN 8500013451, 9788500013454.
  3. Helenice Rodrigues, Heliane Kohler. In: Fundação Getúlio Vargas. Travessias e cruzamentos culturais: a mobilidade em questão. [S.l.: s.n.]. 174 pp. ISBN 8522506574, 9788522506576.