Samsung Galaxy S II

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Samsung Galaxy S II
Samsung Galaxy S II
Fabricante Samsung
Série Samsung Galaxy
Tipo Smartphone
Lançamento 28 de junho de 2011 Flag of Brazil.svg
16 de setembro de 2011 Flag of the United States.svg
1 de junho de 2011 Flag of Australia.svg
8 de junho de 2011 Flag of Portugal.svg
16 de maio de 2011 Flag of Germany.svg
Ecrã 800×480px, 4.27" (10.8 cm) 218 ppi WVGA Super AMOLED Plus (0.37 megapixels)
Sistema operacional Android
CPU 1.2 GHz dual-core ARM Cortex-A9[1] SoC; Samsung Exynos (GT-i9100)
GPU ARM Mali-400 MP[2] (GT-i9100) ou GeForce ULP (8 cores) (GT-i9103)
Memória interna 16 GB
Cartão de memória microSD de até 32 GB
Armazenamento Drive flash de 16GB ou 32GB
Rede (GSM/GPRS/EDGE): 850, 900, 1800, and 1900 MHz; UMTS: 850, 900, 1900, and 2100 MHz; HSPA+: 21 Mbit/s; HSUPA: 5.76 Mbit/s
Conectividade Wi-Fi (802.11a/b/g/n); Wi-Fi Direct; Bluetooth 3.0; USB 2.0; NFC; DLNA; MHL; HDMI; USB Host (OTG) 2.0
Bateria Li-ion 1650 mAh
Dimensões 125 x 66 x 8,5 mm
Peso 116g
Factor de forma Barra
Outros ActiveSync, Social Hub, Readers Hub, Music Hub e Game Hub
Página oficial samsung.com/global/galaxys2(em inglês)
Cronologia
Último
Último
Samsung Galaxy S (2010)
Samsung Galaxy S III (2012)
Próximo
Próximo

O Samsung Galaxy S II (ou Galaxy S2) é um smartphone com sistema Android e interface TouchWiz 4.0 anunciado pela Samsung em 13 de fevereiro de 2011, no Mobile World Congress[3] e é atualmente o mais fino smartphone dual-core do mundo .

Descrição[editar | editar código-fonte]

O Galaxy S II é o sucessor do Samsung Galaxy S. Possui um processador Exynos (próprio da Samsung) dual-core de 1.2 GHz (1,5 GHz em alguns paises). Tem 16 GB de memória interna (8GB no Lite), espessura de 8,5mm, tela WVGA SuperAMOLED Plus de 4,27" (4" no Lite) e uma câmera de 8 megapixels (5 MPix no Lite) com flash LED que pode gravar vídeos em alta definição 1080p com 30 fps. É um dos primeiros aparelhos à suportar a tecnologia Mobile High-definition Link (MHL), que permite a transmissão de vídeo por saída HDMI em 1080p, usando o dispositivo ao mesmo tempo, memória interna de 16/32Gb com entrada de cartão de memória até 32Gb. O aparelho vem com Game Hub, Music Hub, Social Hub, que integra redes sociais como Facebook e Twitter em um só lugar ao invés de aplicações separadas. O Galaxy S II vem com Android 2.3.3 (Gingerbread) instalado. Diferente do primeiro Galaxy S, no Brasil ele não tem TV Digital, assim como noutros países. O peso do celular é de 116g. A versão nacional do aparelho está recebendo inúmeras críticas por não possuir alegadamente o vidro Gorilla Glass[4] .

Mídia[editar | editar código-fonte]

O Galaxy S II vem com suporte para vários formatos de arquivos multimídia e codecs. Para áudio suporta FLAC, WAV, Vorbis, MP3, AAC, AAC+, eAAC+, WMA, AMR-NB, AMR-WB, MID, AC3, XMF; para imagem suporta JPEG, PNG, GIF, WBMP, BMP e AGIF; os codecs de vídeo MPEG4, H.264, H.263, DivX HD/XviD, VC-1); e formatos de vídeo 3GP (MPEG-4), WMV (Advanced Systems Format), AVI (DivX).[5] Foi confirmado o funcionamento com arquivos MKV.[6] Algumas funções atualmente não disponíveis no aparelho na versão brasileira incluem: Execução de funções por voz e o Music Hub. O software brasileiro acompanha alguns aplicativos "propaganda" que não podem ser removidos sem ter acesso root. ele ja foi atualizado para o android 4.0 e agora tem o 4.1 que esta chegando aos poucos.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Os comentários do Galaxy S II têm sido muito positivos. O site Engadget deu ao dispositivo uma nota 9/10, chamando-lhe de "o melhor smartphone Android atual" e "possivelmente o melhor smartphone, atualmente".[7] O CNET UK deu ao dispositivo uma nota favorável de 4.5/5 e o descreveu como "um dos mais finos e leves celulares que já tive o privilégio de testar".[8] O TechRadar deu o dispositivo a nota máxima, 5/5 e descreve os dispositivos como aquele que "estabeleceu um novo patamar para a smartphones em 2011".[9] O site Enzo e BrunoPocketnow ficou "impressionado" com a velocidade do navegador.[10] O site SlashGear afirma que o dispositivo "é uma referência entre os smartphones em geral".[11] Já o GSMArena aponta alguns pequenos erros, revestido em plástico (porém muito mais resistente do que o primeiro Galaxy) e a deficiência do telefone não ter uma tecla/botão dedicada especialmente para a câmera, mas fora isso chama o aparelho de "absurdamente poderoso".[12]

Vendas[editar | editar código-fonte]

A segunda geração do Galaxy S levou apenas 55 dias para vender 3 milhões de unidades. A primeira versão do smarphone Galaxy S levou 85 dias para atingir esse mesmo número. Esse é o smartphone da Samsung de maior sucesso da história da companhia, isso sem o aparelho ter sido lançado nos Estados Unidos, principal mercado na primeira geração do smartphone.[13]

Próxima Geração[editar | editar código-fonte]

A nova geração do Galaxy S foi batizada de Galaxy SIII. Os principais diferenciais são a tela de 4.8 polegadas, o design, processador e o sistema, que é o Android Ice Cream Sandwich (4.0) integrado com a interface TouchWiz UX. O processador agora é um Exynos da própria Samsung, Quad-core e com clock de 1.4 GHz integrados com 1GB de RAM no modelo Internacional e 2GB em modelos Norte-Americanos. O aparelho já foi lançado com o Slogan "Designed for Humans".

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências