Sanção

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa



O vocábulo sanção provém do latim santio, sanctionis, de sancire (estabelecer por lei). Etimologicamente, a palavra possui dois significados distintos[1] .

O primeiro vincula-se ao processo legislativo, onde um membro do executivo, seja presidente, prefeito ou governador, adere ao projeto de lei votado no Poder Legislativo, apondo sua aprovação e encaminhando-o para promulgação e publicação.

Já na segunda acepção, representa a consequência positiva ou negativa prevista em lei para determinado ato praticado por um indivíduo. Realizada certa ação ou omissão prevista na norma jurídica, a retribuição será a aplicação de uma sanção igualmente nela prevista, podendo ser uma punição (pena) ou um incentivo (prêmio).

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Benevides Filho, Maurício, A sanção premial no Direito, Brasília: Brasília Jurídica, 1999.