Sandoz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sandoz Brasil

Ficheiro:Sandozbrasil.jpg

Slogan Uma decisão saudável
Indústria Farmacêutica
Fundação 1886
Pessoas-chave Edouard Constant Sandoz e Alfred Kern, Fundadores; Jeff George, CEO e presidente
Empregados 800
Produtos Produção de medicamentos genéricos e similares, isentos de prescrição Especialidades médicas das áreas de oncologia, sistema nervoso central, urologia e ginecologia, substâncias biotecnológicas e anti-infecciosas
Faturamento R$240 milhões
Página oficial www.sandoz.com.br

A Sandoz é uma empresa farmacêutica do Grupo Novartis, cuja fama por produtos de qualidade tem suas raízes no século XIX (fundação da Sandoz por Edouard Sandoz em 1886). Líder global no mercado de medicamentos genéricos, a Sandoz desenvolve, produz e comercializa medicamentos isentos de patentes, além de princípios ativos farmacêuticos e biotecnológicos.

A empresa oferece aos pacientes em todo o mundo mais de 1000 medicamentos em 5000 apresentações, e formas de distruibuições diferentes.

A Sandoz se destaca graças à sua capacidade de desenvolver e produzir uma ampla gama de medicamentos complexos, que exigem um alto grau de especialização e conhecimento. Esses produtos vão desde orais sólidos e produtos para inalação, e passam por tecnologias desde adesivos transdérmicos até biológicos (medicamentos produzidos a partir de organismos vivos) de última geração.

A Sandoz possui 12 importantes centros de desenvolvimento global, além de contar com uma rede mundial de produção e centros de excelência tecnológica.

Em 2009, a empresa divulgou receitas com a venda de medicamentos genéricos no valor de US$ 7,5 bilhões, com mais de 23.000 funcionários em 130 países.

Também em 2009 a Sandoz anunciou a compra da EBEWE Pharma, empresa Austríaca especializada no desenvolvimento de medicamentos oncológicos injetáveis. Assim a Sandoz criou a Unidade de Negócios de Injetáveis Oncológicos.

A matriz global da Sandoz está localizada em Holzkirchen, Alemanha.

Sandoz no Brasil[editar | editar código-fonte]

Na unidade brasileira em Cambé, no norte Paraná, são empregados mais de 800 funcionários na sede e na Força de Campo distribuída por todo o Brasil. Além disso, são atendidas aproximadamente 15 mil farmácias.

O foco da Sandoz no país vai além da produção de medicamentos genéricos e seu portfólio se estende para os medicamentos similares, medicamentos isentos de prescrição, especialidades médicas tais como oncologia, sistema nervoso central, urologia e ginecologia, cardiologia, além de substâncias biotecnológicas e anti-infecciosas.

A unidade brasileira é um centro de excelência de orais sólidos e Centro de Desenvolvimento na área hormonal da Sandoz Global (SDC – Sandoz Development Center). Ou seja, todos os medicamentos anticoncepcionais comercializados na Sandoz no mundo serão desenvolvidos em Cambé.

Histórico[editar | editar código-fonte]

A Sandoz foi fundada em 1886, na Basileia (Suíça), por Edouard Constant Sandoz e Alfred Kern. Inicialmente focada no setor químico, a empresa, então chamada de Kern & Sandoz, desenvolveu a primeira substância farmacêutica, o antitérmico antipirina, em 1895. Duas décadas depois, em 1917, foi criado o departamento farmacêutico, intensificando a pesquisa e o desenvolvimento de fármacos e culminando com o lançamento de medicamentos inovadores.

Em 1939, a companhia passou a ser chamar Sandoz Ltd. e já contava com subisidiárias na Inglaterra e nos Estados Unidos. A expansão dos negócios ganhou força em 1963, com a aquisição do laboratório austríaco Biochemie, dando início à produção em larga escala de antibióticos e substâncias biotecnológicas. A partir de então, a Sandoz consolida sua vocação farmacêutica investindo na criação de centros de pesquisa nos Estados Unidos e na Áustria.

A trajetória de sucesso, construída ao longo de mais de um século, ganha novo fôlego quando em 1996, Sandoz e Ciba-Geigy se integram para formar a Novartis, em uma das maiores fusões corportativas da história. A companhia passa a atuar fortemente no segmento de medicamentos livres de patente, iniciando operações em diversos países do globo e expandindo mercado por meio de aquisições.

Após unir todo o negócio de medicamentos genéricos sob a marca Sandoz, a Novartis anunciou, em fevereiro de 2005, a aquisição do laboratório alemão Hexal e do norte-americano Eon Labs. A transação conferiu à Sandoz a segunda posição mundial no segmento de genéricos. Com a aquisição, a Novartis Genéricos, que deu início às suas atividades no mercado brasileiro em outubro de 2001, passou a se chamar Sandoz.

Maiores centros de pesquisa e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Boucherville (Canadá), Buenos Aires (Argentina), Cambé (Brasil), Holzkirchen (Alemanha), Kolshet (Índia), Kundl (Áustria), Ljubljana (Eslovênia), Rudolstadt (Alemanha), Schaftenau (Áustria), Wilson (Estados Unidos)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]