Sangi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Governo do
Japão Feudal
Este artigo é parte da série:
História do Japão
Sesshō

Daijō-kan
Conselho de Estado

Cargos Menores

  • Sangi
    (Conselheiro 4º Escalão)

Sangi ( 参议 ?) era um título dado aos Conselheiros do Quarto Escalão do Daijō-kan, no Ritsuryō (sistema governamental feudal japonês) [1] .

Esta posição consultiva permaneceu parte da Corte Imperial do Japão desde o Século VIII até o período Meiji , no Século XIX [2] .


Este cargo foi criado em 702 pelo Código Taihō. Nas fileiras da burocracia imperial, o Sangi serviam o Shōnagon (Conselheiros do Terceiro Escalão) e organizavam os Sadaiben e os Udaiben que eram os administradores responsáveis pela supervisão dos Oito Ministérios do Governo [1] .

Destacam-se entre aqueles que foram agraciados com esse título três irmãos: Fujiwara no Fusasaki, Fujiwara no Maro, Fujiwara no Umakai

O cargo foi eliminado em 1885 [2] .


Referências

  1. a b Siyun-zai Rin-siyo, Isaäc Titsingh. Conseil d'Etat (em francês) Annales des Empereurs du Japon. 426 pp..
  2. a b Nussbaum, Louis-Frédéric "Sangi" at Japan Encyclopedia (2005) p. 817 (em Inglês), ISBN 9780674017535


Ícone de esboço Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.