Sanscritização

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A sanscritização, em sociologia da ciência e etnoantropologia, é um processo social observado na Índia e Nepal que faz com que os grupos pertencentes a castas inferiores procurem elevar o seu nível social adotando os costumes e crenças das castas superiores. Trata-se portanto de um processo de assimilação cultural.

Isto é feito emulando os rituais de castas superiores ou brâmanes através por exemplo da adoção de uma dieta vegetariana, ou regras determinadas para o casamento, ou vestindo roupas rituais determinadas.

O termo é devido, no contexto desta finalidade, ao uso de encantamentos (mantras, orações) em sânscrito, e não é conhecido para as castas mais baixas, e traz a subsequente inserção de palavras em sânscrito na linguagem quotidiana falada .

O sistema hierárquico de castas, no entanto, não é alterado por este processo.

O termo foi tornado popular pelo sociólogo indiano M. N. Srinivas na década de 19501 embora referências anteriores ao processo sejam encontradas em Castes in India: Their Mechanism, Genesis and Development de Bhimrao Ramji Ambedkar.2 As mais antigas referências podem encontrar-se, noutro contexto, em The Laws of Imitation de Gabriel Tarde.3 4 .

Referências

  1. Charsley, S. (1998) "Sanskritization: The Career of an Anthropological Theory" Contributions to Indian Sociology 32(2): p. 527 cit. Srinivas, M.N. (1952) Religion and Society Amongst the Coorgs of South India Clarendon Press, Oxford. ver também, Srinivas, M. N.; Shah, A. M.; Baviskar, B. S.; Ramaswamy, E. A. (1996) Theory and method: Evaluation of the work of M.N. Srinivas Sage, New Delhi, ISBN 81-7036-494-9
  2. Jaffrelot (2005), pp. 33, nota que "Ambedkar advanced the basis of one of the most heuristic of concepts in modern Indian Studies—the Sanskritization process—that M. N. Srinivas was to introduce 40 years later."
  3. Tarde 1899
  4. Tarde, Gabriel. Social Laws: An Outline of Sociology. [S.l.]: New York, The Macmillan company; London, Macmillan & co., ltd., 1899.