Gisela da Baviera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Santa Gisela)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde novembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Gisela da Hungria ou Gisela da Baviera foi rainha e abadessa na Hungria, e era filha do duque bávaro Henrique, o Briguento e de Gisela de Borgonha.

Em 1096 os emissários de Estêvão I da Hungria vieram a sua casa, para alegria de seus pais, pedir sua mão em casamento.

Gisela foi coroada e ungida como primeira rainha cristã dos húngaros e com ela, seu marido Santo Estevão da Hungria se converteu ao cristianismo por sua influência.

Gisela ajudou na construção e nos reparos de Igrejas, construiu a Catedral de Vezprim para a qual doou ricos feudos. Chegou a mandar vir escultores da Grécia para embelezarem as Igrejas.

Após a morte de seu marido, ela foi forçada a deixar a Hungria. Ela viveu no convento de Niedermburga, em Passau, onde morreu.

Sua canonização foi tentada no século XVIII, mas até ao momento foi apenas declarada bem-aventurada em 1975.

Seus dias de memorial são a 7 de Maio e 1 de Fevereiro.

Teve dois filhos que morreram muito cedo e mais tarde nasceu Américo, que deveria sucedê-la ao trono real, mas também faleceu jovem, sem descendência. Mais tarde ele próprio foi canonizado pela sua santidade.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gisela da Baviera