Santa Maria (Rio Grande do Sul)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Santa Maria
"SM"
"Cidade Universitária"
"Cidade-Cultura"
"Coração do Rio Grande do Sul"
Vista panorâmica de Santa Maria a partir do Morro Campestre do Menino Deus

Vista panorâmica de Santa Maria a partir do Morro Campestre do Menino Deus
Bandeira de Santa Maria
Brasão de Santa Maria
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 17 de maio
Fundação 1858
Gentílico santa-mariense
Lema Santa Maria cidade coração do Rio Grande do Sul
Prefeito(a) Cezar Augusto Schirmer (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Santa Maria
Localização de Santa Maria no Rio Grande do Sul
Santa Maria está localizado em: Brasil
Santa Maria
Localização de Santa Maria no Brasil
29° 41' 02" S 53° 48' 25" O29° 41' 02" S 53° 48' 25" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Centro Ocidental Rio-grandense IBGE/2008[1]
Microrregião Santa Maria IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Itaara, Julio de Castilhos, São Martinho da Serra, São Gabriel, São Sepé, Silveira Martins, Restinga Seca, Formigueiro, São Pedro do Sul e Dilermando de Aguiar
Distância até a capital 290 km
Características geográficas
Área 1 779,556 km² (BR: 832º)[2]
População 262 368 hab. Censo IBGE/2011[3]
Densidade 147,43 hab./km²
Altitude 151 m
Clima subtropical Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,845 muito alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 3 855 271,743 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 12 200,16 IBGE/2008[5]
Página oficial

Santa Maria é um município do estado do Rio Grande do Sul, no Brasil.

Com 262 368 habitantes, segundo o censo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística/2011, é considerada uma cidade média e de grande influência na região central do estado. É a 5ª cidade mais populosa do Rio Grande do Sul e, isoladamente, a maior de sua região, que possui quase 1 milhão de habitantes.

Santa Maria é considerada cidade universitária, graças à Universidade Federal de Santa Maria, criada por José Mariano da Rocha Filho.

História[editar | editar código-fonte]

A Vila Belga, na cidade de Santa Maria

Os primeiros habitantes conhecidos da região atualmente ocupada pelo município de Santa Maria foram os índios minuanos e tapes[6] . A cidade foi criada a partir de acampamentos de uma comissão demarcadora de limites entre terras de domínio espanhol e português que passavam pela região. A comissão montou acampamento onde atualmente está situada a Praça Saldanha Marinho, em 1797.

Durante a Revolução Farroupilha (1835-1845), chegaram os primeiros imigrantes alemães, provenientes de São Leopoldo, buscando se afastar dos combates.[7]

A cidade conserva prédios históricos de valor, como a Catedral de Nossa Senhora da Conceição, o Theatro Treze de Maio, a Catedral do Mediador da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, o Clube Caixeiral de Santa Maria, o Banco Nacional do Commercio, a Sociedade União dos Caixeiros Viajantes e a Vila Belga.

Santa Maria sedia uma das maiores universidades públicas do Brasil, a Universidade Federal de Santa Maria. A universidade conta atualmente com quase 27 000 alunos em seus cursos de graduação e pós-graduação.

Por abrigar uma grande quantidade de instituições de ensino, a cidade é conhecida como "Cidade-Cultura".

Santa Maria também é denominado o município "Coração do Rio Grande" devido a sua localização geográfica. O centro geográfico do Rio Grande do Sul fica na Unidade Residencial Arenal, no bairro Passo do Verde, a 18,62 km em linha reta do marco zero da cidade, no bairro Centro.

No dia 27 de janeiro de 2013, Santa Maria tornou-se conhecida internacionalmente em decorrência de uma grande tragédia abalou a cidade. Um incêndio na boate Kiss matou mais de 242 pessoas e deixou mais de 130 feridos. Na boate, acontecia uma festa de universitários e o incêndio começou devido a um show pirotécnico. Faíscas teriam atingido o teto da boate, que possuía material de isolamento acústico, que é altamente combustível. A maioria das vítimas morreram por asfixia ou pisoteamento, devido ao grande número de pessoas dentro da boate na hora da tragédia. Testemunhas dizem que alguns seguranças da boate haviam impedido a saída de pessoas por não terem pago a comanda. Essa tragédia foi considerada a segunda maior tragédia causada por incêndio, em número de mortos, na história do Brasil[8] .

Em 2013, a prefeitura assinou um convênio com a Caixa Econômica Federal para a obra de implantação de um trem turístico.[9] [10]

Administração[editar | editar código-fonte]

Lista de Prefeitos de Santa Maria

Nome Partido início do mandato fim do mandato
Manuel Ribas [s/d] 1930 1932
João Antônio Edler [s/d] 1932 1935
Amaury Appel Lenz [s/d] 1935 1937
Antônio Xavier da Rocha [s/d] 1937 1942
Miguel Meirelles [s/d] 1942 1947
José Marques da Rocha [s/d] 1947 1949
Josué Piccini [s/d] 1949 1951
Napoleão Sacchis [s/d] 1951 1951
Vidal Castilhos Dânia [s/d] 1951 1951
Heitor da Silveira Campos [s/d] 1952 1954
Raul Valandro [s/d] 1954 1955
Vidal Castilhos Dânia [s/d] 1956 1959
Miguel Sevi Viero PSD 1960 1963
Paulo Lauda PTB 1964 1964
Miguel Meirelles ARENA 1964 1964
Francisco Alvares Pereira [s/d] 1965 1969
Luis Alves Rolim Sobrinho MDB 1969 1972
Arthur Marques Pfeiffer ARENA 1973 1976
Osvaldo Nascimento da Silva MDB 1977 1982
José Farret PDS 1983 1988
Evandro Behr PDS 1989 1992
José Farret PDS 1993 1996
Osvaldo Nascimento Da Silva PTB 1997 2000
Valdeci Oliveira (dois mandatos) PT 2001 2008
Cezar Schirmer (dois mandatos) PMDB 2009 Atualmente

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

Santa Maria é um município dividido em 10 distritos que, com exceção do 1º Distrito (Sede) — dividido em 41 bairros —, não têm subdivisões, ou seja, possuem um único bairro, homônimo ao distrito a que pertence.

Para fins administrativos o distrito da Sede é distribuído em Regiões Administrativas, um conjunto de bairros unidos de acordo com localização e características, e, os demais distritos, cada um, possui uma subprefeitura.

Dessa forma, Santa Maria possui 50 bairros oficiais, que por sua vez contêm Unidades Residenciais — a menor unidade urbana, ou rural, de relação e convivência —, que ligam unidades habitacionais dentro de um sistema viário, identificadas por loteamento, condomínio residencial, parque residencial, jardim residencial, vila, localidade, quilombo e cohab, entre outras, distribuídas dentro da unidade de vizinhança (bairro).

Geografia[editar | editar código-fonte]

Também conhecida como Santa Maria da Boca do Monte, pois situa-se em uma região cercada por morros, do final do derramamento basáltico ocorrido no Pleistoceno. Quando há vento Norte, é muito forte, chegando a 100 km/h. Sua população estimada em 2009 era de 268 969 habitantes.

  • Altitude mínima: 41 metros acima do nível do mar
  • Altitude média: 113 metros acima do nível do mar
  • Temperatura média anual: 19,5°C
  • Clima: subtropical úmido
  • Precipitação pluviométrica média: 1 800 milímetros

Economia[editar | editar código-fonte]

Santa Maria, por sua posição geográfica central e por situar-se na metade sul do estado, foi, desde os tempos do império, historicamente estratégica na questão dos conflitos com os "países do prata". Por esse motivo, por várias décadas os investimentos concentrados no local foram referentes à segurança nacional.

Assim formaram-se uma estrutura e uma vocação econômica do município voltada para a prestação de serviços, posteriormente acentuada com o estabelecimento dos serviços públicos estatais e federais e com o desenvolvimento do comércio.

As bases econômicas do município podem ser comprovadas pelos empregos ofertados. Os dados disponíveis revelam a alta importância do setor terciário, destacando-se o comércio, os serviços públicos, incluindo os da Universidade Federal de Santa Maria, e os militares.

Certamente a grande massa e fluxo monetário na cidade de Santa Maria dependem fundamentalmente do serviço público. Como já salientado anteriormente, Santa Maria destaca-se na região, no estado e no país como cidade portadora das seguintes funções relacionadas à prestação de serviços: comercial, educacional, médico hospitalar, rodoviário e militar policial.

Estas funções urbanas terciárias absorvem mais de 80% da população ativa da cidade, salientando-se principalmente o setor ocupado em atividade comercial e educacional. Ainda no aspecto funcional da cidade, aparece em segundo lugar o setor primário (agropecuário) e em terceiro lugar, o setor secundário, que no geral são indústrias de pequeno e médio porte, voltadas principalmente para o beneficiamento de produtos agrícolas, metalurgia, mobiliários, calçados, laticínios, etc.

A cidade destaca-se por ser a segunda cidade do Rio Grande do Sul em números de pessoas ricas, sendo a segunda cidade do estado com maior número de pessoas das classes A e B (28 do país). Conforme pesquisa da Fundação Getúlio Vargas.

Energia[editar | editar código-fonte]

Santa Maria, conta com duas subestações de distribuição de energia, SE Santa Maria 1 na tensão 138kV e SE Santa Maria 3 em 230kV. As linhas de transmissão que abastecem a cidade são Dona Francisca - SE Santa Maria 3 - SE São Vicente e SE Jacuí - SE Santa Maria 1 - SE Alegrete.[11] As linhas de transmissão são da CEEE e a distribuição é feita pela AES Sul. A capacidade de distribuição da SE Santa Maria 3 será aumentada em 166MVA, através de leilão da ANEEL [12] [13] . Além da AES Sul há outras distribuidoras de energia com menor expressividade no município.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Panorama da região central da cidade de Santa Maria a partir do Morro Itararé.
Panorama da região central da cidade de Santa Maria a partir do Morro Itararé.


Royal Plaza Shopping, o maior shopping da região e um dos principais centros comerciais de Santa Maria.

No sistema urbano do Rio Grande do Sul (dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Santa Maria é a 5ª maior cidade do estado em população, depois de Porto Alegre, Caxias do Sul, Pelotas e Canoas.

O município possui grande poder de atração populacional, o que o transformou em importante centro regional e forte centro de polarização.

Religião[editar | editar código-fonte]

A maior parte da população santamariense é pertencente à Igreja Católica Romana. Celebra-se na cidade a tradicional Romaria de Nossa Senhora Medianeira. A importância da Diocese de Santa Maria foi reconhecida pela Santa Sé, sendo esta elevada à condição de arquidiocese, em 2011.

No entanto, nos últimos anos houve um considerável crescimento do número de protestantes no município, tanto do ramo tradicional, tendo destaque para a comunidade luterana, batista, metodista e anglicana (sede da Diocese Anglicana Sul-Ocidental) e do ramo pentecostal, destacando-se a Igreja do Evangelho Quadrangular, Igreja Assembleia de Deus, Igreja Deus é Amor, Igreja Internacional da Graça de Deus, entre outras. Há representação de mórmons, adventistas, Testemunhas de Jeová e da Ciência Cristã.

A doutrina espírita é difundida pelos centros espíritas ligados à Federação Espírita do Rio Grande do Sul e pela Aliança Espírita Santa-Mariense. Encontra-se na cidade a tradicional Sinagoga Yitzhak Rabin[16] e um certo número de muçulmanos descendentes de imigrantes palestinos. Nas religiões orientais dá-se destaque para o budismo tibetano. A cidade possui ainda um número considerável de centros de cultos afro-brasileiros, em especial da Umbanda.

Educação[editar | editar código-fonte]

Faculdade Palotina de Santa Maria: uma das maiores faculdades da cidade. Consigo, é integrado o Museu Vicente Pallotti, um dos museus mais visitados de Santa Maria.

Instituições de ensino superior[17] :

Ciência[editar | editar código-fonte]

Unidade CRS-INPE Santa Maria RS Brasil

A cidade de Santa Maria conta com o Centro Regional Sul de Pesquisas Espaciais do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia. O centro realiza pesquisas nas áreas de geoprocessamentos, astronomia, oceanográfica, inclusive antártica e juntamente com a Defesa Civil realiza trabalhos sobre Desastres Naturais.[18] As pesquisas na área de Meteorologia são realizadas através de um convênio com a Universidade Federal de Santa Maria pelos docentes e alunos do Curso de Meteorologia desta Universidade, sendo as principais áreas de estudo de escala sinótica e previsão do tempo, meteorologia de mesoescala e tempestades severas, clima regional e micrometeorologia.[19]

Paleontologia[editar | editar código-fonte]

Santa Maria (Rio Grande do Sul) (Sítios Paleontológicos de Santa Maria)
Red pog.svg
1
Red pog.svg
2
Red pog.svg
3
Red pog.svg
4
Red pog.svg
5
Red pog.svg
6
Red pog.svg
7
Red pog.svg
8
Red pog.svg
9
Red pog.svg
10
Red pog.svg
11
Red pog.svg
12
Red pog.svg
13
Red pog.svg
14
Red pog.svg
15
Red pog.svg
16
Red pog.svg
17
Red pog.svg
18
Red pog.svg
19
Red pog.svg
20
Bandeira do Geoparque Paleorrota.JPG Sítios Paleontológicos de Santa Maria:

1)Arroio Cancela. 2)Cabeceira do Raimundo. 3)Arroio Passo das Tropas. 4)Olaria Campus UFSM. 5)Colégio Militar. 6)Largo Padre Cargnin. 7)Cerrito I. 8)Cerrito II. 9)Cerrito III. 10)Sanga da Alemoa. 11)Jazigo 5. 12)Sanga do Armário. 13)Vila dos Sargentos. 14)Cidade dos Meninos. 15)Vila Kennedy. 16)Vila Caturrita. 17)Bela Vista. 18)Jardim Berleze. 19)Esc. Xavier da Rocha. 20)Silva Jardim.


Filhote de exaeretodon coletado por Sergio Kaminski no Sítio Paleontológico Arroio Cancela

A cidade é o berço do geoparque da Paleorrota e da paleontologia no Rio Grande do Sul e no Brasil. Os Sítios Paleontológicos de Santa Maria são internacionalmente conhecidos. Em 1902, foi coletado um Rincossauro em Santa Maria que viria a ser o primeiro fóssil da América do Sul. O paleontólogo Llewellyn Ivor Price é natural de Santa Maria e foi um dos primeiros paleontólogos do Brasil. Price coletou o estauricossauro, o primeiro dinossauro brasileiro. A cidade está sobre um enorme depósito de fósseis. Possui mais de vinte sítios paleontológicos.

Em outubro de 2009, começou a distribuição gratuita de mil exemplares do livro "Vertebrados Fósseis de Santa Maria e Região". O livro será entregue a instituições, escolas e bibliotecas de Santa Maria, com a finalidade de difundir o ensino deste assunto na região. O livro foi publicado pela câmara de vereadores da cidade.[20]

Foram publicadas duas história em quadrinhos com os títulos "Xiru Lautério e Os Dinossauros I e II", com o objetivo de divulgar a paleontologia e a cultura gaúcha entre as crianças da cidade e região.

Mídia[editar | editar código-fonte]


Portal
A Wikipédia possui o
Portal Santa Maria
da Boca do Monte

Leitor, participe do projeto
"Vamos todos wikificar Santa Maria."


Santa Maria é sede de dois canais de televisão que transmitem programação local (RBS TV Santa Maria (Afiliada á Rede Globo) e TV Pampa Centro (Afiliada á Rede TV!), além de estações retransmissoras da TV Record Porto Alegre, TV Bandeirantes Porto Alegre, SBT Porto Alegre e TVE-RS (Afiliada à TV Brasil). Possui também dois jornais de circulação regional (A Razão e Diário de Santa Maria). Possui também várias rádios, como a Santamariense AM, Imembuí AM, Guarathan AM, Universidade AM, Medianeira AM, Medianeira FM, e também da rádio de ondas curtas Trans Mundial, que transmite para todo o Brasil a partir de estúdios na cidade de São Paulo. Em Santa Maria, também há estúdio, porém raras são as programações geradas no município. Localiza-se no bairro Palma (Distrito da Palma) a 800 metros da rodovia RSC-287.

Museus e outros espaços de memória[editar | editar código-fonte]

  1. Museu Comunitário Treze de Maio
  2. Museu Vicente Pallotti. (possui fósseis do geoparque Paleorrota)
  3. Museu Ferroviário de Santa Maria
  4. Museu Sacro de Santa Maria
  5. Museu Mallet
  6. Museu de Astronomia - Planetário
  7. Museu Histórico-Cultural das Irmãs Franciscanas
  8. Museu de Arte de Santa Maria
  9. Museu Educativo Gama D'Eça. (possui fósseis do geoparque Paleorrota)
  10. Acervo Histórico do I.E.E. Olavo Bilac
  11. Casa de Memória Edmundo Cardoso
  12. Casa-Museu João Luiz Pozzobon
  13. Centro Histórico Coronel Pillar
  14. Memorial de Imigração e cultura Japonesa do Rio Grande do Sul
  15. Memorial do Colégio Manoel Ribas
Commons
O Commons possui multimídias sobre Santa Maria (Rio Grande do Sul)

Clima[editar | editar código-fonte]

Tabela Climática de Santa Maria - RS
Temperaturas
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Média
Média Máxima °C 30.4°C 30°C 28.2°C 25°C 22.1°C 19.2°C 19.6°C 20.3°C 21.9°C 24.8°C 27.3°C 29.5°C 24,8°C
Média Mínima °C 19.1°C 19.5°C 17.9°C 14.5°C 11.8°C 9.3°C 9.5°C 10.4°C 11,3°C 13.5°C 15.9°C 19.3°C 14.3°C
Precipitação
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Total
Total mm 145,1mm 130,2mm 181,7mm 134,7mm 129,1mm 144mm 148,6mm 137,4mm 153,6mm 145,9mm 132,2mm 133,5mm 1686mm
Inmet [1961-1990].[21]

A cidade de Santa Maria, localizada a aproximadamente 6° de latitude ao sul do Trópico de Capricórnio, encontra-se na zona temperada austral do globo, e apresenta um clima de tipo subtropical úmido. Nos dias mais quentes do verão e ocasionalmente, como ocorre em todo o Sul do Brasil também nos meses frios (neste último caso em situações de bloqueios atmosféricos ou de aquecimento pré-frontal, mais comumente em anos em que se registram invernos mais quentes que a média histórica), as temperaturas máximas podem ultrapassar os 30°C. Por outro lado, nos meses de outono, inverno, e ocasionalmente no início da primavera, os dias mais frios podem apresentar mínimas em torno ou mesmo abaixo de 0°C (entre 0°C e -4°C), e máximas abaixo de 12°C; nessas ocasiões, provocadas por entradas de massas de ar polar, é comum a ocorrência de geada (podendo ocorret várias vezes durante os meses frios e em todos os anos), e ocasionalmente, de neve, sendo esta de ocorrência mais rara. A presença do vento pode, nessas ocasiões, acentuar muito a sensação térmica de frio. Por estar localizada em latitudes médias, a cidade de Santa Maria, possui regime pluviométrico tipicamente subtropical, com chuvas bem distribuidas ao longo do ano, e sem a existência de estação seca definida, embora, ocasionalmente, podem ocorrer períodos anomalamente prolongados de estiagem, normalmente entre a primavera, verão e primeira metade do outono.

Cidades Irmãs[editar | editar código-fonte]

Várzea Grande, cidade-irmã de Santa Maria

Esportes[editar | editar código-fonte]

Futebol[editar | editar código-fonte]

O Esporte Clube Internacional de Santa Maria surgiu da ideia de se criar um clube de futebol que pudesse fazer frente ao Guarany Atlântico e ao Riograndense Futebol Clube, que, na época, era uma potência com reconhecimento em toda a região e no Estado, e que representava a comunidade ferroviária da cidade. Nascia assim, a rivalidade das duas torcidas e o clássico Rio-Nal. O mascote do Riograndense Futebol Clube é o Periquito e o Esporte Clube Internacional de Santa Maria possui o "Dinorubro", em homenagem ao primeiro dinossauro brasileiro, que foi encontrado na cidade e que deu origem à Paleorrota.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 de dezembro de 2010.
  3. Censo Populacional 2011. Censo Populacional 2011. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2011). Página visitada em 11 de dezembro de 2011.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  6. HJOBRASIL. História da cidade de Santa Maria. Disponível em http://www.hjobrasil.com/ordem.asp?secao=3&categoria=699&subcategoria=1366&id=4992. Acesso em 7 de fevereiro de 2013.
  7. PORTO, Aurélio. O Trabalho alemão no Rio Grande do Sul, Graf, Santa Terezinha, Porto Alegre, 1934, p.138.
  8. TRUDA, F. G1-Rio Grande do Sul. Bombeiros prestam depoimento sobre incêndio em Santa Maria. Disponível em http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2013/02/bombeiros-prestam-depoimento-sobre-incendio-em-santa-maria.html. Acesso em 7 de fevereiro de 2013.
  9. Prefeitura assina convênio para Trem Turístico e dá grande passo para se tornar polo turístico
  10. Santa Maria/RS – Dada partida para trem turístico
  11. http://www.ceee.com.br/pportal/ceee/Component/Controller.aspx?CC=1754
  12. http://www.aneel.gov.br/area.cfm?idArea=54
  13. http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,aneel-oferta-em-leilao-14-linhas-de-transmissao-nesta-5,170133,0.htm
  14. IBGE. Censo demográfico de 2010. Acessado em 28 de novembro de 2012.
  15. Santa Maria. Livro guia de utilidade pública. Edição especial do sesquicentenário de Santa Maria. 42ª edição.
  16. Título não preenchido, favor adicionar.
  17. Ministério da Educação. Instituições de Educação Superior e Cursos Cadastrados. Página visitada em 10 de abril de 2013.
  18. Centro Regional Sul de Pesquisas Espaciais.
  19. Curso de Meteorologia da UFSM.
  20. Vertebrados Fósseis de Santa Maria e Região..
  21. Título não preenchido, favor adicionar.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikivoyage Guia turístico no Wikivoyage