Santa Muerte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Santa Muerte
Santa Muerte.
Senhora da Noite, Senhora das Sombras
Veneração por Catolicismo popular
Festa litúrgica Dia dos Mortos
(1 de novembro)
Atribuições Esqueleto (Catrina) com gadanha e globo
Padroeira homossexuais, policiais, mariachi
Gloriole.svg Portal dos Santos

Santa Muerte é uma figura sagrada venerada no México, provavelmente um sincretismo entre crenças católicas e mesoamericanas.[1] A cultura mexicana mantém desde a era pré-colombiana uma certa reverência em relação à morte,[2] manifestada em celebrações sincréticas como o Dia dos Mortos.[3] Entre os elementos católicos da celebração está o uso de esqueletos para lembrar as pessoas de sua mortalidade.[4]

A Santa Muerte geralmente aparece como uma figura esquelética, vestida com um longo manto e carregando um ou mais objetos, normalmente uma gadanha e um globo. O manto costuma ser branco, mas representações da figura variam significantemente de pessoa a pessoa de acordo com o pedido do devoto ou do ritual a ser apresentado.[5] Como o culto a Santa Muerte era clandestino até recentemente, a maioria das preces e outros rituais eram feitos de forma privada, em casa.[4] Entretanto, nos últimos dez anos, a veneração tornou-se mais pública, especialmente na Cidade do México. O culto é condenado pela Igreja Católica no país, mas está firmemente entranhado nas tradições das classes baixas e marginalizadas do México.[1] O número de fiéis da Santa Muerte cresceu nos últimos vinte anos, chegando a aproximadamente dois milhões de seguidores,[2] além de atravessar fronteiras, alcançando as comunidades mexicanas dos Estados Unidos.[3]

Origens[editar | editar código-fonte]

De forma similar a outras culturas pelo mundo, deidades pré-cristãs no México são algumas vezes sincretizadas como santos. Por outro lado, na Espanha a expressão santa muerte pode ser simplesmente interpretada como "a sagrada morte". Desta forma, Santa Muerte pode ser simplesmente uma representação da reinterpretação folclórico-religiosa da prática da Igreja Católica Romana de orar para receber um morto em estado de graça.[6]

Santa Muerte é também adorada pela Iglesia Católica Tradicionalista Mexicana-Estadounidense, uma igreja sem relação com a Igreja Católica Romana.[7]

Aparência[editar | editar código-fonte]

Santa Muerte é geralmente vestida como o anjo da morte, carregando uma gadanha e uma balança (que pode ser reminiscente de São Miguel. Ela também pode estar vestida com um manto vermelho e uma coroa dourada; nesta forma, a veem como uma variação da Virgem Maria.

Estátuas de Santa Muerte são confeccionadas em vermelho, branco, verde e preto, para o amor, sorte, sucesso financeiro e proteção. Oferendas à Santa Muerte incluem rosas, maconha, cigarros, frutas, doces e tequila. Santuários em homenagem a Santa Muerte são adornados com rosas vermelhas, cigarros e garrafas de tequila, e velas queimam em adoração. Por todo o México e em parte dos Estados Unidos (especialmente em comunidades de imigrantes mexicanos), são vendidos itens como cartas, medalhas e velas relacionados à santa.[8] Santa Muerte é frequentemente tomada por padroeira por traficantes, sequestradores e outros criminosos, ou por pessoas que vivem em comunidades violentas.[9] Muitos dos altares dedicados a La Santissima Muerte podem ser encontrados ao longo das estradas no nordeste do México, e foram construídos por traficantes.[10]

Destruição de altares[editar | editar código-fonte]

Em 24 de março de 2009, autoridades mexicanas destruíram 30 capelas dedicadas a Santa Muerte nas cidades de Nuevo Laredo e Tijuana em resposta às suas fortes associações com traficantes de drogas e a pedido de moradores locais.[11] José Manuel Valenzuela Arce, um pesquisador do Colegio de la Frontera Norte, fez um comentário sobre a ação: "a destruição dessas capelas não vai diminuir em nada o crime... alguém que está indo cometer um crime poderia ir tanto a uma capela de Santa Muerte quanto a uma Igreja Católica, ou simplesmente não ir a lugar nenhum".[12]

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Santa Muerte

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Lorusso, Fabrizio. Santa Muerte. Patrona dell'umanità (Stampa Alternativa/Nuovi Equilibri, 2013) ISBN 9788862223300
  • Chesnut, R. Andrew. Devoted to Death: Santa Muerte, the Skeleton Saint (Oxford University Press, 2012) ISBN 0199764654

Referências

  1. a b "Santa Muerte: The New God in Town". Time.com, 16 de outubro de 2007
  2. a b "El culto a la Santa Muerte: un estudio descriptivo". Revista Psichologia
  3. a b "'Saint Death' comes to Chicago". Chicago Tribune
  4. a b "El culto a la Santa Muerte". El Universal
  5. El libro de la Santa Muerte. Cidade do México: Editores Mexicanos Unidos, S.A.. pp. 13–18. ISBN 978-968-15-2040-3
  6. Santa Muerte: The New God in Town. Time. 16-10-2007.
  7. Mexicanos fazem marcha em prol da Santa Morte. UOL Notícias. 15-5-2005.
  8. 'Saint Death' comes to Chicago. The Chicago Tribune. 30-9-2007.
  9. Com a imagem de uma caveira, mexicanos reverenciam 'Santa Muerte'. Globo G1 Notícias. 5-4-2009.
  10. Saint of Death draws followers in Mexico. TheWorld.org. 2-3-2009.
  11. Derriban 30 capillas de la Santa Muerte. El Diario. 24-3-2009.
  12. New front in war on drug gangs. Sign On San Diego. 29-3-2009.