Santa Tatiana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Santa Tatiana
Nascimento 222-235 em Roma
Morte 250 em Roma
Veneração por Igreja Ortodoxa
Igreja Católica
Festa litúrgica 25 de Janeiro
Atribuições Mostrado segurando uma cruz mártir, ou um prato com dois olhos sobre ele.
Padroeira Estudantes
Gloriole.svg Portal dos Santos

Santa Tatiana ou Santa Tatiana de Roma (Roma, entre 222 ou 235 - Roma, 250) foi uma mártir cristã, durante o reinado do imperador Alexandre Severo. Ela era uma diaconisa da igreja primitiva.[1]

Lenda[editar | editar código-fonte]

A Virgem Santa Mártir Tatiana nasceu em uma ilustre família patrícia romana, e seu pai foi eleito cônsul por três vezes. Ele era secretamente um cristão e levantava sua filha para se dedicar a Deus e na Igreja, algo que era proibido no Império Romano. Quando chegou a idade adulta, Tatiana decidiu permanecer virgem, tornando-se noiva de Cristo. Desprezando as riquezas mundanas, ela procurou em vez da riqueza imperecível do céu. Ela foi ordenada diaconisa em uma das igrejas romanas e serviu a Deus em jejum e oração, cuidando dos doentes e ajudando os necessitados.

Conta a lenda quando Roma foi governada por dezesseis anos, por Alexandre Severo entre 222-235, todo o poder estava concentrado nas mãos do regente Ulpiano, um feroz inimigo e perseguidor dos cristãos. Tatiana foi descoberta e presa, foi levada para o templo de Apolo e forçada a oferecer sacrifícios aos ídolos. A santa começou a rezar, e de repente houve um terremoto. As estátuas foram quebradas em pedaços, e parte do templo desabou, caindo sobre os sacerdotes pagãos. Os demônios que habitam os ídolos fugiram gritando do templo, os presentes viram sua sombra voando pelos ares.

Os pagãos, em seguida arrancaram a os olhos com ganchos da santa virgem, mas ela resistiu bravamente a tudo, rezando por seus algozes que o Deus abrisse seus olhos espirituais. Deus ouviu a oração de sua serva, quando os carrascos viram quatro anjos ao redor da santa. Uma voz se ouviu do céu falar com a Virgem Santíssima, então oito homens acreditaram em Cristo e cairam de joelhos diante de Santa Tatiana, implorando-lhe que perdoasse os seus pecados. Por confessarem-se cristãos, eles foram torturados e executados, recebendo o batismo por sangue.

Praça własna, na cidade russa de Samara, Igreja em honra da Mártir Tatiana.

No dia seguinte, Santa Tatiana foi levada perante o juiz. Ao vê-la completamente curada de suas feridas, ela foi despida e espancada, e seu corpo foi cortado com uma navalha. Uma fragrância maravilhosa encheu o ar, ela foi, então, jogada no chão e espancada por tanto tempo que os servos tiveram que ser substituídos por diversas vezes. Eles ficaram exaustos e diziam que uma força invisível estava lhes batendo com varas de ferro. Na verdade, os anjos afastavam os golpes dirigidos a ela e direcionavam contra os torturadores, fazendo com que nove deles caíssem mortos. Eles então jogaram Tatiana na prisão, onde rezou durante toda a noite e cantou louvores ao Senhor com os anjos.

A manhã começou de novo, e Santa Tatiana foi levada ao tribunal mais uma vez. Os torturadores viram com espanto que, após tantos tormentos, ela estava completamente sã e ainda mais radiante e bonita do que antes. Eles começaram a importuná-la para oferecer sacrifícios à deusa Diana, a santa pareceu concordar, e eles a levaram para o templo pagão. Santa Tatiana fez o sinal da cruz e começou a rezar, de repente, houve um trovão ensurdecedor, e um raio atingiu o ídolo, as oferendas e os sacerdotes pagãos.

Mais uma vez, a mártir foi duramente torturada, ela foi pendurada e lixada com garras de ferro, e seus seios foram cortados. Naquela noite, anjos apareceram para ela na prisão e curaram suas feridas, como antes. No dia seguinte, levaram Santa Tatiana ao Coliseu, soltando um leão faminto perto dela, o animal não machucou a santa, mas mansamente lambeu seus pés.

Quando estava sendo levando de volta para sua jaula, o leão matou um dos torturadores, com isso atiraram Tatiana no fogo, mas as chamas não a queimavam. Os pagãos, pensando que ela era uma feiticeira, cortaram seus cabelos para tirar os seus poderes mágicos, e trancaram-na no templo de Zeus.

No terceiro dia, os sacerdotes pagãos adentraram ao templo, que pretendam oferecer sacrifício a Zeus. Eles viram o ídolo no chão, quebrado em pedaços, e a Santa Mártir Tatiana louvando alegremente ao Senhor Jesus Cristo. O juiz então condenou-a a ser decapitada com uma espada. Seu pai também foi executado com ela, porque ele a havia educado a amar a Cristo.[2]

Veneração[editar | editar código-fonte]

Tatiana é venerada como um santa, e sua festa é em 12 de janeiro (para aquelas igrejas que seguem o tradicional Calendário Juliano, que atualmente recai sobre 25 de janeiro do moderno Calendário Gregoriano). Os milagres realizados por Santa Tatiana se diz ter convertido muitas pessoas para a religião nascente. Santa Tatiana é padroeira dos estudantes, na Bielorrússia , Rússia e Ucrânia, o dia de Tatiana é também conhecido como "O dia dos alunos".[3]

Em 1755 no 25 de janeiro dia desta santa mártir, a imperatriz Isabel da Rússia endossada sua petição para estabelecer a Universidade de Moscou. A partir dai 25 de janeiro passa a ser também a data de fundação da universidade. A igreja de Santa Tatiana foi construída mais tarde no campus da universidade pela Igreja Ortodoxa Russa, e declarado que Santa Tatiana patrona dos estudantes, com o decreto especial do imperador russo Nicolau I, após a revolução bolchevique de 1917, o dia de Tatiana tornou-se comemorado como dia dos estudantes na Rússia em 1995.[3]

A semelhança da sua vida com as de Santa Martina e Santa Priscila levou alguns a questionar se elas podem até mesmo ser todas a mesma pessoa, ou se talvez semelhante hagiografias lhes foram atribuídos a título póstumo. Não há nenhuma evidência precoce da veneração de qualquer Martina e Tatiana, em Roma, e Prisca (ou Priscila) é difícil de identificar. Ela é uma das padroeiras da cidade de Roma. [4]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Santa Tatiana
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Santa Tatiana