Santo Estêvão (Bahia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Santo Estêvão
Entrada do município.

Entrada do município.
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação 12 de julho de 1921 (93 anos)
(emancipação)
Gentílico santo-estevense
Prefeito(a) Orlando Santiago (PSD)
(2013–2016)
Localização
Localização de Santo Estêvão
Localização de Santo Estêvão na Bahia
Santo Estêvão está localizado em: Brasil
Santo Estêvão
Localização de Santo Estêvão no Brasil
12° 25' 48" S 39° 15' 03" O12° 25' 48" S 39° 15' 03" O
Unidade federativa  Bahia
Mesorregião Centro Norte Baiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Feira de Santana IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Ipecaetá, Rafael Jambeiro, Castro Alves, Antônio Cardoso e Cabaceiras do Paraguaçu.
Distância até a capital 148 km
Características geográficas
Área 365,141 km² [2]
População 52 186 hab. IBGE/2013[3]
Densidade 142,92 hab./km²
Altitude 242 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,626 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 203 212,511 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 4 383,36 IBGE/2008[5]
Página oficial

Santo Estêvão é um município brasileiro do estado da Bahia. Localiza-se à latitude 12º25'49" sul e à longitude 39º15'05" oeste, com 242 metros de altitude. Faz parte do Vale do Paraguaçu. Sua população é de 52.186 habitantes de acordo com a estimativa populacional em 2013, distribuídos em 366,597 km² de área.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localizada as margens da BR 116, na Microrregião de Feira de Santana. Tem como municípios vizinhos Ipecaetá, Rafael Jambeiro, Antônio Cardoso, Castro Alves e Cabaceiras do Paraguaçu.

Tem a topografia em forma de tabuleiros, assim como Feira de Santana e clima comum ao agreste baiano.

Rodoviária da cidade.

Santo Estevão tem, uma geografia semelhante a de estados como Goiás e Tocantins, por ser de topografia plana. Em certas épocas do ano, devido ao tempo seco, muitos agricultores chegam a perder cabeças de gado. Sua urbanização é maior que 50%.

Economia[editar | editar código-fonte]

Vem alavancando crescimento da economia devido à chegada da fábrica de sapatos Dilly (atualmente com o nome Grupo Dass), em 2001, que injeta mais de 9 milhões de reais todo ano na economia local.

Cultura[editar | editar código-fonte]

A comemoração do São João é um dos pontos de maior referência na cultura do município, elogiado pelos moradores e turistas. Santo Estevão atrai uma multidão quando o assunto é festa de junina. A cidade se ilumina e ganha estrutura de um autêntico arraiá. Por dia, a praça recebe mais de 30 mil pessoas. Essa época é o ápice da cultura no município.

Toda a festa e agitação acontecem na Praça Sete de Setembro, no centro. Para os turistas que não conhecem a cidade, a bandeirolas são um guia para o palco principal. Este recebe atrações do autêntico pé de serra, forró e sertanejo universitário, que atrai principalmente os jovens. A praça fica lotada. As barracas, com as diversas e saborosas comidas típicas, servem de reabastecimento para o público que curte e dança ao som das melhores bandas.

A comemoração do dia de Santo Estevão, o padroeiro da cidade, no dia 26 de dezembro também é muito comemorado por fieis tanto da zona rural como da zona urbana.

Distante de Salvador apenas 157 km, o município possui abastecimento público de água adequado, estradas que permitem o acesso às principais cidades da região e, com investimentos do setor empresarial e dos Governos do Estado e da União, oferece as condições necessárias para avançar no mercado, gerando emprego e renda.

Os jovens acreditam que através da educação conseguirão melhorar sua qualidade de vida, sendo que muitos estudantes estão cursando cursos técnicos e nível superior, tanto no polo presencial da UNEB Ead do município, quanto na UEFS em Feira de Santana. Atualmente alguns estudantes fazem mestrado e doutorado na UEFS e na UFBA.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 23 de agosto de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.