Santo Eustáquio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Santo Eustáquio
Lukas Paumgartner, com o pendão do seu patrono Santo Eustáquio.
Por Albrecht Dürer.
Mártir e Santo auxiliar
Nascimento século I d.C. em ?
Morte 118 d.C. em Roma?
Veneração por Igreja Católica
Festa litúrgica 20 de setembro
Atribuições Touro; crucifixo; chifre; veado; forno
Padroeiro invocado contra o fogo, situações adversas; bombeiros; caça e caçadores; cidade de Madrid; vítima de tortura
Suprimido do catolicismo 1969
Gloriole.svg Portal dos Santos

Eustáquio (ou Eustácio) é um mártir cristão e santo militar, que viveu no final do século I e inícios do século II da nossa era. Há poucos dados a respeito da vida de Eustáquio; alguns elementos da sua história, porém, estão presentes nas vidas de outros santos.

Era festejado pela Igreja Católica no dia 20 de setembro, mas a Igreja deixou de observar essa data desde que, em 1969, o papa Paulo VI removeu do calendário litúrgico vários santos que careciam de documentação histórica conveniente.

Vida e obras[editar | editar código-fonte]

Antes da sua conversão ao cristianismo, Eustáquio era um general romano de nome Plácido (latim: Placidus) ao serviço do imperador Trajano. Enquanto caçava nas proximidades de Roma, Plácido teve uma visão de Jesus entre os anjos. Acto contínuo, converteu-se, fez-se batizar a si e à sua família, e mudou o seu nome para o grego Eustachion (com o significado de «boa fortuna»).

Uma série de calamidades abateram-se sobre o recém-convertido e a sua família para testar a sua : foi roubado, a sua esposa raptada pelo capitão do navio onde seguia e, por fim, ao atravessar um rio, os seus dois filhos foram levados, um por um lobo, outro por um leão. Tal como , Eustáquio lamentou-se, mas não vacilou nem perdeu a fé.

Acabaria por recuperar o seu prestígio, cargos e reunir a família. Porém, quando demonstrou a sua nova fé ao recusar-se a fazer um sacrifício pagão, o imperador Adriano condenou Eustáquio, a esposa e os filhos à morte, ordenando que fossem cozinhados vivos dentro de um touro de bronze, no ano de 118 d.C.

Devoção[editar | editar código-fonte]

A história tornou-se popular graças à Legenda Áurea de Jacopo de Voragine (c. 1260) e Eustáquio tornou-se santo patrono dos caçadores, sendo também invocado em tempos de adversidade; foi incluído entre os catorze santos auxiliares.

A ilha de Sint Eustatius, nas Antilhas Neerlandesas, foi assim chamada em sua honra.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Santo Eustáquio