Santo Hilário (Pimenta)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Santo Hilário é o único distrito do município de Pimenta, no estado de Minas Gerais.

A vila conta com menos de 100 habitantes e fica situada as margens do lago da represa de Furnas. Foi elevada a distrito do município de Piumhi em 19 de dezembro de 1896, com o nome de Bocaina de Minas, e teve seu nome alterado para Santo Hilário em homenagem ao francês Auguste de Saint-Hilaire, por decreto em 7 de setembro de 1923, tendo sido transferida ao município de Pimenta quando da sua emancipação, em 4 de abril de 1946. Também chamada de Capetinga, nome do porto fluvial (Porto Capetinga) e do ribeirão que passava por la e desaguava no rio Grande (Ribeirão Capetinga), por seus antigos moradores, pode ter nascido como São Sebastião do Rio Grande, em homenagem ao padroeiro, São Sebastião.

A vila foi quase toda submersa pelo lago da represa de Furnas, restando somente o cemitério. Importante porto do Rio Grande, último da parte navegável do rio, que ligava a estrada de ferro que vinha do Rio de Janeiro até a cidade de Ribeirão Vermelho, o primeiro porto ao sertão. Serviu de entreposto de mercadorias que vinham de trem e depois de barco para o Centro-Oeste e produtos agropecuários do Centro-Oeste para o Rio de Janeiro.

Com grande vocação para o turismo, a vila renasceu e hoje fica espremida entre a montanha e a represa.