Sapajus xanthosternos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaMacaco-prego-do-peito-amarelo[1]
Sapajus xanthosternos 3.JPG

Estado de conservação
Status iucn3.1 CR pt.svg
Em perigo crítico (IUCN 3.1) [2]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Subordem: Haplorrhini
Infraordem: Simiiformes
Parvordem: Platyrrhini
Família: Cebidae
Subfamília: Cebinae
Género: Sapajus
Espécie: S. xanthosternos
Nome binomial
Sapajus xanthosternos
(Wied-Neuwied, 1826)
Distribuição geográfica
Distribuição geográfica do macaco-prego-do-peito-amarelo.
Distribuição geográfica do macaco-prego-do-peito-amarelo.

O macaco-prego-do-peito-amarelo (nome científico: Sapajus xanthosternos) é uma espécie de macaco-prego, um macaco do Novo Mundo, da família Cebidae. Ocorre no centro-leste do Brasil, ao sul e leste do rio São Francisco, até o sul do rio Jequitinhonha, nos estados da Bahia, Minas Gerais e Sergipe. Já foi considerado como subespécie de Cebus apella, é morfologicamente e geneticamente distinto e por isso é uma espécie propriamente dita.[3] Foi incluído no gênero Sapajus a partir de 2012, por Lynch Alfaro et al, baseando-se no trabalho de Silva Jr (2001).[4]

Os machos têm entre 39 e 42 cm de comprimento, e a cauda possui entre 38 e 45 cm, pesando entre 2 e 4,8 kg. As fêmeas, são um pouco menores, com 36 e 39 cm de comprimento, e pesando entre 1,3 e 3,4 kg.[5] Possui a cauda e membros de cor preta, com a região ventral e do peito de cor amarela a avermelhada. A coroa não contrasta com o restante do corpo e muitas vezes é considerado uma exceção entre os macacos-pregos porque não possui tufos de pelo evidentes na cabeça.[5]

Fêmea com filhote.

Habita florestas úmidas e submontanas, até florestas secas e semideciduais. Também é encontrado em áreas de Caatinga, mas somente em áreas úmidas perto de rios e morros. Como os outros macacos-pregos, possui uma dieta variada, se alimentando desde pequenos vertebrados e ovos, até flores e frutos.[5] Se alimentam de até 96 espécie de plantas, e ingere as sementes de 88 delas, e por isso é importante dispersor de sementes nos ambientes em que vivem. Os grupos possuem entre 9 e 27 indivíduos, em um território que tem entre 418 e 1000 hectares.[5]

É classificado como "criticamente em perigo" pela IUCN.[2] Apesar de não se ter estimativas completas de suas populações, acredita-se ser um dos mais raros macacos do Novo Mundo, e ocorre em áreas com intensa ocupação humana, desde a colonização pelo europeus. Aparentemente, existem cerca de 3000 em liberdade, mas nenhuma população é viável a longo prazo. Existem cerca de 140 animais em cativeiro. Ocorre na Reserva Biológica de Una, no Parque Estadual da Serra do Conduru e no recém-criado Parque Nacional de Serra das Lontras, na Bahia; e na Reserva Biológica da Mata Escura em Minas Gerais.[5]

Referências

  1. Groves, C.P.. In: Wilson, D.E.; Reeder, D.M. (eds.). Mammal Species of the World. 3. ed. Baltimore: Johns Hopkins University Press, 2005. Seção Order Primates. 138 pp. ISBN 978-0-8018-8221-0. OCLC 62265494.
  2. a b Kierulff, M. C. M., Mendes, S. L. & Rylands, A. B. (2008). Cebus xanthosternos (em Inglês). IUCN . Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de Versão 2011.2. Página visitada em 01 de outubro de 2012.
  3. Rylands, A.B.. (2000). "An Assesment of the Diversity of New World Primates". Neotropical Primates 8 (2): 61-93. ISSN 1413-4703.
  4. Lynch Alfaro, J.; Silva Jr, J. S.; Rylands, A. B.. (2012). "How Different Are Robust and Gracile Capuchin Monkeys? An Argument for the Use of Sapajus and Cebus". American Journal of Primatology 74 (4): 273-286. DOI:10.1002/ajp.22007.
  5. a b c d e Anthony B. Rylands, Russell A. Mittermeier, Bruna M. Bezerra, Fernanda P. Paim & Helder L. Queiroz. In: Mittermeier, R.; Rylands, A.B.; Wilson, D. E.. Handbook of the Mammals of the World - Volume 3. [S.l.]: Lynx, 2013. Capítulo Family Cebidae (Squirrel Monkeys and Capuchins). 952 pp. ISBN 978-84-96553-89-7.
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Sapajus xanthosternos
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sapajus xanthosternos
Ícone de esboço Este artigo sobre Macacos do Novo Mundo, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.