Saracura-do-mangue

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaSaracura-do-mangue
Taxocaixa sem imagem
Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Gruiformes
Família: Rallidae
Género: Aramides
Espécie: A. mangle
Nome binomial
Aramides mangle
(Spix, 1825)

Aramides mangle (Spix), conhecido popularmente como saracura-do-mangue, saracura-da-praia e saracura três-potes[1] , é uma espécie de saracura que é endêmica do Brasil, sendo encontrada em manguezais e matas adjacentes do estado do Pará ao Rio de Janeiro. Tais aves chegam a atingir 32 centímetros de comprimento, possuindo cabeça, pescoço e manto cinzentos, dorso oliváceo, abdome ferrugíneo e bico verde com a base vermelha.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Saracura" origina-se do vocábulo tupi sara'kura[2] .

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.1 552
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p. 1 552
  • (em inglês) BirdLife International (2004). Aramides mangle. 2006 IUCN Red List of Threatened Species. IUCN 2006. Acesso a 06.11.2007.
Ícone de esboço Este artigo sobre Gruiformes, integrado no Projeto Aves é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.