Sarah Sheeva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Sarah Sheeva
Informação geral
Nome completo Sarah Sheeva Cidade Gomes
Nascimento 10 de fevereiro de 1973 (41 anos)
Origem Rio de Janeiro, RJ
País  Brasil
Gênero(s) Gospel, Música cristã contemporânea, pop
Ocupação(ões) Cantora, compositora, pastora, escritora
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 1997—presente
Gravadora(s) Independente
Afiliação(ões) SNZ

Sarah Sheeva Cidade Gomes (Rio de Janeiro, 10 de fevereiro de 1973), é uma cantora, compositora, arranjadora, escritora, palestrante e pastora brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu sob o nome de 'Riroca', em 10 de fevereiro de 1973. Em 1987, mudou o nome para Sarah Sheeva, inspirada na filha de Nina Hagen, Cosma Shiva Hagen.

Filha de dois famosos nomes da música brasileira, Pepeu Gomes e Baby do Brasil,[1] [2] Sarah iniciou sua carreira em 1991, nos bastidores da música como figurinista e depois se tornou desenhista de alta costura. Também em 1991 Sarah teve sua filha Rannah Sheeva.

Em 1994, começou a carreira de cantora, como backing vocal de Pepeu Gomes e Baby do Brasil.

Posteriormente, formou a banda SNZ, junto com as irmãs Nãna Shara e Zabelê, na qual atuou por cinco anos. O primeiro álbum do grupo, intitulado SNZ, foi lançado em 2000 pela Warner, que contava com o carro-chefe "Retrato Imaginário" escrita pela cantora italiana Deborah Blando. A música rapidamente se tornou um sucesso e ganhou muito apoio das rádios e das emissoras de TV. Um remix da música também foi feito para o vídeo da mesma e também lançado nas rádios. A segunda música de trabalho, "Longe do Mundo", também foi utilizada na trilha sonora do filme O Trapalhão e a Luz Azul.[3] O cover de "Dancin' Days" de As Frenéticas também recebeu prestígio das rádios e foi lançada como terceira música de trabalho.

O segundo álbum de estúdio lançado pelo grupo, em 2001, levou o título de Sarahnanazabele e foi um grande sucesso, sendo comandado pelo dueto com o cantor Richard Lugo na música "Nothing's Gonna Change My Love For You"/"Nada vai Tirar Você de Mim", canção que foi #1 por todo o Brasil, sendo incluida na trilha sonora da novela Um Anjo Caiu do Céu.[4] A gravadora tentou trazer o formato de single fisico ao Brasil, mas não deu certo. A segunda música de trabalho do disco foi "Se eu Pudesse", que se estabeleceu como outro sucesso da carreira do trio.

Em 2002, a banda recebeu o Prêmio Multishow de Música Brasileira na categoria "grupo revelação".[5] No mesmo ano, Sarah Sheeva anunciou que deixaria a banda e trabalhar por tempo integral como missionária e pregadora das Escrituras da Bíblia. Contudo, um álbum de remixes, contendo os sucessos da banda em versões remixadas e uma faixa inédita foi lançado no mesmo ano, acompanhando o possível final do grupo. Deixou a banda definitivamente em 2003.

Em 2005, lançou seu primeiro álbum gospel, chamado "Tudo Mudou".

Em setembro de 2007 lança seu primeiro livro, "Defraudação Emocional"[6] e, no ano seguinte, em setembro de 2008, lança o segundo, chamado "Onde foi que eu errei?".

Sarah Sheeva foi a primeira de sua família a se tornar evangélica, em outubro de 1997. Dois anos depois, sua mãe, Baby do Brasil, também converteu-se, em parte devido a influência de Sarah.

Sarah Sheeva possui um ministério missionário de edificação da igreja na Palavra (desde 2003).

Um de seus trabalhos mais populares, direcionado ao público feminino, chama-se Culto das Princesas, e tem como objetivo o resgate de valores que foram perdidos na cultura atual, incentivando as mulheres a se valorizarem mais através de sua comunicação na forma de se vestir e no comportamento social.

Lançamentos[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

SNZ[editar | editar código-fonte]

Álbuns

Singles[editar | editar código-fonte]

Lista de singles com posições nas paradas seleccionadas
Ano Single Melhores posições Álbum
BRA
Hot 100

[7]
2000 "Retrato Imaginário" 1 SNZ
"Longe do Mundo" 5
"Dancin' Days" 9
2001 "Venha Dançar" 17
"Nothing's Gonna Change My Love For You" (part. Richard Lugo) 1 Sarahnãnazabelê
"Se Eu Pudesse" 3
2002 "Já Foi" 27
2012 "Eu Decido Confiar"
"—" denota singles que não entraram nas paradas ou não foram lançados no país.


Solo[editar | editar código-fonte]

  • Tudo Mudou (2005)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Defraudação Emocional (2007)
  • Onde Foi Que Eu Errei? (2008)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]