Sarajane

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde junho de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sarajane
Informação geral
Nome completo Sarajane de Mendonça Tude
Também conhecido(a) como Rainha da Lambada
Nascimento 18 de março de 1968 (46 anos)
Origem Salvador,  Bahia
País  Brasil
Gênero(s) Axé, Lambada, Forró
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade Cantora / Empresária
Outras ocupações Fundadora da Ong ACASA

Sarajane de Mendonça Tude (Salvador, 18 de março de 1968) é uma cantora brasileira.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Começou sua carreira de cantora muito nova com 15 anos já era conhecida em toda cidade de Salvador. Ganhou fama ao ser vocalista da Banda Novos Bárbaros onde foi vocalista até 1985, devido a uma gravidez ela preferiu se afastar do Grupo. Em seu lugar entrou a cantora Laurinha que era vocalista da Banda Pimenta de Cheiro hoje conhecida como Banda Cheiro de Amor.

O Encontro com Chacrinha

Sarajane conheceu o apresentador Chacrinha durante uma apresentação na cidade de Nazaré das Farinhas - Bahia, quando a cantora tinha 16 anos de idade. A partir daí, Chacrinha apadrinhou a cantora baiana. Sarajane se apresentou muitas vezes no Cassino do Chacrinha na Rede Globo.

Em 1986 decidiu voltar o cenário musical dessa vez em carreira solo, gravou seu primeiro disco solo em 1986 pela Polygram Music hoje Universal, apostou em um novo ritmo o então desconhecido Axé Music, junto com grandes nomes da música baiana como Luís Caldas, Ricardo Chaves, Olodum, Banda Beijo, Cheiro de Amor conseguiu explodir em todo Brasil o ritmo, seu primeiro grande clássico foi "A Roda".

Uma das pioneiras da Axé music, seu primeiro grande sucesso, A Roda, gravado em 1987, lhe rendeu uma série de participações nos programas de televisão e nas rádios brasileiras e um disco de platina duplo por mais de 600 mil cópias vendidas. Em 1987, o programa Fantástico da Rede Globo fez o lançamento do videoclipe da música A Roda.

Fez sucesso também com Vale 1986 e Venha me Amar (mas em 1991), entre outras. Voltou ao topo das paradas com Ela Sabe Mexer (Abre a roda morena, Roda de samba, Beco do amor 2) 1989.

Tem mais de 25 anos de Carnaval soteropolitano, tendo puxado Blocos Consagrados como Camaleão, Novos Bárbaros, Coruja, Papa e Internacionais. Ao longo de sua carreira gravou 13 discos.

Entre os vários prêmios, ganhou o de melhor cantora de trio elétrico nos anos de 1988, 1989, 1990 e 1991 nos anos seguintes o prêmio ficou com a cantora Márcia Freire.

Posou nua para a revista Playboy em julho de 1990.

É irmã da também cantora Simone Moreno, conhecida por ser ex-mulher do cantor Pepeu Gomes.[1]

Projetos[editar | editar código-fonte]

Há dois anos atrás Sarajane decidiu abandonar os ritmos que a deram fama e investir no forró junto com sua Banda a Flor de Canela, conseguiu gravar um CD promocional de fazer alguns shows pelo Brasil, mais logo o projeto foi suspenso por falta de investimento.

Em Junho de 2011 a cantora anunciou em sua home página no Facebook que estaria abandonando a carreira de cantora e estaria se preparando para cuidar unicamente da sua fundação. A mesma divulgou a gravação de um CD e que sua despedida seria feita do circuito do Campo Grande na Praça Castro Alves no carnaval de 2012.

Sarajane há mais de 10 anos puxa blocos independentes pelo carnaval de Salvador, a mesma lidera uma série de movimentos para tornar o carnaval mais popular e desfazer da indústria que se formou em torno dos grandes blocos.

Fundação ACASA[editar | editar código-fonte]

Atualmente coordena uma Organização Não-Governamental na capital baiana que promove a integração das crianças com atividades artísticas. A Associação Criança na Arte Sarajane ("Acasa") oferece cursos em diversas áreas e ultimamente passou por sérias dificuldades financeiras. Localizada no bairro Santo Antônio, num prédio cedido pelo Governo do Estado da Bahia através do IPAC, a ONG é administrada pela cantora e atualmente conta apenas com o apoio da comunidade. Alguns convênios em parceria com a prefeitura ainda não foram fechados, o que dificulta o desenvolvimento normal de suas atividades, mas a cantora (e agora administradora) não desanima.

Referências

  1. a b Sarajane (em português) Instituto Cultural Cravo Albin Dicionário Cravo Albin. Visitado em 13 de Junho de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.