Sardas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde março de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Garoto com sardas nas maçãs do rosto

As sardas ou efélides, são manchas causadas pelo aumento da melanina (pigmento que dá cor à pele) na pele. Existe uma tendência familiar e surgem principalmente nas pessoas de pele clara (fototipo I e II) e ruivas. São causadas pela exposição continuada da pele ao sol e tendem a escurecer mais durante o verão.

Manifestações clínicas[editar | editar código-fonte]

Sardas
Classificação e recursos externos
CID-10 L81.2
CID-9 709.09
MeSH D008548
Star of life caution.svg Aviso médico

As manchas se localizam principalmente nos locais da pele mais atingidos por queimaduras solares, como a face, ombros e colo. São manchas arredondadas ou geométricas de cor castanho ou marrom. Surgem em peles que ficam expostas demais ao sol causando com um tempo as sardas.

Tratamento[editar | editar código-fonte]

A maioria das pessoas com sardas vivem com elas normalmente quando são leves. Enquanto as mais agravadas, geralmente o tratamento vira necessário.

Evitando-se a exposição solar, as sardas tendem a clarear gradualmente. No entanto, o tratamento acelera o seu clareamento.

O tratamento inclui o uso de protetores solares sempre que houver exposição da pele ao sol ou mormaço e no uso de substâncias despigmentantes associadas a alguns tipos de ácidos. Peelings superficiais podem acelerar o processo. O tratamento deve ser orientado de acordo com cada caso, pelo médico dermatologista.