Scarlet Moon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Scarlet Moon
Nome completo Scarlet Moon de Chevalier
Nascimento 1952
Rio de Janeiro (RJ)
Morte 5 de junho de 2013 (61 anos)
Rio de Janeiro (RJ)
Nacionalidade  brasileira
Cônjuge Lulu Santos (1978-2006)
Ocupação Jornalista, atriz e escritora

Scarlet Moon de Chevalier, mais conhecida como Scarlet Moon (Rio de Janeiro, 19525 de junho de 2013), foi uma jornalista, atriz e escritora brasileira. Foi casada com o cantor Lulu Santos por 28 anos.[1]

Teve três filhos: Gabriela, Christovam e Theodora, de relacionamentos anteriores ao casamento com Lulu Santos, que ajudou a criá-los. Também teve dois netos.[2]

A cantora Rita Lee escreveu a música "Scarlet Moon" em sua homenagem e ela foi gravada por Lulu em seu disco de estreia, Tempos Modernos, lançado em 1982.[2] Também foi citada na letra da canção "Língua", de Caetano Veloso, gravada pelo autor no disco Velô, de 1984 [3] .

Ela aparece no documentário Ritmo Alucinante de 1975, entrevistando os cantores Erasmo Carlos e Celly Campello.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Trabalhou em várias emissoras de televisão, e se destacou no "Fantástico" e "Jornal Hoje", ambos da Rede Globo, na década de 1970. Também fez carreira no cinema e no teatro.[1]

Nos anos 80, apresentou o programa de entrevistas "Noites Cariocas", da Rede Record, ao lado de Nelson Motta.[2]

Lançou dois livros na década de 1990: "Areias escaldantes" e "Dr Roni e Mr Quito: a vida do amado e temido boêmio de Ipanema", biografia sobre o irmão, Ronald de Chevalier, o Roniquito.[1]

Desde 1996, assinava a coluna "Abalo", no caderno Zona Sul do jornal O Globo.[4]

Morte[editar | editar código-fonte]

Scarlet sofria, havia dez anos, da síndrome de Shy-Drager e não resistiu a uma parada cardiorrespiratória. Morreu em 5 de junho de 2013, pouco depois da meia-noite, em casa.[5] [2] [6]

Cquote1.svg Foram dez anos de muita luta. Os últimos três anos foram bem complicados. Ela foi uma guerreira e foi descansar. O que fica é o bom humor dela, o jeito que ela encarava a vida, ela foi uma guerreira, uma ministra bacanérrima e foi um prazer inenarrável ser filha dela. Cquote2.svg
Teodora Chavalier, filha de Scarlet em entrevista[4]

Referências

  1. a b c Morre no Rio Scarlet Moon (em português) G1 (5 de junho de 2013). Página visitada em 5 de junho de 2013.
  2. a b c d Morre a jornalista e escritora Scarlet Moon, aos 62 anos (em português) Veja (5 de junho de 2013). Página visitada em 5 de junho de 2013.
  3. Língua - Caetano Veloso (em português) Letras.mus. Página visitada em 5 de junho de 2013.
  4. a b Soares, Renata (5 de junho de 2013). Escritora e jornalista Scarlet Moon é velada no Rio (em português) G1. Página visitada em 5 de junho de 2013.
  5. Morre, aos 62 anos, a jornalista Scarlet Moon (em português) O Globo Online (5 de junho de 2013). Página visitada em 5 de junho de 2013.
  6. Morre aos 62 anos jornalista Scarlet Moon (em português) SRZD (5 de junho de 2013). Página visitada em 5 de junho de 2013.