Schillerstovare

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Schillerstovare
Nome original Schillerstövare
País de origem  Suécia
Características
Classificação e padrões
Federação Cinológica Internacional
Grupo 6
Seção 1 - Sabujos farejadores e raças semelhantes - farejadores de médio porte
Estalão #131 - 17 de julho de 1997

A schillerstovare[Nota], originária da Suécia, é uma raça desenvolvida no século XIX pelo fazendeiro Per Schiller, que cruzou cães locais com aqueles levados da Alemanha na busca por animais velozes, localizadores de lebres e raposas. Considerado um típico cão de caça sueco, é visto como especialista em acoar a presa e não atacá-la, esperando a chegada do caçador. Atualmente, são usados na caça esportiva, na qual matar o animal não é importante. De adestramento chamado fácil, tem o temperamento dócil e dedicado, embora precise de constante atividade.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Fogle (2009), pág 115

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Schillerstovare
Wikipedia lexikon2.jpg   Nota linguística: Na busca pela padronização de uma nomenclatura^ e para adequar a grafia da Wikipédia às normas do português, os nomes das raças - alguns mantidos no original (Fogle (2009)) - estão grafados em iniciais minúsculas, como também visto em dicionário de Cinologia. Todavia, as entidades cinófilas - CBKC do Brasil, CPC de Portugal e FCI - possuem o padrão adotado em maiúsculas, assim como a Enciclopédia Conhecer (vol. II, p. 414).


Ícone de esboço Este artigo sobre cães, integrado ao Projeto Cães é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.