Scracho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde julho de 2013). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Scracho
Informação geral
Origem Rio de Janeiro, RJ
País  Brasil
Gênero(s) Reggae
Ska
Pop rock
Pop Punk
Período em atividade 2004 – atualmente
Gravadora(s) EMI
Página oficial www.scracho.com.br
Integrantes Diego Miranda
Caio Corrêa
Debora Teicher "Dedé"
Ex-integrantes Gabriel Leal, Rodrigo Stallone

Scracho é uma banda brasileira de rock e reggae formada em 2004. A banda concorreu ao prêmio de "Banda Revelação" no Prêmio Multishow de Música Brasileira 2008. Em 2009 assinou com a EMI e gravou o DVD MTV Apresenta: Scracho.

História[editar | editar código-fonte]

A banda começou quando um então grupo de adolescentes do colégio Corcovado resolveu se juntar para tocar em saraus da escola. Surgiu, então, a necessidade de dar um nome à banda, que acabou se chamando Scracho por causa do restaurante Dom Scracho, no bairro Jardim Botânico. Diego, Caio, Gabriel e Rodrigo (ex-baterista) decidiram então gravar algumas músicas proprias e outras covers para colocá-las na internet. Com isso, a popularidade do grupo aumentou e eles passaram a abrir shows para outras bandas locais. Entre 2004,2005 e 2006 as então jovens bandas de pop/punk ganharam muita popularidade na cidade maravilhosa. Nessa época portanto, bandas como Scracho, Forfun, Darvin, Dibob e Asterisco Zero lotavam casas de shows do Rio, fazendo sucesso especialmente entre o público adolescente. Na época era comum a realização de festivais como 'Rio Summer Nights' e 'Rio rock tour', que reuniam as principais bandas do gênero na cidade e algumas representantes de outros estados. Todas essas bandas tinham em comum a influência de gringas como Blink 182, New Found Glory ou Sum 41. Como uma das principais representantes dessa cena e ainda com a formação antiga, o Scracho conquistou certo espaço inclusive em cenário nacional, fazendo shows alguns shows fora do estado e abrindo shows de bandas internacionais como o The Ataris. Com Rodrigo na bateria o Scracho chegou a tocar em São Paulo, Curitiba e Nordeste. Na época a banda vendia um cd demo com algumas canções que até hoje ainda são lembradas, como 'A vida que eu quero' e 'Fevereiro'. O baixista Caio diz que "o Scracho começou como uma brincadeira e rolou". Foi aí que, em 2006, o Rodrigo resolveu sair da banda, dando lugar a Dedé, a nova baterista.

A maioria das baterias do primeiro cd oficial foram gravadas ainda pelo antigo baterista, à exceção da música Morena. Simultaneamente à entrada de Debora na banda, o Scracho foi também passando por uma mudança de estilos e incorporando elementos do reggae em suas canções. Essa mistura pode ser percebida inclusive já no primeiro cd da banda. Em 2007 estava lançada "A grande bola azul" e logo em seguida o primeiro clipe da banda, "Universo Paralelo". No verão de 2007/2008, com forte ajuda de amigos e fãs, o novo clipe conseguiu segurar durante semanas a primeira posição do MTV OVERDRIVE, o que chamou atenção da grande mídia. Em 2008 as músicas do Scracho começaram a tocar em algumas rádios ao redor do país e a banda começou a ser figura mais constante em alguns programas de tv fechada e jornais. Foi em 2008 que o primeiro grande sonho da banda estava realizado: jogar o mtv rockgol. Em meados desse ano o Scracho foi também indicado como banda Revelação do ano no Prêmio Multishow, mas os vencedores acabaram sendo os amigos do Strike. Foi ainda nesse ano que a música "Divina Comédia" entrou como trilha da série malhação e teve um clipe gravado. Em 2009 em parceria com a MTV o Scracho lançou seu primeiro dvd e em seguida saiu em turnê por todo o país, consolidando ainda mais o espaço da banda em cenário nacional. Desse dvd saiu o clipe ao vivo da música 'Morena'. Também em 2009 Débora Teicher venceu o Prêmio Multishow na categoria de Melhor instrumentista. No ano de 2011 a banda lançou seu segundo cd de estúdio, "Mundo a descobrir", que conta com as participações de Maurício Baia, Dibob e Forfun. O novo cd conta com diversos webclipes na internet e a banda vem fazendo shows de lançamento do disco ao redor do país. Em Abril de 2012,Gabriel Leal anunciou sua saída da Banda,seu ultimo show foi dia 14 de abril em Porto Alegre na Casa do Gaúcho,a banda decidiu não substituir o guitarrista,assim a banda se tornou um trio.

Em 2014 a banda completou 10 anos desde o primeiro show oficial, em comemoração ao aniversário a banda fez um grande show no dia 20 de Julho, no Circo Voador. Milhares de fãs de todo o Brasil compareceram ao evento, que teve como participações Baia, João Barone, Mc Mãe e Dedeco.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Ex-integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Rodrigo Stallone – Bateria
  • Gabriel Leal – Guitarra

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns em Estúdio
Álbuns ao Vivo

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Prêmio Multishow de Música Brasileira
Ano Trabalhos indicados Prêmios Resultado
2008 Scracho Banda Revelação Indicado[1]
2009 Débora Teicher Melhor Instrumentista Venceu[2]
2013 Scracho Melhor Banda Independente Venceu[3]

Referências

  1. Lista dos indicados ao Prêmio Multishow 2008 (em português) Entretendo.com. Visitado em 13 de janeiro de 2010.
  2. Os vencedores do Prêmio Multishow 2009 (em português) Multishow. Visitado em 13 de janeiro de 2010.
  3. Lista dos indicados ao Prêmio Rock Show 2013 (em português) Facebook.com/ROCKSHOWSANTOS. Visitado em 18 de novembro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]