Screaming Trees

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Screaming Trees
Informação geral
Origem Ellensburg, Washington
País  Estados Unidos
Gênero(s) Grunge, neo-psicodelia, rock alternativo
Período em atividade 19852000
Gravadora(s) Velvetone Records, SST Records, Sub Pop, Epic Records
Ex-integrantes Mark Lanegan
Gary Lee Conner<br\>Van Conner
Barrett Martin
Mark Pickerel

Screaming Trees foi uma banda de rock estadunidense formada em 1985, considerada parte do movimento grunge do início dos anos noventa. O som da banda era uma mistura da psicodelia dos anos sessenta com o rock agressivo da costa oeste dos Estados Unidos. Embora os críticos elogiassem o grupo, ele jamais alcançou o status de outras bandas do movimento, como o Nirvana e o Soundgarden. A banda acabou em 2000, quatro anos após o lançamento de seu sétimo álbum, "Dust", de 1996.

História[editar | editar código-fonte]

O Screaming Trees foi formado em Ellensburg, cidade próxima de Seattle, no estado de Washington, em 1985, pelos amigos Mark Lanegan, Van Conner e Gary Lee Conner. O nome da banda foi retirado de um pedal de distorção. A gravação do primeiro álbum da banda, "Clairvoyance", ocorreu em 1986. A boa repercussão do disco na época levou a um contrato com o selo SST Records - a gravadora independente mais importante daquela década.

O primeiro álbum pela nova gravadora foi "Even If and Especially When", lançado em 1987. A característica do Screaming Trees era o som que mistura a psicodelia dos anos sessenta com o hard rock dos anos setenta, além de toda a agressividade do rock de garagem das bandas dos anos oitenta. Ainda pela SST foram lançados os álbuns "Other Worlds", "Invisible Lantern", ambos em 1988, e "Buzz Factory", no ano seguinte.

Durante os anos noventa, alguns membros da banda participam de projetos paralelos, enquanto o grupo assinava no início daquela década com o selo Epic Records. Em 1991, foi lançado "Uncle Anesthesia", que contou com a participação de Chris Cornell, vocalista do Soundgarden, como produtor do álbum. Antes do início da turnê de divulgação do disco, o baterista Mark Pickerel deixou a banda e retornou a Ellensburg onde abriu uma loja de discos. Para seu lugar, foi chamado Barrett Martin, baterista da banda Skin Yard.

O auge do Screaming Trees veio em 1992, quando o grupo lançou o álbum Sweet Oblivion, que contou com canções como "Dollar Bill", "Julie Paradise", "Winter Song" e o carro-chefe do disco, "Nearly Lost You". O álbum vendeu cerca de 300 mil cópias, graças a exposição do videoclipe desta canção.

O Screaming Trees só retomaria as atividades em 1995, com a gravação do seu último álbum, "Dust", lançado em 1996. O guitarrista Josh Homme, da banda Kyuss foi contratado para a turnê do disco. Logo após a turnê, a banda se dissolveu, embora se reunisse esporadicamente até anunciar oficialmente seu fim em 2000.

Em Junho de 2011, Barrett Martin anunciou em seu Facebook que as demos gravadas em 1998 e 1999 seriam lançadas como um álbum, intitulado "Last Words: The Final Recordings", no dia 2 de Agosto de 2011.

Membros[editar | editar código-fonte]

Última formação[editar | editar código-fonte]

Ex-membros[editar | editar código-fonte]

Membros de turnê[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio

Ligações externas[editar | editar código-fonte]