Screaming Trees

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Screaming Trees
Informação geral
Origem Ellensburg, Washington
País  Estados Unidos
Gênero(s) Grunge, neo-psicodelia, rock alternativo
Período em atividade 19852000
Gravadora(s) Velvetone Records, SST Records, Sub Pop, Epic Records
Ex-integrantes Mark Lanegan
Gary Lee Conner
Van Conner
Barrett Martin
Mark Pickerel

Screaming Trees foi uma banda de rock estadunidense formada em 1985, considerada parte do movimento grunge do início dos anos noventa. O som da banda era uma mistura da psicodelia dos anos sessenta com o rock agressivo da costa oeste dos Estados Unidos. Embora os críticos elogiassem o grupo, ele jamais alcançou o status de outras bandas do movimento, como o Nirvana e o Soundgarden. A banda acabou em 2000, quatro anos após o lançamento de seu sétimo álbum, "Dust", de 1996.

História[editar | editar código-fonte]

O Screaming Trees foi formado em Ellensburg, cidade próxima de Seattle, no estado de Washington, em 1985, pelos amigos Mark Lanegan, Van Conner e Gary Lee Conner. O nome da banda foi retirado de um pedal de distorção. A gravação do primeiro álbum da banda, "Clairvoyance", ocorreu em 1986. A boa repercussão do disco na época levou a um contrato com o selo SST Records - a gravadora independente mais importante daquela década.

O primeiro álbum pela nova gravadora foi "Even If and Especially When", lançado em 1987. A característica do Screaming Trees era o som que mistura a psicodelia dos anos sessenta com o hard rock dos anos setenta, além de toda a agressividade do rock de garagem das bandas dos anos oitenta. Ainda pela SST foram lançados os álbuns "Other Worlds", "Invisible Lantern", ambos em 1988, e "Buzz Factory", no ano seguinte.

Durante os anos noventa, alguns membros da banda participam de projetos paralelos, enquanto o grupo assinava no início daquela década com o selo Epic Records. Em 1991, foi lançado "Uncle Anesthesia", que contou com a participação de Chris Cornell, vocalista do Soundgarden, como produtor do álbum. Antes do início da turnê de divulgação do disco, o baterista Mark Pickerel deixou a banda e retornou a Ellensburg onde abriu uma loja de discos. Para seu lugar, foi chamado Barrett Martin, baterista da banda Skin Yard.

O auge do Screaming Trees veio em 1992, quando o grupo lançou o álbum Sweet Oblivion, que contou com canções como "Dollar Bill", "Julie Paradise", "Winter Song" e o carro-chefe do disco, "Nearly Lost You". O álbum vendeu cerca de 300 mil cópias, graças a exposição do videoclipe desta canção.

O Screaming Trees só retomaria as atividades em 1995, com a gravação do seu último álbum, "Dust", lançado em 1996. O guitarrista Josh Homme, da banda Kyuss foi contratado para a turnê do disco. Logo após a turnê, a banda se dissolveu, embora se reunisse esporadicamente até anunciar oficialmente seu fim em 2000.

Em Junho de 2011, Barrett Martin anunciou em seu Facebook que as demos gravadas em 1998 e 1999 seriam lançadas como um álbum, intitulado "Last Words: The Final Recordings", no dia 2 de Agosto de 2011.

Membros[editar | editar código-fonte]

Última formação[editar | editar código-fonte]

Ex-membros[editar | editar código-fonte]

Membros de turnê[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio

Ligações externas[editar | editar código-fonte]