Screen Actors Guild

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

O Screen Actors Guild (SAG) é um sindicato que representa mais de 120 mil actores dos Estados Unidos da América. O sindicato garante aos seus membros condições de trabalho seguras, um salário mínimo nas produções da União (aproximadamente 1620 dólares por semana), e trata dos pagamentos residuais. Desde 1995, o sindicato nomeia membros para os Prémios Screen Actors Guild.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1925, um grupo de actores descontentes com a quantidade de horas de trabalho que os estúdios exigiam, formou o Masquers Club. Aderiram especialmente actores que devido à Grande Depressão ficaram sem emprego.

Este foi uma das maiores preocupações que levou à criação do Screen Actors Guild em 1933. Outra preocupação foi o facto de a Academy of Motion Picture Arts and Sciences, só aceitar actores e produtores que fossem convidados por membros.

Uma reunião em Março de 1933 entre seis actores começou com isto tudo: Berton Churchill, Charles Miller, Grant Mitchell, Ralph Morgan, Alden Gay, e Kenneth Thomson. Três meses mais tarde, três dos seis e dezoito outros tornaram-se nos primeiros directores do Conselho: Ralph Morgan (o primeiro presidente), Alden Gay, Kenneth Thomson, Alan Mowbray (que financiou a organização no início pessoalmente), Leon Ames, Tyler Brooke, Clay Clement, James Gleason, Lucile Webster Gleason, Boris Karloff, Claude King, Noel Madison, Reginald Mason, Bradley Page, Willard Robertson, Ivan Simpson, C. Aubrey Smith, Charles Starrett, Richard Tucker, Arthur Vinton, and Morgan Wallace.

Entre os actores conhecidos por apoiarem logo de início o SAG contam-se Edward Arnold, Humphrey Bogart, James Cagney, Dudley Digges, Porter Hall, Paul Harvey, Jean Hersholt, Russell Hicks, Murray Kinnell, Gene Lockhart, Fredric March, Adolphe Menjou, Chester Morris, Jean Muir, George Murphy, Erin O'Brien-Moore, Irving Pichel, Dick Powell, Edward G. Robinson, Edwin Stanley, Gloria Stuart, Franchot Tone, Warren William, e Robert Young.

Jóias/tarifas[editar | editar código-fonte]

A tarifa para se filiar no SAG é de 1 432,00 dólares e os primeiros pagamentos semi-anuais (semestrais) de 50 dólares. Fora da Califórnia as jóias (taxas de filiação) podem ser menores. Os pagamentos iniciais são de 100 dólares, pagos em duas prestações de 50 dólares, mais 1,85% do salário do actor, desde que seja de até 200 000 dólares americanos. Se o salário do actor for acima dessa quantia então a percentagem é baseada no escalão (nível) do seu salário. Os actores que pararem de pagar sem terem tirado uma licença terão de entrar de novo para o SAG fazendo um novo pedido de filiação e pagar as jóias iniciais.

Prémios Screen Actors Guild[editar | editar código-fonte]

Presidentes do Screen Actors Guild[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.