Couraçado Sebastopol (1895)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Sebastopol (1895))
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde março de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Sebastopol foi o último dos três navios de guerra pré-dreadnought da classe Petropavlovsk construídos para Marinha Imperial Russa na década de 1890.

Nomeado para o Cerco de Sebastopol, durante a Guerra da Crimeia, o navio foi encomendado pelo 1º Esquadrão do Pacífico da Frota do Pacífico da Rússia e estava ancorado em Port Arthur, uma base naval russa adquirida da China em 1898, como parte das concessões do Território Kwantung. Um dos primeiros navios a utilizar a blindagem Harvey de aço-níquel e os rádios Popov, ele deslocava 12044 toneladas quando completamente carregado e possuía 112,5 metros de comprimento total, montado com uma bateria de quatro armas de 305 mm em duas torres gêmeas. O navio foi lançado no dia 01 de junho de 1895[1] e concluído em maio de 1899. Seus testes no mar duraram até 1900.

Ele serviu na Guerra Russo-Japonesa de 1904-05. Ligeiramente danificado durante um ataque surpresa em Port Arthur no início de fevereiro, o navio mais tarde participou de várias batalhas no cerco do porto. A mais notável delas foi a Batalha do Mar Amarelo, onde ele foi severamente atingido, porém conseguiu retornar ao porto com os remanescentes da frota russa, deixando um tripulante morto e 62 feridos. Após a entrega de Port Arthur, Sebastopol foi afundado para evitar sua captura pela Marinha Imperial Japonesa. Os restos ainda se encontram fora da entrada de Port Arthur.

Projeto[editar | editar código-fonte]

O primeiro projeto para Sebastopol e seus navios irmãos da classe Petropavlovsk foi aprovado em janeiro de 1891. Ele era para ser uma versão melhorada do encouraçado Imperator Nikolai I, mas com a maior parte de seu armamento em barbetes, incluindo quatro armas de 305 mm. A classe foi projetada para um deslocamento de 11136 toneladas quando completamente carregado.[2]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • McLaughlin, Stephen. Russian & Soviet Battleships. Annapolis, Maryland: Naval Institute Press, 2003. ISBN 9781557504814
  • Chesneau, Roger; Kolesnik, Eugene M.; Gardiner, Robert. Conway's All the World's Fighting Ships 1860–1905. Greenwich: Conway Maritime Press., 1979. ISBN 0831703024